Rondônia, segunda-feira, 20 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Domingo, 01 de Dezembro de 2013 - 09h03

TRIBUNAL DE CONTAS APURA SUMIÇO DE OBJETOS DA SEDUC

RONDONIAGORA


TRIBUNAL DE CONTAS APURA SUMIÇO DE OBJETOS DA SEDUC

POLÍCIA NÃO DEU  RESPOSTAS AO CASO E ATÉ UM SERVIDOR MORREU MISTERIOSAMENTE DEPOIS DO SUMIÇO DE TVs E AR-CONDICIONADOS

Enquanto a Polícia Civil não consegue encontrar respostas para o “mistério” do desaparecimento de 200 televisores, 46 notebooks e 3 centrais de ar de 36 mil BTUs do almoxarifado central da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), o Tribunal de Contas de Rondônia resolveu agir “ex-officio” e determinou a instauração de Tomada de Contas Especial para apurar a responsabilidade da ex-secretária Isabel de Fátima Luz e seus principais assessores, incluindo o chefe do local violado à época,  Rodrigo Barros Williams.  A empresa Rocha Segurança, responsável pela vigilância, também foi chamada para prestar esclarecimentos.

Isabel deixou o cargo e não conseguiu explicar o sumiço desses objetos. Um servidor da Seduc, Moisés Rodrigues, morreu em circunstâncias misteriosas e sua família acusa os responsáveis do roubo pelo crime. O inquérito foi reaberto, após a pressão de parentes, mas até agora a Polícia Civil também não deu respostas.  Na época do “sumiço misterioso”, o diretor do Almoxarifado, Rodrigo Barros, registrou o Boletim de Ocorrência nº 13E1001001654 na 1ª Delegacia de Polícia de Porto Velho, anotando a expressão “extravio ou perda” e não roubo, como deveria ser. Na inspeção, a Seduc constatou o extravio de 11 aparelhos de televisão de 55 polegadas, 88 (Samsung) de 40 polegadas, 101 (Samsung ) de 40 polegadas, com tecnologia Led; 46 notebooks Positivo e seus acessórios, todos na caixa; e três centrais de ar de 36 mil BTUS cada uma da marca Eletrolux. Os equipamentos foram comprados às escolas públicas estaduais. Iriam servir para equipar as salas de aula, mas acabaram desaparecendo do Almoxarifado sem que ninguém tenha visto quem os levou.
 
No Tribunal de Contas, o conselheiro Edilson Souza e Silva declarou-se impedido de atuar no processo, cabendo ao novo conselheiro da Corte, Benedito Antônio Alves, a relatoria do caso. Ele determinou a abertura de Tomada de Contas Especial. Agora cabe aos técnicos do Controle Externo apurar o que realmente houve no local, embora a responsabilidade maior caiba a polícia.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions