Rondônia, domingo, 19 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Sábado, 12 de Junho de 2010 - 11h12

“Cobras do Forró”: Sucesso junto ao público rondoniense – (parte II)

Walmir Miranda


“Cobras do Forró”: Sucesso junto ao público rondoniense –  (parte II)

Após a grande aceitação pelo público rondoniense da primeira parte da história da banda “COBRAS DO FORRÓ”, em maio pretérito, a coluna “Na Boca do Povo” abre novamente um espaço especial para registrar o trigésimo aniversário desta que é considerada como a melhor banda de forró do Estado de Rondônia, e inegavelmente, uma das melhores do gênero na região Norte brasileira.

Na verdade trata-se de, através deste trabalho jornalístico, se prestar uma justa homenagem a esse grupo de músicos e intérpretes, que com inegável talento e respeito às coisas de nosso Estado já chegou até a se exibir, por diversas oportunidades, em palcos artísticos importantes de cidades como Fortaleza (CE), terra do forró e do baião, e em Manaus (AM).

Nessa segunda parte da matéria sobre a banda “COBRAS DO FORRÓ”, que ao longo de seus 30 anos de existência trás consigo um legado de respeito e reconhecimento por parte do público rondoniense e de outros brasileiros que para cá vieram e continuam a vir, desfilando em seu repertório os grandes sucessos nacionais, dentro de uma ecleticidade musical que caiu no agrado de todos os tipos de público quando de suas apresentações, quer seja em locais de grandes eventos (exposições, feiras, arraiais, pré-shows de artistas famosos, etc), quer seja em clubes sociais, casas de espetáculos, ou em seu próprio reduto: à “TOCA DOS COBRAS”, uma agradável chácara, numa área verde privilegiada às proximidades do “Parque Natural de Porto Velho”.

PRIMEIRO DVD “COBRAS DO FORRÓ”

Em meio a esse clima de alegria, sobre modo, após o lançamento do sexto CD para os seus fãs, em maio pretérito, é que a banda “COBRAS DO FORRÓ” seqüência o ciclo de comemorações junto ao público, fazendo desta feita, o lançamento de seu primeiro DVD, neste domingo (13/06), na “TOCA DOS COBRAS”.
 
VINTE ANOS BUSCANDO O SUCESSO

Em meio a tudo isso, vale ressaltar os vinte anos de intensa persistência do Maestro Zezinho e de um pequeno grupo de amigos, que como ele, sonhava em se tornar profissionais, apresentar-se em público e ter seu talento reconhecido pelo público, dentro e fora de Rondônia.

Depois de muita persistência o sonho se tornou realidade, pois como nos disse o Maestro Zezinho, “ele foi acalentado desde a infância, pois sempre quis se tornar cantor e sanfoneiro, sem fugir das suas raízes. No início, tudo foi muito difícil, entretanto, jamais abandonamos o nosso sonho e o nosso objetivo. Só que até chegar à formação da banda e torná-la no que ela se tornou demorou cerca de vinte anos. Valendo lembrar que, fixei residência em Porto Velho há mais de 54 anos, e daqui espero nunca mais sair, pois a cidade e o seu povo me acolheram, assim como aos meus familiares. Sou grato por tudo isso, principalmente, pelos incontáveis amigos que aqui fiz e continuo a fazer (gente importante e gente do povão), particularmente, da imprensa em geral”.

INÍCIO COM APENAS QUATRO COMPONENTES

A história da banda “OS COBRAS DO FORRÓ” se confunde com o próprio tempo, pois as coisas somente começaram a engrenar de verdade por volta do ano de 1980. Detalhe: naquela época, a banda era formada por apenas quatro componentes: Zezinho (sanfona e vocal), Sabá (triângulo e vocal), Fiel (zabumba de marcação) e Raimundo Taxista (pandeiro).  


 

APRESENTAÇÕES NA RÁDIO CAIARI

No período de 1980 a 1981, os radialistas Alfredo Barradas, Walmir Miranda, Vivaldo Garcia, Isaac Ferraz, Lucivaldo Souza, Edinho Marques, Fernando José (Pinguilite) e Osmar Vilhena, passaram a incentivar os “COBRAS” a fazerem apresentações na Rádio Caiarí (que antigamente tinha seus estúdios ali atrás da Catedral do Sagrado Coração de Jesus), ao vivo, ou seja, dentro do estúdio da emissora, com a utilização de apenas dois microfones. As apresentações ocorriam em programas como: “Canta Brasil” e “Sucessos Românticos”, após as 21 horas.

Posteriormente, a banda passou a se apresentar aos domingos, na sede do Botafogo, bairro Liberdade, à época do saudoso Sr. José Camacho, pai do “Camachinho” que também muito ajudou o grupo após o falecimento de seu genitor. Inclusive, contratando a banda para animar eventos sociais, além de bailes carnavalescos. A cada apresentação aumentava o número de fás, que apesar de tocar diversos ritmos se manteve fiel ao estilo forrozeiro, por ser o mais solicitado pelo público.

