Rondônia, domingo, 19 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Domingo, 11 de Maio de 2014 - 11h09

GRUPO NÃO QUER PT, DIZ PRÉ-CANDIDATO DO PP

RONDONIAGORA


GRUPO NÃO QUER PT, DIZ PRÉ-CANDIDATO DO PP

Pré-candidato do PP ao Governo de Rondônia, o deputado estadual Maurão de Carvalho, disse ao RONDONIAGORATV, que o grupo de partidos aliados não aceita composição com o PT. Apenas o senador Ivo Cassol alimenta a expectativa de um pacto com o deputado federal Padre Ton. “Se o PT estiver junto os partidos estão fora e cada um vai procurar seu caminho”, explicou o deputado Maurão de Carvalho, lembrando do exemplo do deputado estadual Neodi Carlos, que hoje está no grupo do ex-senador Expedito Junior. Segundo ele, apenas o senador Ivo Cassol mantém conversações com o deputado Padre Ton e a nova cúpula do PT.

Na edição passada, o jornal Rondoniagora publicou matéria sobre a união de Cassol, Agnaldo Muniz e o PT. Na verdade, esse sonho é do deputado Padre Ton. Agnaldo Muniz, ferrenho opositor a ex-senadora Fátima Cleide, por causa do projeto de homofobia apoiado pela parlamentar, sentou com o deputado, mas deixou claro que não pretende caminhar com os petistas. “É muita incoerência”, disse ele aos correligionários e companheiros dos partidos aliados.

O grupo de 10 partidos anunciado por Maurão tem duas novidades. O PV do deputado estadual Luizinho Goebel, que estava propenso a juntar forças com o ex-senador Expedito Junior, e o PTB do deputado federal Nilton Capixaba. O parlamentar negociou com o grupo de Expedito e do governador Confúcio Moura, mas os partidos que circulam os caciques não permitiram a aproximação de Capixaba. Temem perder uma vaga na Câmara Federal, caso haja uma aliança proporcional. Sem nominata ainda definida, o grupo liderado por Cassol foi a melhor opção dos petebistas.

Família Cassol

A filha do senador Ivo Cassol, Karine Cassol, é hoje a presidente regional do PR. Ela deve disputar uma vaga na Assembleia Legislativa com apoio do pai. A esposa do parlamentar, Ivone Cassol (PP), está preparada para concorrer a um cargo majoritário, mas a decisão só será tomada no último momento. Ivone pode concorrer ao Senado. Por outro lado, cresceu uma conversa de bastidores de que a irmã do senador, Jaqueline Cassol (PR), estaria disposta a concorrer ao Governo. A informação não foi confirmada pela família, mas alguns assessores de Jaqueline de Cacoal mandaram releases a redação dos jornais informando da vontade da ex-diretora-geral do DETRAN.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions