Rondônia, sábado, 6 de junho de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Cidades

Publicado em Quarta, 23 de Agosto de 2017 - 17h46

Número de mortos em naufrágio sobe para 10 no Pará

do Diário on line


Número de mortos em naufrágio sobe para 10 no Pará

Uma embarcação com 70 passageiros naufragou, na noite de terça-feira (22), em uma área denominada Ponte Grande do Xingu, localizada entre os municípios Governador José Porfírio e Porto de Moz, deixando dez mortos e mais de 40 desaparecidos.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), entre as vítimas fatais estão seis mulheres, duas crianças e dois homens.

O navio "Capitão Ribeiro" saiu de Santarém e seguia viagem para Vitória do Xingu; haveriam paradas nos município de Monte Alegre e Prainha.

O Corpo de Bombeiros Militar informou que, na manhã desta quarta-feira (23), 25 pessoas foram resgatadas com vida e cerca de 40 passageiros continuam desaparecidos. A principal suspeita é de que uma tempestade tenha provocado o naufrágio.

Equipes da Capitania dos Portos seguiram para o local para fazer buscas pelos desaparecidos. Também trabalham no resgate do naufrágio as Defesas Civis Municipais de Belém, Governador José Porfirio e Vitória do Xingú.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) informou que iniciou a instalação de uma sala de situação na Câmara dos Vereadores do município de Porto de Moz. Os corpos das vítimas foram levados pelo Corpo de Bombeiros para o hospital de Porto de Moz.

O Corpo de Bombeiros montou uma operação com o auxílio de mergulhadores para localizar as vítimas. Já a Polícia Civil vai abrir uma investigação para apurar as circunstâncias do naufrágio.

Embarcação clandestina

Na tarde desta quarta-feira (23), a Agência Estadual de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon-PA) afirmou que a embarcação - pertencente à empresa Almeida e Ribeiro Navegação Ltda. - “não estava legalizada para fazer o transporte de passageiros , por não se encontrar registrada na Arcon-PA, portanto a embarcação estava realizando o transporte clandestino de usuários”.

Outro acidente

O acidente com a embarcação acontece 20 dias após outro naufrágio no Pará, que aconteceu no rio Amazonas, com nove desaparecidos. O caso foi considerado até então, o maior acidente em número de desaparecidos ou mortos desde 1981.

O naufrágio ocorreu no dia 2 de agosto, após uma colisão de um navio cargueiro e um comboio de nove balsas entre as cidades de Óbidos e Oriximiná, na região oeste do Pará. Os corpos das vítimas ainda não foram resgatados do rio.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions