Rondônia, quinta-feira, 25 de abril de 2019
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Terça, 19 de Março de 2019 - 15h30

Mais de 700 casos de tuberculose foram registrados em 2018, diz Agevisa

da Redação


Mais de 700 casos de tuberculose foram registrados em 2018, diz Agevisa

De janeiro a novembro de 2018, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) registrou 721 casos de tuberculose em Rondônia. Um levantamento feito pelo órgão mostrou que dos pacientes diagnosticados, 44 abandonaram o tratamento e retornaram com a doença.

Em comemoração ao dia 24 de março, Dia Mundial de Combate à Tuberculose, a Agevisa vai intensificar as campanhas de combate à doença nos 52 municípios, entre os dias 20 a 26 de março. O foco será voltado para a redução do abandono ao tratamento da doença e importância da vigilância dos contatos próximos ao paciente.

Como estratégia para conclusão do tratamento e cura, o Tratamento Diretamente Observado (TDO) pode ser realizado em todas as unidades de saúde, por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem ou agente comunitário de saúde, que devem observar e administrar o medicamento acompanhando o paciente todos os dias ou três dias na semana, evitando a entrega da medicação para ser utilizada em casa. Sem o tratamento a transmissão acontece de forma latente.

A Agevisa atualiza o protocolo que deve ser seguido pelos municípios e orienta a execução da vigilância nas unidades para que, além do tratamento dos doentes, a preocupação seja também com a realização de exames dos contatos, onde há transmissão das doenças às pessoas mais próximas aos pacientes infectados.

O Ministério da Saúde está implantando um protocolo da vigilância de infecção latente com capacitação para os profissionais de saúde de todo o Estado para que eles possam descobrir quem está doente e quem está infectado, haja vista a diferença no tratamento.

A pessoa infectada não apresenta nenhum sintoma, mas por meio do exame é confirmada a prova tuberculínica positiva. O tratamento da Infecção Latente por Tuberculose (ILB) é feito com uma medicação que deve ser administrada no mesmo período em que a pessoa é diagnosticada com a tuberculose, prevenindo que ela adoeça.

Dados divulgados pela Agevisa mostraram que em 2017, 16,3% dos pacientes de tuberculose abandonaram o tratamento, dado considerado alto em relação ao que é preconizado pelo Ministério da Saúde com a taxa de cura de 85% e abandono de no máximo 5%. Os casos de óbito são relacionados aos pacientes que abandonaram o tratamento e aqueles que tiveram o diagnóstico tardio.

Transmissão, sinais e sintomas
A doença é transmitida por via aérea, a bactéria se instala no pulmão. Em algumas pessoas, a imunidade faz encapsular a bactéria e não desenvolve a doença, em outras pessoas a doença é manifestada para outros órgãos. O tipo mais comum é de tubérculo no pulmão, mas pode ocorrer no fígado, rins, ossos e olhos, onde o diagnóstico é mais difícil de ser definido.

Inicialmente a tosse pode ser seca e com alguns dias a tosse se torna produtiva, com catarro, há perda de peso, febrícula que não ultrapassa 38 graus e, geralmente, ocorre o febril no final da tarde, há moleza e dispneia (falta de ar) e, em casos mais avançados, há presença de sangue no catarro e fraqueza, podendo levar a óbito com a ausência do tratamento.

O tratamento padronizado é gratuito por seis meses em todas as unidades de saúde, onde o paciente passa por uma avaliação médica mensalmente para situação clínica.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/geral/mais-de-700-casos-de-tuberculose-foram-registrados-em-2018-diz-agevisa)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions