Rondônia, segunda-feira, 20 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Domingo, 20 de Abril de 2014 - 11h08

As chances de Expedito

Gessi Taborda


As chances de Expedito

Leia Mais
Há pouco mais de cinco meses para a eleição, a confirmação de que Expedito Júnior vai disputar o governo do estado (se não sofrer impedimento por parte da Justiça Eleitoral) deve deixar embatucada a entourage do governador Confúcio Moura, candidato declarado à reeleição. Os peemedebistas andam garantindo por ai que a avaliação de Confúcio não é tão como pintam os adversários. Talvez por terem compreendido que Expedito Júnior (mesmo cassado por compra de votos) tem a seu favor um baixo índice de rejeição.
Pelo cenário existente no momento, não dá para garantir uma polarização de fato entre o candidato à reeleição e Expedito Júnior. O tucano delineou em várias entrevistas sua “admiração” pelo governo do PMDB, especialmente enquanto o governo manteve o contrato milionário com a terceirização da segurança do patrimônio público, como escolas e hospitais, dando ao negócio de Expedito dinheiro igual aos maiores prêmios da megasena, mensalmente.

VAI POLARIZAR COM QUEM?


Fica difícil acreditar numa polarização entre os dois candidatos, capaz de motivar eleitores indecisos ou dispostos a votar nulo ou em branco.
Aparentemente o cenário desse momento descortina um horizonte favorável ao emplumado tucano. Os números de Confúcio não estão ajudando nem mesmo na conquista dos aliados necessários. Mas é preciso levar em consideração o resumo da ópera: com toda a campanha pela frente e uma Copa do Mundo no meio, é cedo para previsões. Uma coisa, porém, é certa: se não acontecer a polarização entre os dois que, até recentemente, dividiam o mesmo baú, vamos assistir uma disputa completamente insossa e apática. A previsão é de muitos votos nulos e brancos, além de maior abstenção.

PETROBRÁS

Não há nada demais os partidos de oposição fazer uso político eleitoral dos negócios feitos na Petrobrás, gerando prejuízos bilionários para o Brasil, fazendo a empresa orgulho do país cair num abismo econômico como nunca se imaginou. Quem está quebrando a Petrobrás é a gestão do PT, responsável pelo aparelhamento político-partidário da direção da companhia.
O que precisa interessar ao país, porém, é o esclarecimento cabal e a punição dos responsáveis por esse péssimo negócio mal explicado. Não surpreende que, em meio a suspeitas relacionadas a propina e a possível desvios de recursos para partidos políticos, tenha ocorrido a prisão de um ex-diretor envolvido em denúncias de lavagem de dinheiro.

MOTIVOS


Ainda não tenho a informação definitiva de que cargo o presidente da Assembleia vai disputar esse ano. Mas não vai encarar – como se chegou a imaginar – uma candidatura majoritária. Não faz muito tempo escrevi aqui: “Hermínio não tem nem partido e nem dinheiro para encarar uma disputa pelo governo”. Era uma constatação. Pessoalmente ainda defendo a ideia de que Hermínio deveria buscar a reeleição e se preparar para 2016, quando haverá disputa para prefeito. Ele é mocíssimo e não precisa ficar ansioso agora.
Nesse momento fala-se em Hermínio como candidato a deputado federal. Considerando seu crescimento político em nível do estado, parece ser uma candidatura sintonizada com o eleitorado desejoso de ver mudanças na composição da representação rondoniense.
O colunista, que considera muito baixo o nível de áreas como saúde, segurança pública e infraestrutura, não teria restrições alguma em votar novamente nesse político popular de Porto Velho.

SEM DEMAGOGIA


Há imensas demandas de Rondônia simplesmente esquecidas nas gavetas de burocratas da república. Eles sequer são incomodados pelos atuais representantes rondonienses em Brasília. Diante disse a colocação de um político tipo Hermínio no centro das decisões nacionais é importante.
Questões do tipo dívida do Beron, transposição dos servidores, gás de Urucu; Unir, e tantos outros temas que até hoje se prestaram à demagogia por parte dos políticos que lá estão serão tratados diferentemente pelo atual presidente da Assembleia. É inadmissível que esses anseios da população de nosso estado estejam longe de ser atendidos.

É PASCOA

Não houve nenhum pronunciamento das autoridades do sistema prisional sobre a chamada saidinha da páscoa. Aliás, ontem houve um princípio de rebelião no complexo penitenciário de Porto Velho e, como no caso da “saidinha”, também não se falou nada.
A coluna recebeu um “informe” dando conta de que o ex-deputado Marco Donadon, que já conseguiu autorização para trabalhar fora da cadeia (terá de usar tornozeleira eletrônica) seria beneficiado com a “saída de Páscoa”, podendo passar a Semana Santa fora do presídio. Donadon cumpre pena por desviar dinheiro (milhões) da Assembleia que – pelo que se ouve – ainda não foi devolvido aos cofres públicos.
Se bobear esse péssimo exemplo da política rondoniense ainda vai conseguir tirar férias do Urso Branco. E não será, como podem imaginar alguns leitores, milagre da páscoa.

REFLEXÃO PASCAL

Estamos iniciando o feriado prolongado de páscoa. Claro que chocolate é bom. Motivo de perdição para alguns que se revelam dependentes. Tal qual no Natal, há a obrigatoriedade de presentear, ser feliz, comemorar.Mas não pode, ou não deve ser só isto. Há muito que digo que é possível ser feliz sem presentes (não que não seja bom) que há vida fora da festividade, da algazarra, dos acessórios supérfluos. Basta buscar em nosso interior e identificar tudo que realmente é importante para nós.
Hoje em dia tudo acaba, pelo visto, no interesse meramente comercial. Basta sair à rua, ler, jornal, ou receber encartes de estabelecimentos comerciais para ver o forte tom apelativo ao consumo. Muito pouca mensagem de fundo espiritual, religioso, aludindo ao momento a ser comemorado. Certamente não dá para relevar que a fantasia (do coelho e dos ovos de páscoa) na idade certa é saudável e lhes dará muitas lembranças maravilhosas, que passarão aos outros quando estiverem crescidos e nós, possivelmente, estaremos vivos somente em suas lembranças e seus corações.

VERDADEIRO SIGNIFICADO


Saibamos lembrar o significado da Páscoa, que tenhamos uma vida renovada de bons propósitos, boas intenções, boas ações. Se não tivemos os quarenta dias de preparação, se não expurgamos nossos erros, não refletimos (é para isto que serve a quaresma, preparação e reflexão) que o façamos agora.
Que tenhamos todos, o compromisso de manter fidelidade à palavra empenhada, de melhorar a nós mesmos, de educar nossas crianças, de promover o bem em nossa família, nas instituições que frequentamos na comunidade que vivemos.

PIADISTA

A prefeitura municipal dá a ideia de que tudo nessa cidade deve ser tratado como piada de salão. Embora localizada na Amazônia, a cidade de Porto Velho praticamente não tem arborização. Aliás, até nas praças públicas as árvores são artigos escassos.
Bem, mesmo assim um release da prefeitura garante que a Sema (secretaria mais parecida com um cabide de emprego) vai dar um curso de 40 horas (que terminará no dia 19) sobre poda de árvores. E depois, ainda querem tratamento sério para uma coisa mais próxima do truque de madame.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions