Rondônia, terça-feira, 7 de dezembro de 2021
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 07 de Abril de 2010 - 15h24

Governador envia carta ao presidente pedindo providências a Receita

Decom


Preocupado em agilizar o processo de exportação e importação, que vem tendo um crescimento considerável, elevando o desenvolvimento e a economia do Estado de Rondônia, o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social (Sedes), elaborou e enviou nova carta oficial ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva com cópia para o ministro da Fazenda, Guido Mantega; ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel João Jorge Filho; secretário da Receita Federal, Otacílio Dantas Cartaxo e para o delegado da Receita Federal em Rondônia, Afonso Tomal Júnior, solicitando, mais uma vez, o aumento do quadro de profissionais nos órgãos da Receita Federal em Rondônia, para dinamizar o crescimento aduaneiro no Estado.

No ano passado, durante viagem ao Peru, quando se encontrou com o presidente Lula, o governador de Rondônia alertou para as fragilidades institucionais que poderiam afetar o ritmo das ações em Rondônia, inclusive entregou nas mãos do presidente uma carta solicitando providências.

No novo documento enviado ao presidente Lula, o governador João Cahulla explica que desde janeiro de 2010, a empresa que vai fornecer as turbinas para o complexo hidrelétrico do rio Madeira, aguarda o desembaraçamento aduaneiro dos equipamentos importados e que se encontram desembarcados no pátio da administração do Porto, o que gera custo diário de armazenamento. Sendo que, a demora se deve ao reduzido quadro de profissionais para a execução desses serviços.

O governador expressa ainda, sua preocupação com o tempo que a Receita Federal leva para fiscalizar e despachar as mercadorias, que em sua opinião, poderá gerar grandes prejuízos no cumprimento do cronograma das obras do complexo hidrelétrico do rio Madeira. Ressalta também, que a administração estadual está fazendo o dever de casa, concedendo incentivos tributários e financeiros para modernização do parque industrial já instalado em Rondônia, bem como para a atração de novos investimentos, dotando de melhorias a infra-estrutura portuária, viabilizando a qualificação profissional para a inserção dos trabalhadores no mercado de trabalho, o que tem assegurado maior competitividade à produção local e conseqüentemente manutenção do crescimento socioeconômico, mas por outro lado, entraves como estes, poderão por à perder todos os esforços envidados.

Para o secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social, Marco Antônio Petisco, Rondônia não pode ficar inerte ante esses estrangulamentos, os quais inviabilizam o momento de positivas transformações vivenciadas no estado. “É só olhar a nossa balança comercial para verificarmos seu crescimento”, concluiu o secretário.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions