Rondônia, terça-feira, 17 de julho de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Terça, 10 de Junho de 2008 - 17h27

Arraial da Faro será dia 13 de junho

Assessoria


O Arraial da Faro 2008 será no dia 13 de junho, sexta-feira, a partir das 19h30. Dirigida à comunidade em geral, a festa, que é organizada pelo curso de Administração com auxílio de grupo de voluntários, acontecerá no Espaço de Convivência no Campus da faculdade, localizado à BR 364, sentido Cuiabá, no km 6,5 em Porto Velho. É a festa junina mais tradicional da comunidade acadêmica de Rondônia, sendo prestigiada por centenas de pessoas dos bairros da Capital, a qual já está em sua XVIII edição, apresentando danças de quadrilhas, barracas de caldos, doces, cachorro quente, churrasco e canjica e outras atividades que fazem parte dos festejos juninos.
Como atração especial, é apresentado o “Quadrilhão da Faro”, formado por um combinado de acadêmicos e funcionários, sem falar nas apresentações de Bois-bumbás, grupos de dança, cantores regionais, sorteio de brindes, além das deliciosas comidas típicas, que dão um sabor todo especial ao evento e serão servidas nas 15 barracas que estarão espalhadas pelo campus da instituição.
Carlos Machado, coordenador do curso de Administração, “Organizar um evento é algo delicado e até simples, mas que requer um planejamento, esta é uma excelente oportunidade de aprendizado, confrontando conhecimentos teóricos colocados em prática”, explica o professor.
Festas Juninas: Em primeiro plano é a evidência dos santos católicos. Em segundo lugar, é que na cidade, o caipira ganhou nova roupagem. Com essa miscelânea, comemorada desde a idade média, a festa junina que chegou ao Brasil trazido pelos portugueses, vem mudando de cara de geração em geração. Alegre e divertida atrai inúmeros fiéis católicos ou não para lembrar os dias de santo Antônio, São João e São Pedro, respectivamente nos dias 13, 24 e 29 de junho, mas há quem diga que a festa perdeu o brilho de antigamente. “Antes era a fogueira acesa, o sanfoneiro que dava o sinal de que estava ali, juntamente com o pau de sebo que imperava sobre os outros ornamentos da festa. Agora, não tem pau de sebo, nem fogueira e muito menos sanfoneiro. O piso de cimento substitui o chão de terra batida, mas as bandeirinhas continuam cruzando o céu. Elas são produzidas de jornais e revistas velhas, embarcando na onda da reutilização de materiais para diminuir os custos e causar menos impacto ambiental”, disse Hamilton Lima, coordenador de Jornalismo e emigrante do interior do Paraná. Segundo o coordenador, no Sul também é muito comemorada, seja nas ruas ou em paróquias. Chamada originariamente de festa joanina, homenagem a São João, teve seu nome alterado para festa junina e outros santos foram incorporados à comemoração.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions