Rondônia, 07 de Dezembro de 2022
Jornal Rondoniagora
Siga o Rondoniagora

Política

MINISTÉRIO PÚBLICO ENTRA COM REPRESENTAÇÃO PARA TCE INVESTIGAR COMPRAS DA PREFEITURA

Quinta-feira, 26 Maio de 2011 - 15:30 | TCE-RO


MINISTÉRIO PÚBLICO ENTRA COM REPRESENTAÇÃO PARA TCE INVESTIGAR COMPRAS DA PREFEITURA
O Ministério Público de Contas (MPC) interpôs, ontem (25), representação junto ao Tribunal de Contas objetivando a fiscalização imediata de todos os processos administrativos de aquisição de medicamentos envolvendo a empresa Sulmedi e a Prefeitura de Porto Velho, visando proteger os interesses do erário municipal.



A representação do MPC foi motivada pela operação deflagrada pela Polícia Federal, veiculada na mídia nacional e local, acerca da existência de fraudes a licitações para compra de remédios, corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, entre outros crimes, envolvendo a empresa Sulmedi e a Prefeitura de Porto Velho, que é jurisdicionada ao Tribunal de Contas (TCE-RO).

A representação da Procuradoria de Contas, assinada pela procuradora-geral Érika Patrícia Saldanha de Oliveira, foi oficiada ao Gabinete do Conselheiro Wilber Carlos dos Santos Coimbra, relator das contas da Prefeitura de Porto Velho, no exercício 2011.

No documento, o MPC pede ao conselheiro relator que sejam determinadas medidas urgentes, visando à fiscalização das licitações ou contratações diretas (no caso, o que houver) das execuções contratuais e liquidações das despesas envolvendo a administração municipal e a Sulmedi. Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News

Veja Também

CORRUPÇÃO NA PREFEITURA DE PORTO VELHO É DENUNCIADA NO FANTÁSTICO

Superfaturamento de remédios na Prefeitura de Porto Velhoi foi denunciado na noite deste domingo pelo programa Fantástico, da Rede Globo. A fraude ...

Cassol cobra sindicatos sobre corrupção na Prefeitura de Porto Velho

Em resposta a entidades sindicais que estavam questionando à sua nota contra a defesa da Central Única dos Trabalhadores (CUT), o senador Ivo Casso...

IRREGULARIDADES APONTADAS PELA CGU E PF NA PREFEITURA DE PORTO VELHO SOMAM MAIS DE R$ 1 MILHÃO

Aos poucos vão aparecendo os dados da Operação Saúde, desencadeada na última semana e que prendeu dezenas de empresários e servidores públicos. O R...