Rondônia, quarta-feira, 23 de outubro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Polícia

Publicado em Quinta, 21 de Julho de 2016 - 14h28

Casos de dengue, zika e chikungunya reduzem em Porto Velho, diz Semusa

Da Redacao


VEJA TAMBÉM

Ginásio poliesportivo esperado em Rolim de Moura pode virar criadouro do aedes

Mais de 1,6 mil agentes trabalham no combate
ao Aedes aegypti em Rondônia

Casos de dengue sobem mais de 250% nos primeiros quatro meses de 2016

Casos suspeitos de dengue deixam Buritis em estado de surto

Os casos de dengue na cidade de Porto Velho vêm diminuindo nos últimos meses, conforme informou Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Os dados mostram que o período de estiagem no estado, conhecido como verão amazônico, tem contribuído para essa redução. Em junho foram confirmadas apenas quatro pessoas com a doença das 47 notificações. Em maio também já tinha sido notado uma redução dos casos confirmados: foram 27. Desde o final do ano passado, equipes de saúde com apoio das forças armadas intensificaram o combate ao mosquito Aedes aegypti na capital.

O tempo seco, segundo a Semusa, é um fator importante para essa queda de contaminações, porque mesmo que não mate o mosquito e a larva, o clima seco dificulta a proliferação do mosquito. Ao mesmo tempo auxilia no combate, uma vez que sem água, o mosquito não consegue reproduzir seus ovos. Fevereiro foi o mês que mais registrou casos de notificações na capital, foram 232, seguido de março com 150.

Desde janeiro deste ano, o trabalho de combate ao mosquito foi intensificado. Foram visitas de agentes de saúde juntamente com homens das forças armadas, que continuam fazendo o mapeamento das zonas onde o índice de registro ainda continua elevado. Para a Semusa, a população entendeu o recado e vem colaborando no combate ao mosquito transmissor da dengue, zika  e chinkungunya.

Na capital, os muitos terrenos abandonados e cheio de matos, também são criadouros em potencial. Os donos desses locais estão sendo notificados, tanto na área urbana do município como nos distritos, caso não cumpram com as exigências, os proprietários serão multados, garante a Semusa.

As denuncias referentes a terrenos baldios e abandonados podem ser feitas pelos telefones 0800 647 1320 (Sema) e 0800 647 1390 (Semusb). Em caso de denúncia contra estabelecimentos comerciais irregulares, poderá ser feita pelo telefone 0800 647 0009 (Dvisa). 

Estado

O último boletim epidemiológico divulgado pela Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) mostra que de janeiro até o 11 de junho deste ano foram 11.786 notificações de casos de dengue nos 52 municípios de Rondônia. Destes, 3.387 foram confirmados, com duas mortes. Frente a 2015, o crescimento foi de 213,12% nas notificações. De todos os municípios, apenas Governador Jorge Teixeira não confirmou nenhum caso, até então. Já os casos de zika somam 118, enquanto chikungunya são 29.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/policia/casos-de-dengue-zika-e-chikungunya-reduzem-em-porto-velho-diz-semusa)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions