Rondônia, sábado, 20 de julho de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Terça, 17 de Novembro de 2015 - 11h13

MP alerta que atividade de conselheiro tutelar deve ser de dedicação exclusiva

MP-RO


O Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Pimenta Bueno, emitiu recomendação aos Municípios de Pimenta Bueno, Primavera de Rondônia e São Felipe do Oeste, visando combater a indevida acumulação de cargo, função ou emprego público e privado com a função de Conselheiro Tutelar.

Tal medida leva em consideração o fato de o cargo de conselheiro tutelar ser de dedicação exclusiva, sendo, portanto, vedado o acúmulo de cargo, função ou emprego público e privado com essa atividade.

De iniciativa dos Promotores de Justiça Dinalva Souza de Oliveira e André Luiz Rocha Almeida, a recomendação tem como destinatários as Procuradorias-Gerais e Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente dos três Municípios, além de órgãos de recursos humanos de suas Prefeituras.

Na recomendação, os integrantes do Ministério Público orientam que, quando da posse dos conselheiros, os órgãos exijam a declaração de não acumulação de cargos, funções ou empregos públicos, sob pena de responsabilidade civil e penal dos pretendentes.

No documento, o MP instrui que, se o pretendente a ocupante da função de conselheiro for servidor público, que seja exigida comprovação de sua desincompatibilidade (exoneração ou afastamento).

O Ministério Público acrescenta que, para o caso de pedido de desincompatibilização por afastamento, a orientação é para que seja instaurado o devido Processo Administrativo, para análise dos requisitos previstos no Plano de Cargos, Carreira e Salários do Município.

A medida adotada pelos Promotores de Justiça também prevê providências a serem adotadas para situações em que o pretendente tiver emprego privado, possuir empresa ou for sócio administrador de pessoa jurídica.

A inércia dos órgãos em fazer cessar a ilegalidade justificará o imediato ajuizamento de ação civil pública.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/cidades/mp-alerta-que-atividade-de-conselheiro-tutelar-deve-ser-de-dedicacao-exclusiva)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions