Rondônia, segunda-feira, 20 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Segunda, 31 de Outubro de 2016 - 11h46

Hildon diz que nenhuma pasta está prometida e secretários serão técnicos e com ficha limpa

Da redação


Hildon diz que nenhuma pasta está prometida e secretários serão técnicos e com ficha limpa

Em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, 31, na sede do PSDB, o prefeito eleito de Porto Velho, Hildon Chaves, prestou novos esclarecimentos sobre o futuro governo municipal. Destacou a nomeação de um secretariado técnico e ficha limpa, lembrando da nomeação de um professor para dirigir a Educação nos próximos anos. Hildon frisou que apenas ele terá o poder de nomeação e que nenhuma secretaria está prometida ou acertada para grupos políticos e econômico. A coletiva foi acompanhada pela deputada federal Mariana Carvalho (PSDB), o vice-prefeito eleito Edgar do Boi (PSDC), e os presidentes regionais do PSDB, Expedito Junior, e PSDC, Neodi Carlos. Durante o dia de hoje Hildon percorre veículos de comunicação para entrevistas ao vivo e se reúne com o prefeito Mauro Nazif (PSB), o governador Confúcio Moura (PMDB), e os dirigentes do Tribunal de Contas, Edilson Silva; Tribunal de Justiça, Sansão Saldanha; e do Ministério Público, Airton Pedro Marin. Veja a seguir os principais pontos da entrevista:

Jornalista – O que ficou da campanha, ranço, ódio ou paz?

Hildon Chaves – Ficou paz e vontade de trabalhar. Começar a construir uma nova cidade. A campanha passou, passou e vamos olhar para frente, sempre em defesa de Porto Velho.

Jornalista – O senhor foi duramente atacado em sua honra durante a campanha pelos seus adversários. Não pretende buscar reparação?

Hildon Chaves – Eu não estou pensando nisso agora. Nós temos tantas responsabilidades, tanta coisa pra pensar e realizar em Porto Velho. Nós temos que nomear uma equipe de transição, começar a trabalhar imediatamente pela Capital. Não vou me preocupar com isso agora, meu foco é em frente e é Porto Velho.

Jornalista – Quais suas primeiras ações a partir do dia 1º de janeiro?

Hildon Chaves – As primeiras ações a partir de janeiro vão estar relacionadas a questão da infraestrutura das unidades de Saúde. Durante a transição, vamos ter 2 meses para tomar pé da real situação da prefeitura. Será o momento de identificar as prioridades e urgências para a cidade. Pretendo me reunir ainda hoje com o prefeito Mauro Nazif e a tarde com o governador Confúcio Moura, e depois com os presidentes do Tribunal de Contas, Tribunal de Justiça e o procurador-geral do Ministério Público para buscar apoio das instituições. Também estamos marcando um jantar com os senadores e deputados federais em Brasília e nesse sentido a deputada Mariana Carvalho vai nos auxiliar também pedindo apoio para nossa capital.

Jornalista – Como será sua relação com a Câmara de Vereadores?

Hildon Chaves – A relação com a Câmara será a melhor possível. Uma relação absolutamente republicana, respeitando o princípio constitucional da independência e harmonia dos poderes. A Câmara será tratada com todo respeito e atenção que precisa. Tenho certeza que também não faltará apoio naquilo que é de interesse da população de Porto Velho.

Jornalista – Como fica a situação do transporte coletivo, já que temos em andamento uma licitação?

Hildon Chaves – Nós temos duas situações possíveis. Há um processo licitatório em andamento e pode ser que o prefeito Mauro consume ou não. Consumado o processo, muito pouco podemos fazer a partir de janeiro já receberemos um contrato em andamento, mas se o prefeito Mauro cancelar, aí nós vamos chamar as federações, sindicatos, entidades de classe como um todo, para discutir o que nós queremos para o transporte. E será uma discussão absolutamente transparente, abrindo inclusive as planilhas de custos.

Jornalista – E sobre seu futuro secretariado?

Hildon Chaves – Neste momento, não tenho nenhum secretário municipal ou secretaria prometida. Chego a este momento com independência política absoluta. Vamos fazer as composições e arranjos políticos necessários inerentes a democracia, mas de forma transparente e republicano. Nosso secretariado será eminentemente técnico e nos próximos dias vamos fazer os convites necessários. Mas asseguro a todos vocês não tem nenhum nome pré-escolhido, por isso fizemos questão de dois partidos de largada, PSDB e PSDC. Outra detalhe é que só vamos nomear gente que entenda do assunto e seja ficha limpa. Por exemplo, assumi um compromisso durante a campanha com servidores da Educação de que o próximo secretário virá dos quadros da Educação. Será um professor ou professora, não sei quem ainda mas nós vamos começar a construir esse entendimento em breve. A nossa prioridade é ter um secretariado técnico, a prefeitura precisa funcionar, quando falo isso não estou em momento algum desmerecendo a nossa classe política, estou dizendo na minha gestão da prefeitura Porto Velho, pretendo ser mais técnico do que político.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions