Rondoniagora.com

Rondônia, 03 de Outubro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Cidades

CASSOL E EXPEDITO CONSTATAM SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA NA PREFEITURA DE GUAJARÁ

Quarta-feira, 07 Janeiro de 2009 - 16:36 | Decom


O governador Ivo Cassol, acompanhado do senador Expedito Júnior, visitou nesta terça-feira (06/01) o município de Guajará-Mirim, a convite do prefeito eleito do município, Atalíbio José Pegorini.

O governador visitou todo o parque e aconselhou o prefeito Atalíbio a tomar medidas drásticas imediatamente: uma auditoria para saber a real situação dos cofres do município, centralizar o recebimento de material e controlar a quilometragem e o abastecimento da frota, além de levantar a situação do funcionalismo e cortar gastos. “Tem que começar já, a situação é grave em Guajará”, afirmou Cassol.

Após participar dos programas o governador e o senador Expedito reuniram-se com o prefeito, o vice e secretários para definir as prioridades. Acompanhado do prefeito, Cassol foi ver de perto o parque de máquinas da prefeitura e ficou indignado com o tratamento dado ao patrimônio público apodrecendo nos barracões. Além de não ter máquinas trabalhando, as poucas restantes estão paradas. “É inadmissível que um município que arrecada R$ 2,5 milhões de reais por mês, uma das maiores do estado, esteja com suas máquinas nesta situação. Isso é desrespeito com o imposto que o povo paga”, disse Cassol.

O governador visitou todo o parque e aconselhou o prefeito Atalíbio a tomar medidas drásticas imediatamente: uma auditoria para saber a real situação dos cofres do município, centralizar o recebimento de material e controlar a quilometragem e o abastecimento da frota, além de levantar a situação do funcionalismo e cortar gastos. “Tem que começar já, a situação é grave em Guajará”, afirmou Cassol.

Antes de retornar à capital, no final da tarde, o governador reuniu-se com o secretário Regional de Guajará-Mirim, Paulo Carvalho Gomes, que fez um relato das atividades desenvolvidas pela secretaria: construção emergencial do muro da escola estadual Alkinda Brasil, que desabou no final do ano passado, construção de sala para o Corpo de Bombeiros, reforma emergencial do telhado do Centro do Menor, manutenção e reforma de veículos da Polícia Militar e da Seduc e reforma do posto de abastecimento do 6° Batalhão. “São obras pequenas e que se não forem feitas pioram ainda mais a situação, fica mais barato e bem mais rápido com as secretarias regionais agindo”, finalizou o governador ao final da visita. Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News