Rondônia, domingo, 18 de fevereiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quinta, 10 de Outubro de 2013 - 11h16

Deputado Neodi sai em defesa dos servidores do Idaron

ALE


O deputado Neodi Carlos (PSDC-Machadinho) saiu em defesa dos servidores do Idaron, que manifestaram interesse em receber o mesmo tratamento concedido aos demais funcionários do Estado na questão da carga horária de trabalho. Através de decreto, o governador Confúcio Moura (PMDB) determinou expediente das 7 às 13 horas.“Ocorre que presidente do Idaron não quer cumprir essa determinação e disse que não aceita conversar com a categoria. Isso é um absurdo. Se ele não respeita determinação do governador, não aceita conversar com os funcionários e não faz o dever de casa, fica complicado”, disse.

Neodi explicou que todos os servidores estão dispostos, durante a campanha de vacinação pra erradicar da febre aftosa, cumprir o horário integral e, se for o caso, até a noite. “Muitos servidores têm feito isso para atender o pequeno agricultor que vem do sítio até o Idaron para fazer o registro da vacinação do rebanho. Quando acabar a campanha de vacinação, eles querem receber o mesmo tratamento concedido aos demais funcionários públicos”, explicou.

Para Neodi, o atual presidente do Idaron tem atuando de uma forma totalmente inversa no setor. “Temos relatos de agricultor que foi preso e multado porque estava carregando quatro galinhas em cima de uma bicicleta. Isso é um absurdo, é vergonhoso! Não é admissível essa atitude. Falta bom senso e respeito com o setor produtivo”.

Segundo o parlamentar, o governador Confúcio Moura precisa tomar uma decisão. “O governador foi eleito para governar, não para ser desrespeitado por uma pessoa que ocupa um cargo de confiança. É uma situação que me deixa revoltado, principalmente quando não se respeita o servidor público”.

Ele disse que o Idaron tem um quadro de funcionários excelente. “São servidores que estão fazendo o dever de casa, mas infelizmente nos temos um presidente do Idaron que não tem competência para estar no cargo”, desabafou. Para Neodi, os servidores precisam ser valorizados. “Tem alguma coisa na contramão e o governador precisa tomar conhecimento da situação”.

Neodi acrescentou que os servidores do Idaron conseguiram fazer a diferença ao longo do últimos anos. “Foi graças ao trabalho desses funcionários que hoje Rondônia saiu do risco desconhecido para um exportador de carne para o mundo”.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions