Rondônia, sexta-feira, 23 de agosto de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Terça, 15 de Março de 2016 - 22h10

Donadon pede renúncia do prefeito Rover durante sessão tumultuada

Da Redacao


A sessão desta terça-feira, 15, da Câmara de Vereadores de Vilhena ficou marcada pela discussão entre o presidente da Casa, Junior Donadon (PMDB), e o prefeito José Rover (PP), que esteve no Legislativo para responder as denúncias de falta de estrutura na gestão administrativa e a contraproposta para por fim a greve dos servidores públicos. Os funcionários ocuparam as galerias e os corredores do prédio para acompanhar a discussão. Donadon pediu a renúncia de Rover, iniciando um bate boca generalizado inclusive entre os servidores.

Desde segunda-feira 14 de março, boa parte dos servidores municipais declarou greve em Vilhena. Um dos motivos é o atraso no pagamento dos servidores e péssimas condições de trabalho. O confronto entre prefeito José Rover, servidores e legislativo, foi caloroso e acirrado na cidade clima da Amazônia.

Com cartazes pedindo salários em dia, renuncia do prefeito, além das  reivindicações e melhorias de trabalho, os servidores esperavam ansiosos pela chegada do mandatário municipal.

Muitos apostavam que mesmo prometendo comparecer na sessão da Câmara, mediante ao clima hostil por causa da greve, ele voltaria atrás não indo ao encontro dos servidores, ou mandando um representante. Rover cumpriu sua promessa, comparecendo a sessão cercado de assessores, Secretários Municipais e também da presença da Polícia Militar.

Vereadores e servidores sabatinam secretários da Educação e Obras

Com mais de uma hora de atraso no início da sessão, após a leitura da pauta do dia, a recém secretária de Educação, Geisa Maria, foi sabatinada pelos vereadores e dos servidores que fizeram uma enxurrada de perguntas sobre como os recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) estão sendo aplicados, levando em consideração que não há condições de trabalho nas escolas, merenda de péssima qualidade, não tem material didático e salários atrasados.

Prefeito José Rover também é sabatinado pelo público e vereadores

Cada hora que passava o clima entre servidores e prefeito ficava mais caloroso. Após a sabatina com os secretários municipais, Rover assumiu a tribuna onde foi bombardeado pelos vereadores e platéia. Todo tempo o prefeito usava respostas genéricas e superficiais, para responder as reivindicações apresentadas pelos vereadores e sindicato. O tom da conversa mudou drasticamente quando Rover disse que não é por falta de planejamento que há o atraso no pagamento dos servidores, e decorrente sim da crise que todos os municípios no país enfrentam resultado da crise econômica nacional. Nenhum administrador pode programar um aumento mediante a inflação, não há possibilidade nesse momento.

“O próximo prefeito não vai conseguir tocar esse município, a conta é muito alta, o Hospital Regional não pode ser mais administrado pelo município, a conta é alta. Vocês vão sentir saudade de mim”, afirmou o prefeito José Rover.

Executivo X Legislativo

O rumo da conversa mudou no momento em que administrador municipal quis transferir a culpa ao executivo pedindo que diminuísse os gastos na Casa de Leis.

Junior Donadon respondeu ao prefeito Rover visivelmente irritado. “Como senhor tem audácia de vir aqui afrontar e acusar essa Casa de Leis, transferindo a culpa aos vereadores? O senhor nunca teve dificuldade para governar, não há um projeto de lei parado nessa Casa. O senhor devia ter vergonha em vir aqui, tudo que aconteceu de errado na sua administração é culpa sua, o senhor devia vir aqui na frente e ficar de joelhos e pedir desculpas para os servidores. Se o senhor não tem competência para administrar, entrega o cargo, passe a responsabilidade pra frente, renuncie.”

Junior Donadon disse ao prefeito Rover que se com 20 milhões de reais por mês, ele não conseguia administrar as contas, tenha dignidade de dizer que fracassou, que errou ao escolher a sua equipe de trabalho.
O prefeito Zé Rover diante da plateia deixou transparecer que essa fala enérgica do presidente da Câmara já levou essa sessão para uma dimensão pessoal. “Não se emocione com palavras bonitas”, disse Rover voltado para plenário. “Esse é momento de união e não de divisão, onde legislativo pode fazer uma complementação desse anseio que tanto os profissionais da Educação querem não se impressionem com palavras bonitas, vivam a realidade, jogando a responsabilidade para Câmara dividir a conta do reajuste dos servidores”, enfatizou.

Junior novamente levantou a voz, dizendo que não é de responsabilidade da Câmara de Vereadores ter orçamento para reajuste dos servidores. “Senhor prefeito trabalha de forma ardilosa, escusando dos problemas da administração pública, se escondendo atrás dos seus secretários, que pagam o preço pelo senhor hoje. A responsabilidade é do senhor, e não vir aqui agora jogar a culpa nos vereadores.” O presidente da Casa pediu que o prefeito sentasse novamente com os representantes dos servidores e disse que o Legislativo está a disposição para intermediar qualquer impasse.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/donadon-pede-renuncia-do-prefeito-rover-durante-sessao-tumultuada)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions