Rondônia, segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Terça, 18 de Maio de 2010 - 10h00

Adiada audiência pública para debater problemas na saúde de Porto Velho

ALE


O deputado estadual Doutor Alexandre Brito (PSDB) apresentou requerimento durante sessão plenária da Assembléia Legislativa, solicitando o adiamento da audiência pública para debater o caos na saúde pública de Porto Velho, previamente marcada para o dia 26 de maio, para o próximo dia 9 de junho, às 15 horas no plenário da ALE. Segundo o parlamentar se faz necessário ampliar a mobilização da comunidade e segmentos sociais, para desta forma se firmar um pacto pela solução dos problemas de saúde da capital. Na audiência pública, o deputado Doutor Alexandre Brito disse que vai mais uma vez colocar para discussão do conjunto da sociedade, a necessidade urgente de criação e instalação do Pronto Socorro do Município de Porto Velho, com o eventual aproveitamento do prédio anteriormente edificado para abrigar o Hospital do Câncer, hoje sem nenhuma utilidade.

Para esta audiência pública a mesa diretora da Assembléia Legislativa efetivou convite para as seguintes instituições: Secretaria Estadual de Saúde; Secretaria Municipal de Saúde; Conselho Estadual de Saúde; Conselho Municipal de Saúde; Ministério Público Estadual; Ministério da Saúde; Câmara Municipal de Porto Velho; coordenadores e alunos dos cursos de medicina das Faculdades – Aparício Carvalho, São Lucas e Fundação Universidade Federal de Rondônia; representantes do consórcio responsável pela a construção das Usinas do Rio Madeira; representações do Rotary Clube, Lions Clube e Ordem Maçônica; Conselho Regional de Medicina; Conselho Regional de Enfermagem, Conselho Regional de Farmácia; diretores dos hospitais João Paulo II, de Base, e Cosme e Damião; e os deputados estaduais, membros da Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa de Rondônia.

Ao final declarou o deputado: “Crianças, jovens e idosos jogados ao chão nas unidades da rede pública de saúde e o aumento do contingente populacional com o advento da construção das usinas do Rio de Madeira, são os principais ingredientes, que contribuem para a superlotação das unidades estaduais, como no caso do Hospital de Base, Hospital João Paulo II e Hospital Infantil Cosme e Damião, e enquanto isto necessário se faz cobrar responsabilidades da Prefeitura que é a responsável, a gestora pelo atendimento básico da população da capital.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions