Rondoniagora.com

Rondônia, 05 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Política

Deputada Lúcia Tereza pede entendimento entre Sedam e madeireiros em audiência

Terça-feira, 14 Junho de 2016 - 13:01 | Da Redacao


Na última semana foi realizada no Plenário da Assembleia, reunião de trabalho envolvendo o setor madeireiro, diretoria e equipe técnica da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam).

A audiência pública foi proposta pelo deputado Alex Redano (PRB) em atendimento aos muitos pedidos do setor produtivo de madeira do estado para se discutir a morosidade para a liberação de planos de manejos e as licenças ambientais. As discussões foram presididas pelo deputado Jean de Oliveira (PMDB), que é o presidente da Comissão de Meio Ambiente.

Ao participar dos debates, a deputada Lúcia Tereza (PP) deu a sua contribuição, questionando a Sedam nas suas ações.  Ao final da audiência pública a parlamentar se mostrou surpresa com os elogios a pasta e ao secretário pelos avanços na atuação da Sedam.

A parlamentar afirmou que espera acreditar que esses avanços de fato sejam concretos e que irá apoiar todos que desejem trabalhar, contribuir, produzir e preservar. Lúcia Tereza destacou que o setor madeireiro garante uma grande fatia dos impostos que são pagos ao estado e por isso merece um tratamento diferenciado.

Durante a sua fala a deputada Lúcia sugeriu que a Sedam trabalhe com mais ações educativas voltadas para o setor madeireiro. “Não é só autuar o empresário madeireiro, é preciso também investir na informação e conscientização dos empresários para as mudanças e a novas regras”.

Participaram da reunião os deputados Edson Martins (PMDB), Ribamar Araújo (PR), Lazinho da Fetagro (PT) e Dr. Neidson (PMN), o secretário da Sedam, Vilson de Salles Machado, o secretário adjunto, Francisco de Sales, além de técnicos e engenheiros da pasta.

A parlamentar citou a ausência de empresários do setor madeireiro que deveriam participar da reunião e dar a sua contribuição, apresentando os gargalos do setor do extrativismo vegetal e também confirmar as denúncias das arbitrariedades praticadas pela Sedam.

Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News