Rondônia, segunda-feira, 17 de janeiro de 2022
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Nacional

Publicado em Sexta, 03 de Dezembro de 2021 - 07h52

O carnaval será cancelado em 2022?

O aparecimento de uma nova variante da Covid-19 pode pôr em risco o Carnaval do ano que vem
da Redação


O carnaval será cancelado em 2022?

O mundo mudou a partir de dezembro de 2019 quando casos de uma “nova doença” pulmonar começaram a ser reportados em Wuhan, na China. Era a Covid-19 que provocaria uma pandemia global e mudaria completamente o mundo em que vivemos. No Brasil, o vírus chegou em fevereiro de 2020, mas foi só a partir de março daquele ano que as coisas começaram a ficar realmente sérias e as primeiras medidas de isolamento social começaram a ser implantadas por governos estaduais e municipais de todo o país. Naquele mesmo ano de 2020, aconteceu pela última vez o Carnaval da forma como nós conhecíamos. Ou seja, com muita festa e comemoração por todo o Brasil. Com blocos e desfiles em quase todas as cidades do país. Aquele foi o último Carnaval, “com cara de Carnaval”, a acontecer no Brasil. Isso porque, em 2021 a festa foi cancelada devido a gravidade da pandemia no país e à necessidade de medidas de isolamento social para conter a propagação do vírus. Mas e em 2022? Será que a festa irá ocorrer? É sobre isso que nós da betsonly.net falaremos hoje nesse texto.

O Carnaval é a maior festa popular do mundo e também uma parte fundamental da identidade do Brasil como nação. Portanto, o cancelamento de uma festa que é comemorada há séculos e que envolve todo o país, é algo que afeta, de uma forma ou de outra, todos brasileiros. Assim sendo, muita gente tem interesse em saber se o carnaval será ou não celebrado ano que vem. 2020, foi um ano bastante difícil para a maioria dos brasileiros, com uma pandemia fora de controle, a economia em desarranjo e a morte de centenas de milhares de pessoas. 2021, no entanto, começou com bastante esperança e provou ser um ano melhor que o anterior. Com a vacinação em massa de milhões de brasileiros por todo o país, a pandemia finalmente começou a ser controlada. O número de mortes e internações caiu sensivelmente e a maioria dos governos estaduais e municipais reduziu drasticamente as medidas de isolamento social impostas no ano anterior. Com isso, a maioria das pessoas voltou a ter uma vida, relativamente, normal. O comércio voltou a poder abrir as portas e poucas medidas (como o uso obrigatório de máscaras, por exemplo) de isolamento social foram mantidas.

Por isso, muita gente acreditou que, pela primeira vez em quase dois anos, o fim de ano e o ínicio do próximo ano seriam “normais”, como foram até 2019. Ou seja, com Natal em família, festas de Réveillon e o Carnaval em 2022. Contudo, algo novo aconteceu e que pode perturbar esse cenário: a Ômicron. Uma nova variante do SARS-CoV-2 (o vírus que causa a COVID-19) que vem se espalhando e causando preocupação no mundo todo. Ninguém sabe direito ainda, o que essa nova variante pode trazer. Se ela será mais grave que as variantes anteriores do vírus ou não. Portanto, governos do mundo já começaram a se preparar para o que pode vir e, dessa forma, começaram a reinstaurar restrições e lockdowns que haviam sido retirados devido ao avanço da vacinação e, consequente, diminuição no número de casos e mortes. No Brasil, diversas cidades já anunciaram restrições na comemoração do Natal, cancelamento das festas de Réveillon e do Carnaval.

Mas, e daí? O Carnaval do ano que vem será cancelado ou não? Bem, essa é uma pergunta difícil de se responder. Tudo dependerá de como o vírus irá se comportar. Se o vírus realmente se tornar uma ameaça real e começar a causar aumento no número de contaminações, internações e mortes, é bem provável que governos estaduais e municipais por todo o país cancelem a festa mais popular do Brasil. Se, por outro lado, o vírus não conseguir ultrapassar a “barreira vacinal” e acabar não representando uma ameaça tão grande assim e, dessa forma, não conseguir causar aumento no número de contaminações, internações e mortes, é bem provável que a festa seja mantida mesmo que com algumas restrições. É importante lembrar que quem vive do Carnaval já está preparado para que ele ocorra. Isso inclui as grandes escolas de samba do Rio e de São Paulo que começam a preparar seus desfiles meses antes do Carnaval acontecer. Esse grupo de pessoas terá um enorme prejuízo se a festa não ocorrer, principalmente, considerando o fato de que esse seria o segundo ano consecutivo sem Carnaval. Portanto, é de se esperar que ocorra uma enorme pressão, por parte de alguns setores sociais, para que a festa do ano que vem ocorra.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions