Rondoniagora.com

Rondônia, 04 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Polícia

Secretário diz estranhar greve e afirma que professores recebem bem

Quinta-feira, 31 Março de 2016 - 13:15 | Da Redacao


A prefeitura de Porto Velho garante que os profissionais em educação do município já receberam valorização salarial que, em alguns casos, chega a 60%. De acordo com o secretário municipal de administração, Mário Medeiros, o cenário atual é de crise, e a prefeitura está honrando com os compromissos, por isso, não pode oferecer uma proposta melhor a categoria. Em reunião realizada na última terça-feira (29), a prefeitura propôs um reajuste de R$ 40 ou a incorporação da gratificação de R$ 80 concedida no ano passado. A proposta foi recusada pela classe. “Os professores, na nossa gestão tiveram um reconhecimento bastante significativo, aonde nós temos melhorias salariais feitas nesses últimos três anos que ultrapassam em alguns casos até 60%. Pegamos os salários dos professores em 2013 como um dos piores do estado. Era menos de R$ 2 mil. E nós hoje colocamos como sendo um dos melhores do estado, maior até do que o estado. O professor que menos ganhou, em início de carreira, ganhou 30%”, garante Mário Medeiros.

O secretário diz que entende e respeita a reivindicação da categoria, mas alega estranheza na greve. Segundo ele, a crise nacional tem afetado a arrecadação, e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) não tem sido suficiente para quitar a folha de pagamento. “O repasse do Fundeb está em queda e não é suficiente para pagar os professores. Não podemos garantir que o Fundeb dá pra pagar os professores. Nós gastamos em recurso próprio. Em 2015, foram gasto acima de 28%”, garante o secretário. Do repasse do Fundo, 60% são destinados exclusivamente para o pagamento de folha salarial dos profissionais do magistério.

No demonstrativo de repasse do Fundo, a prefeitura de Porto Velho recebeu em fevereiro deste ano R$ 13.616.522,03, no ano passado, o repasse foi de R$ 12.402.698, 02. Já em março deste ano o repasse até a manhã desta quinta-feira (31) está em R$ 10.416.514,86. Março de 2015 fechou com R$ 10.104.273,97.

Os valores apresentados pela prefeitura, mostram que um professor, com carga horária de 40 horas semanais o salário base inicial é R$ 2.140,36. Se ele foi contratado em 2012 e recebe gratificações, o valor sobe para R$ 3.902,86. Em termos comparativos, um educador contratado em 1985 recebe hoje cerca de R$ 4.103,86.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News