SEGUNDA FORMAÇÃO: NOVE COMPONENTES NA BANDA

A segunda formação da banda “COBRAS DO FORRÓ” deu-se por volta de 1982/1983, quando esta passou a contar com os seguintes profissionais: Cural (cavaquinho), João Batista (violão e bandolim), Toinho (percussão), Ramos (trompete), o saudoso Chiquilito Erse  (bateria), Sabá (triângulo e vocal), Pezão (zabumba de marcação), Raimundo Taxista (pandeiro) e Zezinho (sanfona de 120 baixos e vocal). O prestigio da banda crescia acentuadamente.  O grupo passou então, de quatro para nove componentes.

Entretanto, Chiquilito Erse ingressou na política e em razão disso não prosseguiu com os “COBRAS”. “Mas vale registrar que, enquanto vivo, Chiquilito sempre ajudou e incentivou para que seguíssemos em frente. Para nós, ele sempre será inesquecível”, afirma o Maestro Zezinho.

OITO INTEGRANTES NA TERCEIRA FORMAÇÃO EM 1990

Em 1990, a banda “COBRAS DO FORRÓ” passou a ter os seguintes componentes: Zezinho (sanfona e vocal), Sabá (triângulo e vocal), Pezão - que faleceu em 2009 – (zabumba), Dadá (que também já é falecido) no contrabaixo, João Batista (violão), Toinho (bateria), Afonso (vocal) e Mauro Puruí.
 
“Daí por diante começamos a tocar mais frequentemente em bailes carnavalescos, em clubes sociais, e em grandes eventos da comunidade portovelhense, inclusive, nas periferias” acrescentou o Maestro Zezinho.

APRIMORAMENTO PROFISSIONAL  E GRAVAÇÕES

O grupo voltou-se então para a melhoria dos instrumentos e equipamentos utilizados por cada um de seus componentes, principalmente, em relação à sonorização. Dessa forma, a banda “COBRAS DO FORRÓ” foi aos poucos se consolidando mais e mais junto ao público, principalmente, nas cidades de Porto Velho e Guajará Mirim. Também iniciou uma série de apresentações na sede social e esportiva do Clube Ypiranga, na região central da Capital.

Também a partir desse período, a banda gravou o seu primeiro disco LP (Long Play) em vinil e, posteriormente, os seus primeiros CD´s.

Atualmente, a banda possui gravados um LP e seis CD´s. E está aprimorando o trabalho de lançamento do seu primeiro DVD, que logo, logo vai estar na praça para deleite dos amantes do forró.

FORMAÇÃO ATUAL DA BANDA
 
Atualmente, a banda tem os seguintes integrantes: Maestro Zezinho (sanfona e vocal), Arquibaldo (contrabaixo), Sabá (triângulo e vocal), Fánka (bateria), Zé Maria (guitarra), Tião (teclado - 1), Hélton (teclado - 2), Zé do Zambumba (zabumba), Mário, Regiane e Patrícia (croner´s).

São treze músicos e intérpretes da melhor qualidade. Em todo o Estado de Rondônia são unanimemente considerados como a nossa melhor banda de forró, e uma das melhores do Norte-Nordeste brasileiro. Um orgulho para Rondônia, sem sombra de dúvida. 

Portanto, após terem lançado o seu sexto CD, em maio deste ano, os “COBRAS DO FORRÓ” confirmaram para este domingo (13/06), o lançamento de seu 1º. DVD. A festa na “Toca dos Cobras” começa a partir das 15 horas.
 
Para este evento, a família “COBRAS DO FORRÓ” está convidando o público em geral, além de autoridades e o pessoal da imprensa (Rádios, Jornais, Sites e televisões).

Todos serão brindados com um repertório musical bastante variado, que agradará jovens, adultos e pessoas da melhor idade. Com certeza. “A Toca dos Cobras”, como já mencionado, fica em meio à natureza. É bastante agradável. Os presentes poderão tomar banho de igarapé ou desfrutar de uma boa chuveirada, saborear tira-gostos diversos, água mineral, refrigerantes e umas “geladinhas” (com moderação).

A “TOCA” é arejada e bem iluminada. Oferece amplo estacionamento para automóveis e motocicletas, além de uma boa equipe de seguranças. O acesso é feito por via totalmente asfaltada, ou seja, a mesma que dá acesso ao “Parque Natural de Porto Velho”, no prolongamento da Av. Rio Madeira. 

AGRADECIMENTOS

A reportagem do RONDONIAGORA, o “Maestro Zezinho”, disse que os integrantes da banda “COBRAS DO FORRÓ” se sentem agradecidos ao público em geral, às autoridades e a imprensa, pelo apoio que sempre lhes dispensaram. Por isso, deixa a todos, indistintamente, sinceros agradecimentos.
 
IN MEMORIAN

O líder dos “COBRAS DO FORRÓ”, Maestro Zezinho, também acrescentou que, “não poderia deixar de lembrar com saudade e nostalgia daqueles componentes da banda que já nos deixaram (faleceram): Dada, Fiel, Araújo, Mauro Puruí e Pezão. Jamais os esqueceremos. Eles, em vida, muito colaboraram, para que chegássemos onde hoje estamos, em termos de reconhecimento ao nosso trabalho profissional. Fizeram e sempre farão parte do sonho que conseguimos tornar realidade. Que Deus os tenha em sua Sagrada Morada”.
 
ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!

VEJA TAMBÉM:

Cobras do Forró comemora 30 anos lançando mais um CD; Confira a história da banda


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions