Rondônia, sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Segunda, 15 de Outubro de 2018 - 08h44

O presente e o futuro estão na Educação

Por Professor Ruzel Costa


O presente e o futuro estão na Educação

"Diante do cenário caótico do país, com tanta desigualdade social, corrupção, desemprego, dentre outros problemas que assolam a população brasileira, vê-se na educação a principal alternativa para a mudança social. Inserido nesse contexto, destaca-se um profissional que é o pilar que sustenta o sistema educacional: O professor. Capaz de estimular a consciência crítica, os profissionais da educação contribuem de forma significativa na condução e efetivação da cidadania. Esses profissionais ajudam na formação intelectual dos estudantes, não somente para conquistarem o seu diploma, mas também para que possam exercer seu papel social, além de se tornarem capazes de fornecer sua parcela de contribuição para a construção de uma sociedade mais justa.

É inegável a importância dos professores, os quais desempenham um papel extraordinário na viabilização da construção do conhecimento. Reconhecer esse trabalho é fundamental. Valoriza-lo diariamente é dever de todos e não somente restringir esse ato a apenas um dia de memória nacional. Afinal, onde estariam os engenheiros, diplomatas e médicos se não pudessem contar com a atuação dos docentes?

Torna-se evidente, portanto, a extrema relevância da contribuição dos professores à sociedade. Assim, estimular o seu reconhecimento e lhe oferecer melhores condições de trabalho é o primeiro passo para transformar a educação, que tem sido negligenciada, como também reverter o quadro nebuloso estabelecido no país. Com isso, todos que almejam a mudança devem ter os educadores como exemplo e juntamente com eles, assumam esse compromisso social”. Nicolly Nobre aluna do Ensino Médio.

Histórico do dia

O dia internacional do Professor é celebrado em 5 de Outubro. No Brasil dia 15 de Outubro, pois em 1827, o Imperador Dom Pedro I assinou a primeira lei sobre o ensino primário.

Parece que o Dia do Professor foi comemorado pela primeira vez em 15 de outubro de 1933, com uma missa e sessão cívica no Instituto de Educação do Rio de Janeiro. A iniciativa partiu da Associação dos Professores Católicos do Distrito Federal - Rio de Janeiro e ficou conhecido como Dia do Primeiro Mestre. Seu objetivo era dar às pessoas ocasião para demonstrarem a gratidão ao seu primeiro professor. A primeira comemoração de um dia inteiramente dedicado ao professor ocorreu em São Paulo, no Ginásio Caetano de Campos, por iniciativa de alguns professores, em 15 de outubro de 1947. A celebração foi um sucesso, espalhou-se pela cidade e nos anos seguintes pelo país, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963.

DECRETO nº 52.682, de 14 de outubro de 1963 - Declara feriado escolar o dia do professor.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA DOS ESTADOS UNIDOS DO BRASIL, usando das atribuições que lhe confere o item I do artigo 87 da Constituição Federal, Decreta:

Art. 1º O dia 15 de outubro, dedicado ao Professor fica declarado feriado escolar.

Art. 2º O Ministro da Educação e Cultura, através de seus órgãos competentes, promoverá anualmente concursos alusivos à data e à pessoa do professor.

Brasília, 14 de outubro de 1963; 142º da Independência do Brasil; 75º da República.

João Goulart

PROFESSOR X EDUCAÇÃO EM PRISÕES

“A escolarização nos presídios de Porto Velho, vem acontecendo através da Escola Madeira Mamoré como estímulo para os aprisionados que dela participam, é o caminho mais curto para sua reinserção na sociedade, é essa educação que vai permitir ao mesmo dar um grande salto, ou seja, o resgate para voltar a ter cidadania, é uma oportunidade para que ele possa de alguma forma, ser resgatado e viver os seus direitos.

Sabemos que as pessoas que passam por um processo educativo, e em particular pelo sistema escolar exercem melhor a sua cidadania, pois tem melhores condições de realizar, defender e exercer direitos, como: saúde habitação, meio ambiente participação política e outros.
Pautado nesta realidade, os professores que trabalham na Escola Madeira Mamoré que funciona dentro dos presídios totalizando até o momento (7) sete unidades, redescobrem o seu papel de educar no sentido mais amplo, deixam de ser meros repassadores de conhecimentos curriculares, pois esses professores passam a entender a relação da escola dentro de um sistema prisional. O aprisionado, muitas vezes, busca a sua identidade, reconstrói a sua história nos momentos de aprendizagem.

Embora nós, enquanto educadores, acreditamos no papel relevante da escola, percebemos claramente que da forma como ela está estruturada acaba pouco contribuindo para a ressocialização do aprisionado, por não termos um espaço autônomo e independente ainda há descaso para com a escola dentro do espaço prisional. A integração com os profissionais da segurança, saúde, psicologia, assistência social não ocorre, não existe uma proposta educativa a ser desenvolvida em equipe para reabilitação em busca da reinserção do preso à sociedade”. Samar Castro de Góes Vice-Diretora da EEEFM Madeira Mamoré.

Uma carreira pouco procurada por falta de salários justos e muitas vezes a questão da segurança.

Segundo a Fundação Getúlio Vargas, resultados de pesquisa realizada, que continuam valendo, traz dados concretos e preocupantes, pois apenas 2% dos estudantes do Ensino Médio têm como primeira opção no ensino superior as graduações diretamente relacionadas à atuação do Magistério, como o curso Pedagogia ou alguma Licenciatura. Apesar de reconhecerem a importância do professor, os pesquisados afirmam que a profissão é desvalorizada socialmente, mal remunerada, com rotina desgastante, além da crescente violência nos estabelecimentos de ensino. O professor teria que ter uma das melhores remunerações entre as classes profissionais.

Por G1 — Região dos Lagos
21/09/2018 18h22
As atitudes de alunos em uma escola de Rio das Ostras, no interior do Rio, e de outra no município de Camanducaia, no Sul de Minas, reacenderam a discussão sobre a violência em sala de aula no Brasil. Os dois flagrantes de agressão registrados contra dois professores com o mesmo nome viralizaram durante a semana – Thiago... Professores de Língua Portuguesa e Matemática.
Mas, o caso que mais chamou a atenção foi o Professor Thiago dos Santos Conceição do município de Rio das Ostras no estado do Rio de janeiro

Revista Exame 20.09.2018
“Depois de ser agredido, professor de escola no Rio pede afastamento”.

O caso aconteceu dia 18 de setembro e, no vídeo, é possível ver um dos alunos respondendo à prova com palavrões e, depois, rasgando-a na cara do professor. “Aí, professor, acabou a prova”, diz ele.

Agência Brasil
"Eu acredito na educação", diz professor agredido por alunos no Rio de Janeiro.

Publicado em 21.09.2018

Thiago afirma, entretanto, que não deixará de dar aulas de Português por acreditar no poder da educação. “A mensagem que eu falo para os outros professores é: resistam”

O educador disse que ficou sabendo do vídeo com o pedido de desculpas por meio das redes. “Eu aceito, mas entendo desculpa como mudança de atitude. Eu quero que eles mudem”, ressalta.

Os dois episódios só tiveram grande repercussão, devido a gravação de alguém no celular, que depois de compartilhar, compartilhar chegaram até a alguém da mídia. E outros Docentes que sofreram ou sofrem ameaças, constrangimentos tanto pelos alunos, quanto dos pais e/ou
responsáveis. É o que esperar do Poder Executivo, Legislativo e do Judiciário para que exemplos noticiados não ocorram mais, e qual punição devemos esperar para quem comete essas barbaridades. É lógico como em qualquer outra profissão, há também docentes que desrespeitam a classe com seus péssimos exemplos, mas felizmente, representam uma minoria. Afinal Afirmo “Os verdadeiros Heróis dessa grande Nação são os Professores”.

Faltando poucos dias para o desfecho do 2° turno, da principal eleição do país, que o Presidente eleito veja a Educação como viés para elevar o país ao desenvolvimento socioeconômico, diminuindo as desigualdades sociais, a dependência tecnológica e a criação de novos empregos. É o que esperamos também do próximo Governador do nosso estado de Rondônia.

“O que dizer para vocês Professores, com que palavras usarei para agradecer por tudo o que fazem por nós, pelo tamanho da dedicação de todos conosco, em transmitir todo seu conhecimento, em nos ensinar tudo que aprenderam e em compartilhar o conhecimento de vocês. Também agradeço pela oportunidade de estar estudando, e de me tornar uma pessoa melhor com outras visões da vida, com novas expectativas. Sei que estou dando alguns passos para o lado certo.

Obrigado professores por estarem caminhando junto comigo nesse momento, onde poucos estendem a mãos. Parabéns Professores”. Tarcísio Ferreira de Oliveira Neto – aluno do Sistema Prisional.

Tenho grande admiração e respeito aos profissionais que trabalham com a educação infantil, pois é a base para a Vida, Profissão, Enem, Vestibulares, Leitura. O sucesso...

“A Educação Infantil foi, por muito tempo, vista como apenas um local específico para cuidado de crianças pequenas, não se levando em conta o caráter pedagógico. Com a evolução das políticas educacionais (ainda engatinhando lentamente), e através das novas descobertas sobre o desenvolvimento infantil, o educar se tornou tão importante quanto o cuidar.

O professor é um mediador do conhecimento, que auxilia a criança nesse processo de experimentação do mundo. O contato com novos ambientes, diferentes crianças e regras, é essencial para o desenvolvimento infantil. Porém, esse processo não se finda na escola. A família tem papel fundamental, pois deve dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo professor, orientando em atividades “para casa”, e estando sempre presente no âmbito escolar.

A criança é um ser único e suas dificuldades individuais devem ser levadas em conta e trabalhadas para melhorar o seu desenvolvimento integral. A educação infantil é de uma imensa importância para a vida da criança, pois é a base e possibilita desenvolvimento seu integral, nos aspectos físico, psicológico, intelectual e social. Muitos pais pensam que a educação infantil não é necessária, que é só brincadeira, mas na verdade não se atentam a riqueza de experiências vivenciadas, estímulos, amadurecimento e aprendizado em cada fase, e os professores e toda a equipe escolar estão preparados e compreendem esse processo, por estarem sempre em busca constante de capacitações. As famílias precisam valorizar essa fase da criança e considerar as orientações dos professores quando sinalizam algo que precisa ser trabalhado. Acredito que o desenvolvimento infantil está ligado à vivência de bons estímulos, aos vínculos que a criança estabelece com adultos e com os colegas. Nesse vínculo; há um componente afetivo, o Amor, que ajuda a criança a se sentir segura. A criança, no fundo, é um pequeno cientista testando hipóteses. O ato do amor na educação envolve todo o desenvolvimento infantil, já que as heranças desta fase encaminharão o indivíduo às realizações na vida. As experiências vividas na educação infantil são momentos únicos e de extrema importância para a adaptação a rotina pedagógica, e para o aprendizado de conceitos básicos que serão necessários nas séries iniciais do Ensino Fundamental. É nela que a criança aprende a aprender. Professora da Educação Infantil Jussara Varjão Coelho Carmo.

Professor, Desistir, Jamais!
* Professor Ruzel Costa EEEFM Madeira Mamoré e colégio e curso Sapiens – Porto Velho


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/artigos/o-presente-e-o-futuro-estao-na-educacao)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions