Rondônia, 29 de Novembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Política

Comissão chega a Rondônia na madrugada; senadores visitarão Machadinho, Cujubim e depois promovem debate na ALE

Quarta-feira, 23 Abril de 2008 - 15:41 | RONDONIAGORA.COM



Os senadores Jayme Campos (DEM-MT), Gilberto Goellner (DEM-MT), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Expedito Junior (PR-RO), Sibá Machado (PT-AC) e João Ribeiro (PR-TO) chegarão na madrugada desta quinta-feira a Rondônia para avaliar e debater a crise no setor produtivo criada com a operação “Arco de Fogo”. Pela manhã, os parlamentares visitam os municípios de Machadinho do Oeste, onde há 8 madeireiras lacradas, inclusive do presidente da Assembléia Legislativa de Rondônia, Neodi Carlos Oliveira (PSDC), e Cujubim. Os senadores fazem parte da subcomissão temporária ligada a Comissão do Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle. A mesma visita foi realizada na semana passada no Pará. Ao final do dia, haverá um debate no plenário da Assembléia Legislativa.
Em release encaminhado agora à tarde as redações, o Departamento de Comunicação do Governo confirmou a participação do governador Ivo Cassol (sem partido), inclusive nos sobrevôos sobre as áreas consideradas de grande risco de desmatamento. O chefe do Executivo rondoniense acha de grande importância a vinda da comissão para tentar resolver o impasse no Estado. “A operação está punindo pessoas que trabalham de forma legal. É necessário rever os critérios adotados pela operação para punir pessoas que realmente trabalham na ilegalidade”, observou.
Em Cujubim e Machadinho, empresários locais, industriais e trabalhadores ligados à exploração de madeira condenam a Operação Arco de Fogo, desencadeada há mais de dois meses pela Polícia Federal, juntamente com Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Força Nacional de Segurança para combater o desmatamento ilegal, o que suspendeu o corte de madeira na região e gerou o fechamento de várias madeireiras, causando desemprego e perda de arrecadação.
Para os senadores, a suspensão das ações da Operação Arco de Fogo é necessária para que as duas comissões tenham tempo de avaliar a eficácia dela e propor alternativas aos setores econômicos locais que se encontram paralisados, em decorrência da intervenção.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também