Rondônia, 03 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Geral

Poço onde jovem caiu é coberto com madeira mas ainda oferece riscos

Terça-feira, 12 Setembro de 2017 - 09:57 | da Redação


Poço onde jovem caiu é coberto com madeira mas ainda oferece riscos
Terreno não é baldio, mas não tem muro e nem iluminação (Foto: Vanessa Farias/RONDONIAGORA)

O poço onde o jovem universitário Iuri Matheus Oliveira da Cruz, de 20 anos de idade, caiu e morreu na madrugada deste domingo (10), estava coberto com um estrado de madeira nesta segunda-feira (11). O terreno não é baldio e, segundo os vizinhos, há um homem que mora há cerca de 25 anos no local. De acordo com a Coordenadoria de Postura do Município, o proprietário não havia sido notificado por falta de denúncia à coordenadoria.

Somente neste ano, quase 2.500 imóveis, incluindo terrenos baldios, já foram notificados em Porto Velho. Segundo o coordenador, Rainey Viana, uma equipe com três servidores da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb) faz o trabalho de fiscalização, identificação e notificação dos proprietários.

O terreno onde ocorreu a morte do universitário não tem muro nem iluminação, mas há um poço de aproximadamente 10 metros de profundidade que estava coberto apenas por telhas. Na madrugada de domingo, o jovem teria saído de uma festa em uma casa de eventos em frente ao endereço, à Rua Clovis Machado, Bairro JKII, e foi urinar no local. Iuri caiu no poço e foi encontrado já sem vida. Um barraco de madeira construído dentro da propriedade está trancado com corrente e cadeado.

Já nesta segunda-feira (11), o poço estava coberto com um estrado de madeira, mas o local continua oferecendo risco. Segundo o coordenador de Postura, a equipe de fiscalização já foi até o endereço para identificar o proprietário, que deverá ser notificado sobre a necessidade de colocar uma tampa no poço, murar o terreno e calçar a frente da propriedade. Ele afirma ainda que cerca de 70% das notificações emitidas este ano tiveram resultado positivo, com o cumprimento da determinação.

Segundo os moradores da região onde aconteceu a fatalidade, um homem mora na casa, mas provavelmente deve ter ido para o sítio, e por isso a casa está trancada. “Eu moro aqui a vida toda, e esse poço existe há 25 anos, nunca aconteceu nada assim. O problema é que toda vez que tem festa na casa de eventos, vira uma baderna aqui na rua, fica garrafa jogada para todo lado e eles urinam em qualquer lugar. Infelizmente aconteceu essa fatalidade”, disse o morador Francisco Ferreira da Rocha.

O coordenador Rainey Viana orienta a população a denunciar terrenos como esse através do 0800 647 1390. “Quando o proprietário não é identificado, fazemos a publicação da notificação no Diário Oficial. A multa para quem não cumpre a determinação de limpeza, construção de muro e calçada, varia entre R$ 3,5 e R$ 70 mil, depende do tamanho do imóvel.

Poço onde jovem caiu é coberto com madeira mas ainda oferece riscos
Casa de eventos onde o jovem estava fica em frente ao terreno (Foto: Vanessa Farias/RONDONIAGORA)
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também