Rondônia, quinta-feira, 28 de maio de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Quinta, 30 de Abril de 2020 - 11h53

Sesau não descarta contratação de novos hospitais e até construção de um de campanha

da Redação


Sesau não descarta contratação de novos hospitais e até construção de um de campanha

O número de profissionais da saúde infectados com Coronavírus e que atuam no Pronto Socorro João Paulo II, chegou a 106, segundo informou o secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, durante coletiva realizada na manhã desta quinta-feira (30). No Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, 29 servidores apresentaram resultado positivo para a doença.

O secretário informou que 176 trabalhadores da área da saúde que atuam no João Paulo II estão afastados, 11 servidores foram curados e 142 apresentaram resultado negativo para Covid-19 e já retornaram as suas atividades. Mais de 300 exames já foram feitos até o momento.
Já no Hospital de Base, 16 exames feitos em servidores apresentaram resultado negativo. No total, 195 trabalhadores da saúde foram afastados. Dois servidores da saúde estão internados, uma na Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI) e outro no Cemetron.
No Hospital Regional de Extrema, distrito de Porto Velho, seis servidores foram infectados com a doença e nove aguardam o resultado de exames. Todos estão afastados.

Durante a coletiva, Fernando Máximo foi questionado se havia a possibilidade de contratações de novos hospitais particulares e ele confirmou. “Nós estamos estudando todas as possibilidades como a de aluguel de outros hospitais, arrendamento, compra e construção de um hospital de campanha. Infelizmente, o cenário de Rondônia tem piorado, o número de casos confirmados, mortes e internações tem aumentado bastante”, disse o secretário.

O Estado já contratou o Hospital Prontocordis e já até pagou mais de R$ 3,3 milhões no último dia 24.
Fernando Máximo informou ainda, que os leitos do Cemetron, reservados exclusivamente para pacientes do Covid-19, estão todos ocupados. Na Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI), ainda existem leitos disponíveis para internação, em caso de necessidade.

Túnel de descontaminação de servidores

Para garantir a proteção dos servidores da saúde, que estão na linha de frente no enfrentamento ao Coronavírus, a Sesau juntamente com a Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fapero), montou um túnel de descontaminação na entrada no Cemetron de Porto Velho. O túnel foi desenvolvido pela Unir.

O diretor da Fapero, Leandro Dill, explica que todos os servidores passarão por um túnel com uma névoa de solução de quaternário de amônio. “Essa descontaminação será feita na chegada e na saída dos servidores. Havendo a possibilidade de algum tipo de doença, esse vírus é eliminado ao passar no túnel. Tudo isso é para proteger os trabalhadores e suas famílias”, explicou o diretor.

Leandro disse ainda que essa solução usada para descontaminar os servidores, não causa reação. “A solução de quaternário de amônio é segura, desde que seja garantida a utilização das últimas inovações que houve nessa linha desinfecção”, finalizou.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions