Rondônia, 19 de maio de 2024
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Polícia

Presidiário confessa ter assassinado e esquartejado professor da Fimca; vídeo e fotos detalham o crime

Quinta-feira, 17 Maio de 2018 - 14:42 | da Redação


Presidiário confessa ter assassinado e esquartejado professor da Fimca; vídeo e fotos detalham o crime

O apenado Eriton Fábio Coelho Macedo, de 22 anos, confessou na tarde desta quinta-feira (17) aos policiais da Delegacia de Homicídios de Porto Velho que matou e esquartejou o professor da Fimca, Elessandro Milan, de 34 anos, no dia 18 de março de 2016. Ele disse que cometeu o bárbaro crime após uma bebedeira na residência da vítima no Bairro Aponiã, na Zona Leste de Porto Velho.

De acordo com o delegado Sandro Moura, os policiais conseguiram chegar até Eriton através do depoimento de Cesar Lopes de Souza, preso na manhã de quarta-feira (16). “Através da prisão de Cesar ele informou que quem teria matado o professor seria o Eriton, que está preso. Identificado, nós conseguimos localizar qual presidio estava, o encaminhamos para o instituto de identificação, foi coletado o material e confirmado que as digitais eram dele”, disse Sandro Moreira.

Para o delegado, Eriton contou que conheceu o professor em um bar e logo em seguida foi convidado para ir até a residência da vítima, onde continuaram ingerindo bebida alcoólica. Ele afirmou ainda que foi dopado por Elessandro e acordou com o professor tentando o matar sufocado. Com raiva, Eriton disse que decidiu matar o professor e depois esquartejou tudo por estar com muita raiva.

O criminoso contou ainda que, após cometer o crime, ele ainda tentou fugir do local com o carro da vítima, mas não conseguiu e fugiu a pé do local.

Segundo o datiloscopista Júlio André, o material colhido na casa da vítima é de Eriton e foi comprovado através das impressões digitais dos pés do criminoso.

O crime

O professor foi assassinado no dia 18 de março de 2016. O corpo de Elessandro Milan foi encontrado no Condomínio Aquarius, na Avenida Calama, Bairro Aponiã. No local do crime, foram encontradas várias pegadas, tanto na sala, onde o professor teria sido morto, como na cozinha, para onde o corpo foi levado e esquartejado. Uma faca de serra foi apreendida. Em dezembro de 2016, a polícia confirmou que duas pessoas estiveram na casa do professor e mentiram no depoimento. À época, elas foram novamente chamadas para depor. CONFIRA OS DETALHES QUE O ASSASSINO CONTOU:

Presidiário confessa ter assassinado e esquartejado professor da Fimca; vídeo e fotos detalham o crime
Presidiário confessa ter assassinado e esquartejado professor da Fimca; vídeo e fotos detalham o crime
Presidiário confessa ter assassinado e esquartejado professor da Fimca; vídeo e fotos detalham o crime
Material com a pegada do criminoso foi recolhida no local do assassinato
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também

Professor é esquartejado na Capital

O corpo do professor Elessandro Milan, de 34 anos, foi encontrado esquartejado no Condomínio Aquarius, na Avenida Calama, Bairro Aponiã. Segundo in...

Vídeo: Polícia prende suspeito de esquartejar professor em Porto Velho

Policias da Delegacia de Homicídios de Porto Velho cumpriram o mandado de prisão temporária na manhã desta quarta-feira (16) contra César L.S., de ...