Rondoniagora.com

Rondônia, 24 de Setembro de 2022
Banner
Siga o Rondoniagora

Artigos

COLUNA BASTIDORES POLÍTICOS – Por Gérson Costa

Terça-feira, 27 Maio de 2008 - 23:38 | Gérson Costa


Pesadelo petista

Apesar das derrotas em 2000, 2002 e 2004, o deputado federal Mauro Nazif provou ser bom de voto em Porto Velho. Reeleito em 1998 para Assembléia Legislativa com pífios 4.734 votos, conquistou um bom naco do maior colégio eleitoral de Rondônia ao arrebanhar em 2000 (50.908 votos); 2002 (65.725 votos); 2004 (76.557 votos) e, finalmente, eleito com 43.623 para Câmara Federal. É bom lembrar que a ascendência de Nazif começou lá atrás com aquela dobradinha com o PT em 2000.

Bom de voto

Apesar das derrotas em 2000, 2002 e 2004, o deputado federal Mauro Nazif provou ser bom de voto em Porto Velho. Reeleito em 1998 para Assembléia Legislativa com pífios 4.734 votos, conquistou um bom naco do maior colégio eleitoral de Rondônia ao arrebanhar em 2000 (50.908 votos); 2002 (65.725 votos); 2004 (76.557 votos) e, finalmente, eleito com 43.623 para Câmara Federal. É bom lembrar que a ascendência de Nazif começou lá atrás com aquela dobradinha com o PT em 2000.

Erros do passado

Nazif não pode ser levado ao engodo como àquele do “povo quer união”. Perdeu uma campanha praticamente vitoriosa para o prefeito Roberto Sobrinho (PT). Até do publicitário da época – bem conhecido hoje pelas bandas da Assembléia Legislativa –, o pré-candidato socialista precisa manter distância. Quem não lembra do primeiro programa eleitoral daquela campanha, quando Nazif apareceu de branco recebendo personalidades também vestidas de branco num cenário completamente clean, parecendo uma figura divina derramando bênçãos sobre pecadores.

Vontade palaciana

Erramos ao dizer que o ex-prefeito Carlos Magno apoiará a eventual candidatura do deputado estadual Alex Testoni (PTN) em Ouro Preto do Oeste. Na verdade, existe uma articulação para tirá-lo da disputa pelo Paço Municipal e alojá-lo no Instituto de Terras de Rondônia, órgão recém implantado pelo governador Ivo Cassol. O ex-prefeito pode até resistir, mas é praticamente inevitável a sua desistência.

Pelos fundos

O apresentador de televisão Marcelo Bennesby deixa a Assessoria de Comunicação da Assembléia Legislativa no final do mês. Gentilmente convidado a retirar-se do recinto, Bennesby ficou sem entender o petardo que o atingiu. É a velha história da corda que arrebenta no lado mais fraco... Diferente do apresentador, o secretário-geral da Casa, Neucir Battiston, saiu fortalecido da crise que abateu a Assembléia Legislativa. Continua com os mesmos poderes, homologando contratos e autorizando diárias para os deputados.

E-mail: gerson@rondoniagora.com
Rondoniagora.com

SIGA-NOS NO Rondoniagora.com no Google News