Rondoniagora.com

Rondônia, 29 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Política

Raupp reivindica atuação criteriosa do IBAMA no combate ao desmatamento na Amazônia

Terça-feira, 18 Março de 2008 - 10:39 | Senado


Raupp reivindica atuação criteriosa do IBAMA no combate ao desmatamento na Amazônia
Em pronunciamento nesta segunda-feira (17), o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) afirmou que a operação Arco de Fogo, que objetiva conter o avanço do desmatamento na Amazônia, não pode prejudicar os madeireiros de Rondônia que atuam na legalidade. Promovida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a operação também vem sendo executada no Pará e em Mato Grosso.

- Somos favoráveis à fiscalização, mas com critério, com cautela. Sabemos que 30% das madeireiras de Rondônia estão ilegais. Isso o Ibama tem que fechar, e já vinha fechando. Os outros 70% têm que trabalhar. Há 260 planos de manejo. Agora, o Ibama chega com a operação, castigando não só os ilegais, mas os que estão legais também. Falam em extinguir os planos de manejo e deixar as madeireiras sem matéria-prima - criticou.

Raupp disse ainda que a operação Arco de Fogo não pode prejudicar aqueles que nos últimos anos foram estimulados pelo governo a ocupar a Amazônia e investiram no desenvolvimento da região. O senador também voltou a sugerir a criação do Ministério da Amazônia- "para cuidar especificamente da região e dessas ações" - e do programa Desmatamento Zero. O programa teria a intenção de proibir, a partir de implantado, novas derrubadas de vegetação, concedendo anistia aos que, nos últimos 40 anos, desmataram suas propriedades para a promoção de benfeitorias.

Em aparte, a senadora Fátima Cleide (PT-RO) disse que Rondônia tem todos os instrumentos para promover o desenvolvimento sustentável com responsabilidade ambiental e social. Para isso, segundo ela, o governo local precisaria assumir um papel de liderança e atuar como coordenador de planejamento do estado.
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News