Rondoniagora.com

Rondônia, 30 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Polícia

Apontado como matador do vigilante no centro de zoonoses se entrega após comparsa delatar o crime

Quinta-feira, 24 Novembro de 2016 - 15:46 | da Redação


Apontado como matador do vigilante no centro de zoonoses se entrega após comparsa delatar o crime

Já está preso Brando Silva de Almeida, 20 anos, apontado como autor de um único disparo que matou o vigilante Denílson Ferreira da Silva, de 44 anos, na tarde de segunda-feira. Ele entregou-se na Delegacia Especializada em Repressão a Furtos, Roubos, Extorsões, Seqüestro, Estelionatos e outras Fraudes (DERFRESEF) nesta quinta-feira, negou o crime, mas as evidências são grandes: além de ter sido delatado pelo comparsa, Alisson Prado dos Santos, de 20 anos, foi reconhecido por duas testemunhas e também está com marcas de bala no corpo. Ele foi preso em cumprimento a preventiva.

Pela manhã, em coletiva, o delegado José Marcos explicou como o crime aconteceu.

Alisson foi preso na quarta-feira com um revólver calibre 38 e uma motocicleta que foram usados no crime. “Ele é a pessoa que chegou pilotando a moto. A prisão ocorreu após ele fugir por diversos quintais, pulando muros e a população foi informando por onde ele havia passado. Ele estava com o revólver calibre 38 usado no latrocínio. A arma que matou o vigilante foi uma pistola calibre ponto 40”, disse.

O vigilante Denílson Ferreira da Silva, de 44 anos foi morto da tarde de segunda-feira, no local de trabalho, o Centro de Controle de Zoonoses da capital. Segundo o próprio delegado, a dupla foi ao local com a intenção de roubar a arma. “Os criminosos já foram convictos que foram buscar a arma de fogo. Eles se uniram para roubar a arma. Nós temos visto muitos agentes de segurança pública e vigilantes que têm sido atacados. Nesse caso, a vítima ainda trocou tiros com o criminoso, que ainda está foragido, e o atingiu. Infelizmente, o criminoso efetuou apenas um único disparo que matou o vigilante”.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News