Rondônia, quarta-feira, 15 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Política

Publicado em Segunda, 22 de Abril de 2013 - 19h13

STF julga Caso Beron no dia 25 de abril

Assessoria


STF julga Caso Beron no dia 25 de abril
Acontece no próximo dia 25 de abril de 2013, às 14 horas no Supremo Tribunal Federal – STF, a audiência de conciliação entre o Banco Central do Brasil e o Governo do Estado de Rondônia, para resolver a questão da bilionária dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia – Beron. Em março, durante audiência em Brasília, com o ministro Ricardo Lewandowski, o presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, deputado Hermínio Coelho (PSD), propôs a conciliação, como forma prática de se resolver um problema que penaliza drasticamente a população rondoniense.

O ministro Ricardo Lewandowski, relator do processo do Caso Beron, emitiu o seguinte despacho: “As partes manifestaram interesse em trilhar a via conciliatória, motivo pelo qual designo o dia 25 de abril de 2013, às 14 horas e 30 minutos, para a realização de audiência de conciliação nas dependências desta Suprema Corte, que desde logo delego ao Juiz Federal Fabrício Bittencourt da Cruz, Magistrado Instrutor deste Gabinete. Com o objetivo de atingir a almejada efetividade à audiência a ser realizada, as entidades envolvidas na demanda deverão estar representadas por procuradores com plenos poderes conciliatórios. Procedam-se às intimações necessárias”.

Ao tomar conhecimento da audiência de conciliação, o deputado Hermínio Coelho, destacou ser necessário um esforço concentrado das entidades civis, Governo Estadual e principalmente da bancada federal, no sentido de buscar a sensiblização do Governo Federal, quanto a necessidade do Banco Central aderir a proposta rondoniense, extinguindo de vez com esta herança maldita, que mês a mês vem sangrando os cofres públicos.

O deputado Hermínio Coelho destacou que Rondônia colabora com o Governo Dilma Roussef, como no caso da concessão das duas usinas hidrelétricas que tantos danos sociais estar deixando para o Estado, mas é preciso também a contrapartida, no sentido de resolver esta questão da dívida do Beron. “É preciso um trabalho político forte junto a presidência da república, alertando para o sofrimento deste povo, e sobre uma dívida também gerada pelo próprio governo durante o período de intervenção do Banco Central”, concluiu.

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions