Rondoniagora.com

Rondônia, 25 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Política

PARA CASSOL, MINISTRA TENTOU PREJUDICAR RO MAIS UMA VEZ DIVULGANDO FALSOS DADOS SOBRE DESMATAMENTO

Segunda-feira, 28 Janeiro de 2008 - 18:11 | RONDONIAGORA.COM


O governador Ivo Cassol (sem partido) reagiu com tranqüilidade à notícia divulgado pelo jornal Estado de S. Paulo sobre o erro do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (INPE) em relação ao índice de desmatamento no Estado de Rondônia. O chefe do Executivo, desde a semana passada, havia alertando na imprensa que os números estavam completamente diferente do relatório da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (Sedam). “Pelo menos uma vez temos o reconhecimento de que houve erro. O estado deixa de ser cobaia do Governo Federal”, disse Cassol, pouco antes de entrar numa reunião da Organização dos Seringueiras de Rondônia (OSR). “Dados da Sedam comprovam que reduzimos em mais de 70% o desmatamento desde agosto de 2006”, revelou o governador. Para ele, o INPE duplicou números em seus relatórios e ainda colocou áreas de cerrado como Pimenta Bueno e Machadinho do Oeste. “Acabaram vendendo uma notícia falsa para a ministra e ela na ânsia de mostrar serviço colocou Rondônia como cobaia. E toda vez que colocarem meu Estado, nosso povo como cobaia vou comprar essa briga”, afirmou. Para o governador, é necessário cobrar da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e dos setores responsáveis fiscalização nas áreas de proteção ambiental e um programa de regularização fundiária na zona rural de Porto Velho. “Há muito descontrole e derrubadas em reservas protegidas”, garantiu Cassol. Nos meses de novembro e dezembro, a Polícia Federal, Exército, Ibama e a Polícia Florestal fizeram uma grande operação para combater o desmatamento em locais de reserva, mas é necessário fiscalização constante.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News