Rondoniagora.com

Rondônia, 27 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Política

RAUPP DESMENTE DEPUTADO “REBELDE” SOBRE CASO BERON

Terça-feira, 14 Outubro de 2008 - 16:36 | Gabinete Valdir Raupp


Em resposta ao deputado estadual Jidalias Tiziu (PMDB-Ariquemes), o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) encaminhou informações a imprensa sobre a votação do fim da dívida do Banco do Estado de Rondônia (Beron), cujo projeto foi articulado pelo senador rondoniense Expedito Junior (PR-RO). Confira na íntegra o material distribuído pela assessoria do senador do PMDB:

1 – a minha preocupação com o caso Beron foi alvo do meu primeiro discurso no Senado feito no dia 19 de fevereiro de 2003, quando relatei as dificuldades que o estado enfrentava e ainda enfrenta, em virtude das dívidas surgidas a partir da intervenção federal no banco. Disse textualmente no discurso que o desconto feito pela União do Fundo de Participação do Estado (FPE) “representa um grande sacrifício para o nosso estado, que tem descontado parcelas no valor de RS 6 milhões das transferências constitucionais e que trata-se de um dinheiro que deveria servir para os investimentos sociais e de infra-estrutura que tanto Rondônia necessita”;

O senador disse que em respeito ao povo de Rondônia são necessários que sejam feitos os seguintes esclarecimentos com o objetivo de se repor a verdade:

1 – a minha preocupação com o caso Beron foi alvo do meu primeiro discurso no Senado feito no dia 19 de fevereiro de 2003, quando relatei as dificuldades que o estado enfrentava e ainda enfrenta, em virtude das dívidas surgidas a partir da intervenção federal no banco. Disse textualmente no discurso que o desconto feito pela União do Fundo de Participação do Estado (FPE) “representa um grande sacrifício para o nosso estado, que tem descontado parcelas no valor de RS 6 milhões das transferências constitucionais e que trata-se de um dinheiro que deveria servir para os investimentos sociais e de infra-estrutura que tanto Rondônia necessita”;

2 – Após minha posse iniciei a luta junto a bancada do PMDB e às autoridades financeiras do país, como ministros da Fazenda, Planejamento, Casa Civil e Tribunal de Contas da União visando uma revisão das dívidas do Beron;

3 – Estive juntamente com o governador do estado, Ivo Cassol, em reunião com o ministro-relator. Raimundo Carrero, indicado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para analisar as dívidas do banco;

4 – Na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) defendi com intransigência a realização da auditoria do TCU junto ao Beron objetivando reunir elementos técnicos para uma suspensão das dívidas que oneram o estado e prejudicam a população;

5 – Quando da votação do relatório do TCU no plenário do Senado Federal, no dia 18 de dezembro de 2007, fiz um discurso onde registrei que a administração do Banco Central no BERON durante 3 anos e meio deixou uma herança bastante amarga para o estado,ou seja, uma dívida astronômica. Disse no meu discurso que “sou favorável a que se reveja essa dívida, essa proposta do senador Expedito Júnior, por 120 dias, para que a União possa, em conjunto com o Estado revê-la. Por isso, voto FAVORAVELMENTE, ao substitutivo do senador Expedito Júnior, defendendo assim as finanças do estado de Rondônia.

6 - Por fim, reitero que as insinuações do deputado Tiziu, não procedem, são levianas e desrespeitosas com o próprio povo do meu estado que acompanha pelos meios de comunicação a luta que realizo no Senado Federal, em prol do desenvolvimento e do progresso de Rondônia.

Senador Valdir Raupp – Líder do PMDB no Senado Federal
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News