Rondônia, sábado, 7 de dezembro de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Eleições

Publicado em Quarta, 20 de Outubro de 2010 - 11h22

EM NOVA PESQUISA, DIFERENÇA DE CONFÚCIO PARA CAHULLA CAI PARA 5%

RONDONIAGORA


EM NOVA PESQUISA, DIFERENÇA DE CONFÚCIO PARA CAHULLA CAI PARA 5%

O Instituto Phoenix publicou na manhã desta quarta-feira a segunda pesquisa de opinião pública para o 2º turno das eleições para candidatos ao Governo do Estado de Rondônia. A nova pesquisa aponta para um empate técnico entre os candidatos João Cahúlla (PPS) e Confúcio Moura (PMDB). A diferença é de 5,2%.

De acordo com os números da pesquisa, se as eleições fossem hoje, o ex-prefeito Confúcio Moura teria 44,1% das intenções de votos contra 38,9% de João Cahulla, atual governador, sendo que 11,9% são de indecisos e os que não votaram em nenhum ou em branco são 5,1%. Foram aplicadas 900 entrevistas em 10 municípios e a margem de erro é de mais ou menos 3% com 96% de confiabilidade. A escolha da amostra teve como base um misto de probabilistcio com 25% de quotas aleatórias e o restante por sorteios de múltiplas escolhas que foram feitas por sexo, bairros, ruas e domicilios gerando uma amostra equipobabilistica. As faixas econômicas compreenderam uma variação entre 6% a 10% da classe mais alta, 20 a 26% da classe média e 60 a 75% da classe de menor renda e houve a preocupação com a certificação de que os eleitores votam no município. A pesquisa, como um retrato de momento, demonstra uma tendência de alta para Cahulla e de baixa para Confúcio considerando a pesquisa anterior.

Sensíveis modificações

O quadro atual da eleição mostra sensíveis alterações e movimentações regionais e entre classes sociais. O primeiro debate entre os candidatos ao governo e o acirramento da campanha parece ter modificado sensivelmente o quadro eleitoral tornando o seu resultado incerto. Parece evidente, pelas mudanças observadas e pela opinião dos entrevistados, que de uma situação confortável Confúcio perdeu terreno para o candidato governista o que se deve à maior exposição de ambos a partir do debate inicial no qual, aparentemente, sob o ponto público a questão das companhias dos candidatos passou a ser considerada relevante e também, numa repetição do quadro nacional, as questões ditas religiosas como a do aborto. É estranho, mas, um dos elementos que transpareceu dos dados talvez devido à identificação de Confúcio com a candidata Dilma Roussef que este passou a ser alvo da desconfiança dos grupos religiosos, embora, também tenha aparecido críticas ao comportamento de ambos os candidatos em relação as palavras e ao comportamento citados de forma espontânea nas entrevistas.

Os dados mais relevantes, porém dizem respeito as mudanças observadas nos municípios maiores nos quais as intenções de votos de Cahulla subiram acentuadamente enquanto caiu a aprovação que existia do candidato peemedebista. Isto é sensível, por exemplo, nos maiores centros como Porto Velho onde Confúcio apresenta 43,1% das intenções de votos e Cahulla, 41,4% e em Ji-Paraná onde Confúcio possui 47,3% contra 45,3% de Cahulla, ou seja, locais onde Cahulla perdia por percentagens significativas passou a ter um empate técnico. Uma reviravolta formidável, se considerarmos os votos obtidos na eleição, aconteceu, por exemplo, em Rolim de Moura onde Cahulla perdeu e agora surge com 50% das intenções de votos contra 29% de Confúcio. Entre os fatores que parecem influir na mudança está o apoio de Cahulla à Serra, que, indiscutivelmente, lidera no Estado, bem como a reavivação do passado do governo do PMDB que foi marcado por uma série de escândalos. De qualquer forma com as intenções de votos atuais o pleito parece estar indefinido.

A pesquisa foi contratada pelo jornal Alto Madeira e registrada sob o número 29.629/2010 no Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia. Entre os dias 15 e 18 de outubro foram ouvidos 900 eleitores nos dez mais populosos municípios do Estado: Porto Velho, Ji-Paraná, Vilhena, Ariquemes, Guajará-Mirim, Cacoal, Pimenta Bueno, Vilhena, Ouro Preto e Rolim de Moura. Teve um custo de  R$ 15.000 e executada pela J J Coelho - Instituto Phoenix & Associados.

A pesquisa do Phoenix é constatamente utilizada pelo UOL na divulgação de material sobre as eleições 2.010.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/eleicoes/em-nova-pesquisa-diferenca-de-confucio-para-cahulla-cai-para-5)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions