Rondoniagora.com

Rondônia, 06 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Política

Nota de esclarecimento do Governo de Rondônia sobre a greve na PM

Terça-feira, 19 Abril de 2011 - 11:23 | Decom


Leia abaixo nota de esclarecimento do Governo sobre a greve da PM:

O Governo de Rondônia estranha e lamenta a decisão de setores da Polícia Militar de deflagrarem movimento grevista, quando estão apenas iniciadas as discussões da pauta de reivindicações da categoria.

O atendimento a estas demandas não depende somente da vontade política do Governo, mas concretamente da capacidade do Estado de assimilar seus impactos financeiros.

Como é do conhecimento da sociedade rondoniense, o atual governo encontrou as finanças públicas em situação precária.

No entanto, num gesto democrático de boa vontade, o Governo mostrou-se aberto ao diálogo com a classe, tendo mantido, na última segunda-feira, canais de debate com entidades representativas dos Policiais Militares.

O Secretário de Estado da Segurança Pública, Defesa e Cidadania, Dr. Marcelo Bessa, recebeu lideranças de quatro associações representativas dos policiais militares (Associação dos Oficiais, Associação dos Praças, Associação dos Policiais Militares de Cacoal, Associação das Esposas e Familiares e Associação dos Policiais Militares do ex-território) em reunião pacífica. A principal reivindicação – o realinhamento salarial da categoria – foi encaminhada para as secretarias de Finanças e Planejamento para análise.

O Governador Confúcio Moura, por sua vez, recebeu no Palácio Getúlio Vargas, representantes da Assfapom, que levaram uma pauta de reivindicações contendo 18 itens. Destes, acatou 10 e está analisando a viabilidade de outras duas.

O governo mantém sua posição de diálogo e espera que o movimento de greve seja suspenso, pelo bem da ordem pública e da segurança dos rondonienses.

Cabe aqui salientar, mais uma vez, que o orçamento que está em execução, aprovado pelo governo anterior, não previa qualquer índice de reajuste para este ano. Mesmo assim, o governo concedeu 6% de reposição a todos os servidores estaduais.

Assim, visando não prejudicar a sociedade, o governo apela às entidades que suspendam a greve e retomem o diálogo. O governo reconhece, preenchidos os requisitos legais, o direito de greve como instrumento de reivindicações por parte da categoria.

Entretanto, não hesitará em adotar as medidas administrativas e judiciais cabíveis a fim de garantir o pleno restabelecimento da ordem pública.

Governo de Rondônia. O Estado da Cooperação.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também

Centro de Operações registra 151 ocorrências a espera de viatura na Capital

O Centro de Operações da Polícia Militar de Rondônia acaba de informar que 151 chamados realizados pelo número 190 estão aguardando viaturas para a...


GOVERNO TENTA VIA JUDICIAL PARA ACABAR COM GREVE NA PM

O desembargador Eurico Montenegro, da 1ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça de Rondônia pode decretar a qualquer momento a ilegalidade do movim...


JUSTIÇA CONCEDE LIMINAR E GREVE NA PM DE RONDÔNIA DEVE SER INTERROMPIDA

O Governo do Estado obteve deferimento no pedido de liminar impetrado no Tribunal de Justiça de Rondônia para decretação de ilegalidade no moviment...


POLICIAIS DECIDEM VOLTAR AO TRABALHO APÓS GOVERNO GARANTIR QUE NÃO HAVERÁ PUNIÇÕES

A paralisação de policiais militares principalmente em Porto Velho chegou ao fim na tarde desta quarta-feira por decisão dos próprios manifestantes...