Rondônia, domingo, 20 de outubro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Domingo, 23 de Junho de 2019 - 10h14

Em nova decisão, Justiça manda prender criminosos que executaram sargento da PM

da Redação


Em nova decisão, Justiça manda prender criminosos que executaram sargento da PM

A Justiça do Amazonas decretou na manhã deste sábado (22), a prisão preventiva de três suspeitos de envolvimento na morte do sargento reformado da PM, Luís Carlos da Silva Castro, ocorrida na última quarta-feira (19), em Manaus. A decisão é da juíza do plantão criminal, Luciana da Eira Nasser, segundo o delegado plantonista da Dehs, Guilherme Antoniazzi.


A Polícia Civil pediu da Justiça durante a madrugada a prisão de Joelson Ferreira Soares, de 21 anos, Marcley Moraes de Souza, 20; e Charles Sanches Morais, após eles serem soltos em Audiência de Custódia realizada nessa sexta-feira, no Fórum Henoch Reis,

O plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), delegado Guilherme Antoniazzi, afirmou que a polícia deu uma resposta imediata para "uma decisão absurda" da Justiça.

"A Polícia Civil, rapidamente, após a liberação dos acusados em uma decisão absurda, já representou pela prisão preventiva dos acusados dando uma resposta rápida para sociedade, assim como foi ontem na identificação e prisão dos infratores", disse o delegado para a reportagem, após a decisão da Justiça.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/em-nova-decisao-justica-manda-prender-criminosos-que-executaram-sargento-da-pm)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions