Rondônia, 26 de Novembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Polícia

Suspeito de ter matado morador de invasão se entrega e alega legítima defesa

Jaisson de Souza deve ser ouvido e liberado em seguida. Nesta terça-feira, esposa da vítima também presta depoimento.

Terça-feira, 06 Dezembro de 2016 - 11:11 | da Redação


Suspeito de ter matado morador de invasão se entrega e alega legítima defesa
Francisco foi morto dia 1º de dezembro (Foto: Cleidson Silva/Rondoniagora)

O suspeito de ter matado a facadas Francisco Beleza de Sá, 30 anos, em uma invasão na Rua Cordeiro, Bairro Cascalheira, Zona Leste de Porto Velho, se apresentou na Delegacia Especializada em Repressão de Crimes contra a Vida (Homicídios) na manhã desta terça-feira (6) na companhia de um advogado. Jaisson de Souza alega ter cometido o crime em legítima defesa. O crime ocorreu no dia 1º de dezembro.


O advogado Anderson dos Santos Mendes conta que foi convocado para acompanhar o suspeito nesta terça. Segundo ele, Jaisson alegou que no dia do crime estava de folga em casa e a vítima, juntamente com mais outras três pessoas, já tinha passagens pela polícia e estava cobrando uma espécie de pedágio dos moradores.

“No dia do acontecido, ele estava em casa, acordou por volta das 11 horas, foi para o quintal e estava comendo uma manga. Quando o sobrinho dele, de 10 anos, chegou da escola chorando, dizendo que um homem correu atrás dele com um pedaço de pau e que iria bater nele. A mãe da criança então seguiu para verificar e ele a seguiu. O cara (vítima) estava alterado e Jaisson pediu para parar com a confusão. Mas, a vítima teria dito ‘a conversa melhorou porque eu já matei um pra matar outro não custa nada’. Ai a confusão começou. O cara foi pra cima dele junto com um outro com um terçado. Como ele estava com a faca que comia a manga, ele esfaqueou o cara pra se defender”, conta o advogado.

Logo após o crime, Jaisson teria fugido e se escondido por medo e por não ter ninguém pra apresentá-lo. Ele não se feriu na confusão. Jaisson deve ser ouvido pelo delegado da Homicídios e pode ser liberado em seguida, tendo em vista que não há mandados de prisão contra ele.

No momento em que o suspeito se entregou nesta terça-feira, a esposa da vítima prestava depoimento. Ela já tinha sido convocada pelo delegado.

O crime
Francisco Beleza de Sá, de 30 anos, foi morto a facadas. No dia do crime, a Polícia Militar apurou com vizinhos que a vítima estava bebendo desde cedo em casa, quando um desconhecido chegou e eles começaram a discutir. Em dado momento o agressor armou-se com uma faca e atingiu Francisco em várias partes do corpo, principalmente na barriga e costas. Em seguida o criminoso fugiu. Francisco foi socorrido por populares que ainda acionaram o Samu, mas ele morreu logo em seguida.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também