Rondônia, segunda-feira, 15 de outubro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Segunda, 19 de Outubro de 2009 - 18h15

Senado pode encerrar a “novela de transposição”, mas dúvidas permanecem

RONDONIAGORA


Novela da transposição

A pendenga do projeto da transposição parece chegar ao fim na próxima quarta-feira no Senado. Os agentes envolvidos na trama prometem apresentar o relatório na CCJ na terça-feira e votar em regime de urgência e nos dois turnos na quarta-feira, deixando para o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), a promulgação da Proposta de Emenda à Constituição garantindo a ascensão dos servidores rondonienses aos quadros da União. Dúvidas permanecem e os sindicalistas preferem o silêncio ao abrir a verdade aos servidores públicos. Por exemplo, quantos servidores de fato irão ser beneficiados pela PEC? Qual o custo dessa transposição para o Governo Federal? Há brechas ou pegadinhas no texto do substitutivo apresentado pelo deputado federal Eduardo Valverde, deixando lacunas para a União recorrer à Justiça? Na verdade, todos tem respostas a essas perguntas, mas preferem tratá-las nos bastidores já que o próximo ano é eleitoral.

Holofote tucano

O governador de São Paulo José Serra (PSDB) participa em novembro de encontro tucano na cidade de Ji-Paraná. A vinda do presidenciável foi acertada durante visita do senador Expedito Junior (PSDB-RO) na semana passada. O PSDB busca palanques de peso para a disputa de 2010 e referendou a pré-candidatura do senador Expedito ao Governo de Rondônia, apesar da pressão dos aliados do governador Ivo Cassol (PP), que preferem o vice-governador João Cahulla (PPS).

Dois palanques

Na entrevista hoje ao jornalista Maurício Calixto na rádio Rondônia, Expedito Junior confirmou a participação do governador Ivo Cassol (PP) no encontro do PSDB em Ji-Paraná, embora o chefe do Executivo tenha pretensões de colocar seu “palanque” à disposição da ministra da Casa Civil Dilma Rousseff. Na verdade, Dilma terá uma difícil escolha a fazer, caso decida fazer campanha em Rondônia. Ou fica no palanque de Cassol ou com os aliados petistas, que anunciam prévias para a candidatura ao Governo.

Jogo pesado

A inclusão do prefeito Roberto Sobrinho no páreo para indicação da futura candidatura petista ao Governo expõe a cizânia no grupo antes conhecida apenas nos bastidores das plenárias estaduais. A “turma” do prefeito não engole as armações do pessoal da senadora Fátima Cleide a quem atribui os “erros primários” na prestação de contas da campanha passada. O desejo de Roberto concorrer ao Palácio Presidente Vargas acendeu a luz vermelha no QG petista, receoso em deixar a maior prefeitura do Estado nas mãos do inexperiente Emerson Castro, facilmente iludido pela voracidade dos peemedebistas. Na mesa de apostas, Roberto Sobrinho agora dá as cartas...  

Culpa no cartório

Emerson Castro é daqueles peemedebistas talhados na “escola” do ex-senador Amir Lando. Pensa apenas em si e não é afeito a honrar compromissos, ainda mais quando o caso envolve obras, cargos e uma montanha de recursos do Governo Federal. Por falar em Amir, depois de resolver a situação “amorosa”, ele pretende se dedicar novamente a carreira política disputando mandato à Câmara Federal. Primeiro precisa pagar dívidas herdadas da campanha passada, inclusive algumas pendentes na Justiça do Trabalho.

Violência/saúde

Dois setores precisam de especial atenção do Governo Cassol em Porto Velho. O clima de insegurança é grande na capital com assaltos, acidentes de trânsito, estupros e homicídios. A pasta da Segurança Pública investiu pesado em viaturas, armas e munições, mas esqueceu daqueles que vão para as ruas. Nas viaturas da PM, não se vê oficiais, apenas inexperientes praças. Um exemplo foi o acidente na Cahulla com Rua Equador: policiais conversando enquanto o trânsito se complicava, o que quase provoca um novo acidente bem próximo dos PMs. A saúde é outro problema para o atual Governo, mas a prefeitura também tem sua cota de responsabilidade ao não construir unidades de emergência e não manter profissionais nas policlínicas, superlotando o Pronto Socorro João Paulo II.

e-mail: gerson@rondoniagora.com


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions