Rondônia, sábado, 17 de fevereiro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 08 de Abril de 2015 - 16h36

Mortalidade materna no Brasil é a maior nos últimos anos, alerta Mariana Carvalho

João Albuquerque


A deputada Mariana Carvalho (PSDB - RO) participou, na terça-feira, 7 , na Comissão de Seguridade social e Família (CSSF), do debate sobre as ações para a redução da mortalidade materna aplicadas pelo Ministério da Saúde.Segundo a parlamentar, o relatório divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU) mostra claramente que os esforços realizados têm sido insuficientes para impedir as mortes maternas evitáveis, causadas por aborto, doença hipertensiva, hemorragias e infecção puerperal.

“A redução da mortalidade materna e neonatal no Brasil é um desafio para os serviços de saúde. O Brasil é o 4º país que menos reduz mortalidade materna no mundo”., declarou. “Abortos considerados ilegais estão entre as principais causas de morte de mães”, acrescentou Mariana Carvalho ao explicar que entre 2009 e 2011, por exemplo, morreram 1.757 mães brancas e 3.034 mães negras e pardas.

Ela disse ainda que de 2000 até 2013, o país teve a quarta pior taxa de redução dessas ocorrências no mundo, ao lado de Madagascar e atrás apenas da Guatemala, África do Sul e Iraque. A meta da ONU integra os oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), assinados em setembro de 2000 por 189 nações. “No último relatório divulgado pela ONU não conseguimos ver iniciativas para solucionar as questões relativas à saúde da mulher”, lamenta a tucana.

Ela destacou que a má formação dos profissionais que atendem no pré-natal e no parto; a peregrinação e filas de espera nos hospitais, o uso de tecnologias não baseadas em evidências e falta de acesso oportuno a serviços qualificados de urgência e emergência são problemas encontrados em todos os estados brasileiros. Para a congressista a relação entre mortalidade materna e direitos humanos aponta violação dos direitos humanos das mulheres, face a omissão e silêncio do Estado.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions