Rondônia, quinta-feira, 28 de maio de 2020
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Segunda, 18 de Maio de 2020 - 14h23

Rondônia recebe ventiladores pulmonares enviados pelo Ministério da Saúde

da Redação


Rondônia recebe ventiladores pulmonares enviados pelo Ministério da Saúde

Durante uma coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (18), o pelo secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, anunciou a chegada de 20 ventiladores pulmonares enviados pelo Ministério da Saúde. Ele falou ainda sobre o número de pacientes internados que chegou a 228 em todo o Estado.

De acordo com o último boletim, 1.963 casos de Coronavírus foram confirmados até o momento em Rondônia. O número de pacientes curados subiu para 738. No total, 74 óbitos foram registrados, sendo o maior número em Porto Velho com 51 e Guajará-Mirim com 12 mortes. Foram realizados ainda, 8.261 testes para Covid-19.

Segundo o secretário, a taxa de ocupação de leitos clínicos e UTIs estão aumentando. “No Cemetron, 80% dos leitos clínicos e 94% das UTIs estão ocupadas. Na Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI), 73% das vagas de UTI também já foram ocupadas”, informou Fernando Máximo.

Durante a coletiva, Fernando Máximo enfatizou a cura de 100% dos pacientes positivados com o Coronavírus nos municípios de Alto Alegre dos Parecis, Theobroma, Alta Floresta do Oeste, São Felipe do Oeste, Espigão do Oeste e Nova Brasilândia. Outro resultado positivo foi à cura de 70% dos pacientes de Ariquemes, 85% em Ji-Paraná 85% e 80% Primavera de Rondônia com 80%.

Servidores

De acordo com Fernando Máximo, 161 profissionais de saúde que atuam no Hospital João Paulo II, testaram positivo para Covid-19. No Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, 200 servidores foram infectados com a doença. No total, 234 trabalhadores positivados com Coronavírus já estão curados, aptos a voltarem a trabalhar, segundo o secretário. O número de colaboradores afastados chegou a 934.

Além de casos de Covid-19 confirmados em servidores do João Paulo II e Hospital de Base, também foram registrados casos de trabalhadores infectados no Hospital Infantil Cosme e Damião, Lacen, Cemetron, Hospital Regional de Cacoal, Heuro, no hospital da rede pública de Buritis e em Extrema, elevando o número de positivados da área da saúde.

Respiradores

No último domingo (17), o Ministério da Saúde enviou para Rondônia 20 ventiladores pulmonares de leito e cinco ventiladores de transporte, que são usados em ambulâncias. “O ex-ministro, Nelson Teich, havia nos prometido e cumpriu”, disse Fernando Máximo.

Guajará-mirim

Com o número de mortes por Covid-19 aumentando na cidade, o secretário disse que está acompanhando de perto a situação do município, prestando o apoio necessário. “Nós estamos mantendo contato constante com o prefeito e o secretário de saúde municipal para prestar todo o apoio necessário. A secretaria orientou que as equipes do município coletem mais exames para Coronavírus, para que a gente tenha um diagnóstico mais precoce e comece a tratar esses pacientes de forma antecipada. Tudo isso é evitar as complicações e diminuir o número de óbitos”, esclareceu o secretário.

Treinamento de médicos

No último domingo (17), a Sesau através do médico instrutor de treinamento da Covid-19, Sérgio Mello, iniciou o treinamento dos 19 médicos recém-formados da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), que irão atuar no combate à doença. Os médicos de Guajará-mirim, onde há um aumento no número de mortos por Coronavírus, também irão receber treinamento.

Testes rápidos

Os 100 mil testes rápidos anunciados pelo secretário no dia 7 de abril, comprados da China, já estão no Brasil e aguardam a liberação da alfândega e da Anvisa para que sejam encaminhados para Porto Velho. “Está muito próximo de sair de São Paulo. É realmente burocrático o desembaraço para a liberação. A gente espera que nos próximos dois dias esses testes já estejam em Rondônia. Não tem nada fora do padrão”, esclareceu Fernando Máximo.

Hidroxicloroquina

O médico instrutor de treinamento da Covid-19, Sérgio Mello, explicou que os pacientes que estão usando o medicamento estão tendo um ótimo resultado. O medicamento é usado em quem não tem contra indicação. “O tratamento é feito com o uso de Hidroxicloroquina e azitromicina precocemente, evitando que esses pacientes precisem ir para o ventilador mecânico e consequentemente tenham alta mais cedo”, finalizou o médico.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions