Rondoniagora.com

Rondônia, 03 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Opinião

Crescimento do agronegócio na capital fortalece ainda mais Rondônia, diz Maurão

Quarta-feira, 24 Agosto de 2016 - 18:34 | Da Assessoria


Crescimento do agronegócio na capital fortalece ainda mais Rondônia, diz Maurão
Ao participar na manhã desta quarta-feira (24), da solenidade de abertura da 2ª Feira de Negócios e Tecnologias Rurais Sustentáveis de Porto Velho, a Portoagro, o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), destacou que o crescimento do agronegócio na capital fortalece ainda mais a economia de Rondônia.

Para o deputado, por ser o município que conta com a maior extensão territorial, Porto Velho pode contribuir muito mais com a expansão do setor produtivo, com novas tecnologias e de maneira sustentável.

“A capital já possui o maior rebanho bovino de Rondônia. A soja e o arroz estão ganhando espaço, junto com outras culturas. A Portoagro é decisiva nesse processo de estímulo e fomento do agronegócio e a Assembleia tem sido parceira, desde a primeira edição do evento”, observou.

Durante a solenidade, o presidente assinou a liberação de um convênio com a Portoagro, no valor de R$ 355 mil, para apoiar na realização da Feira, que tem como objetivo o fomento ao agronegócio e o financiamento das atividades ligadas ao setor produtivo.

O governador em exercício, Daniel Pereira (PSB), o deputado estadual Adelino Follador (DEM), o presidente da Associação dos Produtores de Rondônia (Apro), Adélio Barofaldi, representantes do governo e da prefeitura, além de dirigentes de entidades ligadas ao setor, prestigiaram a solenidade.

“A capital mostra a sua força e a sua vocação também para o agronegócio, nas mais variadas frentes. Nosso desafio é o de transformarmos o pequeno produtor num empreendedor rural e para isso é preciso agregar valor aos nossos produtos”, explicou Barofaldi.

II Portoagro

Realizada no Parque dos Tanques, a Feira ocorre até o próximo domingo (28) e a expectativa é que uma média de 60 mil pessoas circule pelo local, que deverá movimentar aproximadamente R$ 250 milhões em financiamentos e pelo menos R$ 20 milhões em vendas diretas.

A entrada é gratuita. Serão cerca de 60 estandes com produtos e serviços ligados à atividade produtiva, como insumos, máquinas, tratores e implementos. Há ainda a exposição de artesanato e de agroindústrias familiares, apoiados pela Emater.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News