Rondônia, terça-feira, 18 de maio de 2021
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Geral

Publicado em Terça, 30 de Agosto de 2016 - 14h20

Sonho da casa própria: milhares sofrem para entrar em pré-cadastro na capital

Da redação


Sonho da casa própria: milhares sofrem para entrar em pré-cadastro na capital

“Eu já tentei uma vez ser contemplada, mas não consegui. Agora tenho fé que vou conseguir”. Foi com esta determinação que a manicure Fabrícia Miranda, enfrentou, desde a manhã no último sábado (27) um fila quase quilométrica para conseguir uma senha e fazer o cadastro para o programa Minha Casa Minha Vida, que começou a ser realizado nesta terça-feira (30). Segundo a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seas), são distribuídas apenas 700 senhas, entre normais e prioritárias, por dia e ao atingir esse limite, o portão do Bingool Clube é fechado.

Por ter acampado em frente ao portão, Fabrícia, moradora do Bairro Mato Grosso, acredita que vai conseguir realizar o sonho de ter a casa própria. “Passei esse dias todos aqui, dormindo na barraca, porque o meu sonho é dar o melhor para meu filho. A gente precisa dessa casa. Minha renda não dá pra comprar uma casa de outra forma”, diz a manicure. 

A diarista Dermozila Rodrigues também passou o fim de semana acampada na Rua Euclides da Cunha. Ela garante que valeu a pena, já que, na primeira sala de atendimento conseguiu tirar as dúvidas e ter certeza que tem o perfil para fazer o cadastro e concorrer a um dos imóveis que podem ser sorteados. “Estou cansada de pagar aluguel, tenho esperança que vou ser contemplada. Quando eu cheguei aqui à fila estava muito grande, mas não desanimei e vou ficar aqui até conseguir me cadastrar para realizar meu sonho”, afirma a diarista.

Por outro lado, a dona de casa Luzia Gomes, de 53 anos, chegou ao local às 6 horas desta terça-feira. Como ela se recupera de um procedimento pós-operatório, conseguiu pegar uma das senhas prioritárias. “Eu moro com minha mãe há muito temo e agora decidi enfrentar essa fila e concorrer uma casa”, diz Luzia, na sala de triagem, e animada por perceber que faltava apenas poucos passos para conseguir fazer o cadastro. 

O atendimento começou às 8 horas com a distribuição de senhas. Logo após, os interessados são levados para salas de atendimento para tirar dúvidas, depois passam por uma pré-triagem onde é conferida a documentação até chegar a triagem e por fim o cadastro. Segundo a secretária da Seas, Hérika Fontenele, os candidatos devem se certificar se toda documentação está completa, para que não perca a senha. “A gente está alertando toda a população, para que verifique se a documentação está completa, se o candidato não estiver com toda documentação em mãos ele não irá conseguir se cadastrar e infelizmente vai ter que volta para a fila”, explica.

De acordo com José Carlos Monteiro Gadelha, coordenador de habitação da Seas, o cadastro vai revelar a demanda habitacional existente na capital e o banco de dados formado com estas informações será utilizado pelo governo de Rondônia e pela prefeitura de Porto Velho. Ainda segunda a Seas, o cadastramento não é garantia de um imóvel aos inscritos, mas funcionará como pré-seleção para os condomínios Morar Melhor, que tem 2.512 imóveis; e Cidade de Todos II, com 240 imóveis.

O atendimento segue até o dia 8 de setembro, das 8 horas às 16 horas. No sábado, domingo e feriado de 7 de setembro o serviço funcionará até as 14 horas. A entrada para o Bingool Clube é pela Rua Euclides da Cunha.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions