Rondônia, segunda-feira, 20 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 20 de Março de 2013 - 19h29

Deputado Neodi cobra do Dnit a recuperação da BR-364

Assessoria


O deputado Neodi (PSDC) elogiou evento realizado em Machadinho do Oeste no último dia 8, quando ocorreu a entrega de equipamentos que beneficiarão agricultores, adquiridos pelo Executivo através de uma emenda de sua autoria. Em seguida, ele disse ao deputado Eurípedes Lebrão (PTN) que o governador lhe garantiu que os recursos das emendas parlamentares dos demais deputados serão liberados. Depois disso Neodi concedeu um aparte ao colega.

Em aparte, Lebrão disse que a questão das emendas transforma os deputados em mentirosos, porque o Executivo as cancela. “Assim, tira nossa força política. “Quero agradecer ao deputado Neodi que devolveu recursos quando era presidente e com isso foram executadas muitas obras que atenderam a população. Aprovamos tudo o que o atual governo pede, mas a liberação de emendas é fundamental para que possamos desenvolver nosso trabalho”.

Neodi também agradeceu ao governador, que deverá no próximo dia 22 liberar ordem de serviço para que o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) autorize o asfaltamento de 35 quilômetros de ruas em Machadinho. “O governador também vai autorizar o envio de máquinas para a recuperação de estradas. Ele está realizando o sonho da população que mora em Machadinho do Oeste”, afirmou.

Ele destacou, ainda, que o Executivo vai autorizar a construção de uma ponte de concreto a 3 quilômetros de Machadinho, na estrada que liga o município ao Mato Grosso, e também a construção de uma residência do DER. “Em breve estarão chegando máquinas novas, que serão encaminhadas à residência”, acrescentou.

O deputado Neodi também lembrou que todos os anos, nesta época, o ex-deputado Jesualdo Pires (PSB), hoje prefeito de Ji-Paraná, estava cobrando o Dnit devido à situação da BR-364. De acordo com o parlamentar, a impressão que se tem é que Rondônia não faz parte da federação, porque as obras na BR-364 estão uma vergonha.

O deputado Jean Oliveira (PSDB), em aparte, disse que os parlamentares de Rondônia precisam discutir a situação da BR-364, que apesar de ser uma rodovia federal, está em solo rondoniense. “O governo do Estado está sendo prejudicado com as iniciativas do governo federal. Estados vizinhos, como o Acre, recebem dinheiro da União para dar manutenção à malha viária federal. Rondônia fica em segundo plano. Devemos ir ao Acre estudar o modelo daquele Estado e cobrar igual tratamento”, acrescentou.

Neodi Carlos disse que há alguma coisa errada em relação ao Dnit, e não adianta dizer que o governo federal abandonou Rondônia. “Nunca veio tanto dinheiro para cá, como agora. Veio para o Estado uma grande quantidade de recursos, através do PAC”, explicou. Em seguida ele concedeu aparte ao deputado Saulo Moreira (PDT). “O que acontece em Rondônia é um absurdo. O desmoronamento de um trecho da BR-364 perto de Porto Velho demorou mais de 30 dias para ser resolvido. A situação da rodovia é difícil. É capaz que tenha que ser feito um desvio na região de Ariquemes. É um absurdo o que está acontecendo”, disse Saulo Moreira.

O deputado Marco Donadon (PMDB) explicou que toda semana percorre o trecho entre Porto Velho e Vilhena. Ele afirmou que é “uma tragédia” ter que passar pela rodovia, que tem matado muitas pessoas todos os anos. “Os caminhoneiros desviam dos buracos e vão para cima dos carros. Acidentes envolvendo caminhões são constantes. Os 24 deputados devem fazer um documento para encaminhar ao Dnit e à presidente Dilma manifestando a insatisfação da população. Há R$ 111 milhões assegurados para recuperar a rodovia, mas é preciso agilidade”, destacou.

O deputado Adelino Follador (DEM) parabenizou o deputado Neodi e sugeriu ao presidente da Assembléia Legislativa, deputado Hermínio Coelho (PSD) uma visita ao Dnit em Brasília para buscar uma solução. “Precisamos ir na audiência. Quanto mais deputados puderem ir, melhor. No sábado à noite passei pela BR-364. Tive problemas com três pneus e vi uma carreta tombada na estrada”, acrescentou.

O deputado Luizinho Goebel (PV) disse ter acompanhado diversos prefeitos em viagem a Brasília, ao longo de seu mandato. Ele reclamou que na BR-429 não foram construídas pontes de concreto, e isso tem prejudicado a população. “Os atoleiros são muitos e a rodovia é importante. O governo federal não faz, o governo do Estado não age porque a estrada é federalizada e a população fica sofrendo”, afirmou.

O deputado Valdivino Tucura (PRP) disse ter conversado com o engenheiro de uma empresa encarregada de executar obras na BR-364. “Ele me disse que o trabalho é mal feito. Precisamos de apoio dos nossos senadores, para levar essa discussão a Brasília”, afirmou.

O deputado Claudio Carvalho (PT) disse não concordar com as afirmações de que o governo federal não fez investimentos em Rondônia. “Mas é claro que a BR-364 precisa de socorro. O Dnit é responsável pelas rodovias de Rondônia e Acre. Estive no Nordeste e vi que lá as estradas estão em boas condições. Entendo que cabe à Assembléia Legislativa cobrar o Dnit. Não podemos permitir que o povo continue morrendo na BR. Não é falta de dinheiro, porque os recursos estão alocados”, detalhou.

Neodi voltou a dizer que nunca houve tantos investimentos de recursos do governo federal no Estado como agora. “Precisamos apurar o que está acontecendo no Dnit, porque é uma falta de responsabilidade. Somente em Rondônia há esse tipo de problema”, destacou. Em seguida ele sugeriu ao deputado Hermínio Coelho que peça uma audiência em Brasília para resolver essa questão.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions