Rondônia, segunda-feira, 1 de junho de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Quarta, 16 de Fevereiro de 2011 - 17h44

Só presidente da Câmara e representante de estudantes votaram contra tarifa de R$ 2,60

Assessoria Câmara


Só presidente da Câmara e representante de estudantes votaram contra tarifa de R$ 2,60
De nada valeram os argumentos do presidente da Câmara, Eduardo Rodrigues (PV), e do representante dos Estudantes na reunião do Conselho Municipal de Trânsito: a tarifa de ônibus voltou a ser R$ 2,60 em mais uma armação da Prefeitura e Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran). A população de Porto Velho nem teve tempo de comemorar a tarifa de R$ 2,30. A votação foi esmagadora, cerca de 12 a 2.

Para derrubar a liminar da Justiça, o prefeito Roberto Sobrinho e o secretário de trânsito Itamar Ferreira, precisaram somente dissolver o antigo Conselho de faz-de-contas e repor por outros conselheiros. A reunião aconteceu hoje pela manhã, dia após a posse do novo Conselho. Em mais uma reunião de cartas marcadas, a tarifa foi novamente fixada em R$ 2,60. Esse valor passa a ter validade na próxima sexta-feira.

Eduardo Rodrigues, que é um dos membros do Comtran, disse que é contra a volta da tarifa de R$ 2,60 por motivos que todos conhecem: o sistema de transporte é arcaico, os veículos não têm climatização e não cumprem o itinerário, dentre outros fatores que colocam o sistema de transporte da capital como um dos piores do País. O Poder Público continua defendendo os interesses do empresariado.

De acordo com Eduardo, ainda esta semana, ele vai se reunir com os vereadores e definir uma comissão para fiscalizar as demandas que o sistema de transporte sem comprometeu em atender e não vem cumprindo. “Para justificar o aumento, as empresas prometem vários benefícios e muito pouco desses compromissos é são efetivamente cumpridos. Isso vai acabar porque iremos cobrar uma postura série e compromissada dos empresários. Não dá mais para conviver com uma tarifa cara como essa, tendo como contrapartida um serviço tão deficitário”, desabafou.

O que chama a atenção é que os membros do Conselho Municipal de Trânsito representam setores ligados direta e indiretamente aos interesses da Prefeitura como a própria Semtran, Semob (Secretaria de Obras), Semed (Secretaria de Educação), Procuradoria Geral do Município (PGM), Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo (Sitetuperon), e Sindicato dos Taxistas (Sintaxi).

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions