Rondônia, domingo, 9 de dezembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Sábado, 15 de Agosto de 2009 - 09h26

Começam as saídas de personagens das siglas com vistas as eleições

RONDONIAGORA


Por: Walmir Miranda

CENÁRIO POLÍTICO & DEFECÇÕES PARTIDÁRIAS (1)

Como costumeiramente ocorre nos períodos pré-eleitorais, algumas mudanças de personagens já começaram a ocorrer no cenário político tupiniquim. E muitas outras, certamente, estão a caminho, com vistas às eleições majoritárias de 2010, quando estarão em disputa os cargos de governador e vice-governador, duas vagas ao Senado, oito para a Câmara Federal e 24 para a Assembléia Legislativa, e seus respectivos vices.

CENÁRIO POLÍTICO & DEFECÇÕES PARTIDÁRIAS (2)

De momento três dessas defecções, também conhecidas como mudanças de personagens da política estadual e nacional chamaram a especial atenção dos rondonienses.
A primeira foi a saída do governador Ivo Cassol do PPS, para comandar o Partido progressista (PP).
Pela liderança política que exerce, e seguramente, pela “avalanche” de votos que deverá receber nas próximas eleições tornou-se espécie de “pólie premiada”, dessas em que o apostador considera que vale dez por um. E as pesquisas estão mostrando isso com todas as letras, em que pese o governador estar enfrentando dificuldades em alguns setores de sua administração, particularmente em áreas vitais como educação, segurança e saúde. Mas são visíveis os esforços que vem fazendo para ter esses setores sob controle.
Cassol “abocanhou” o comando do PP e gerou choro e esperneamento do ex-deputado federal Agnaldo Muniz e sua troupe. Coisas da política diriam alguns.
Porém, entre o prestígio e poder político do governador e a condição de Agnaldo Muniz (atualmente sem mandato), a executiva nacional do PP ficou com Ivo Cassol. Prevaleceu a lógica dizem os expertes no assunto.

CENÁRIO POLÍTICO & DEFECÇÕES PARTIDÁRIAS (3)

A segunda, ainda no âmbito da Capital, foi divulgada recentemente: o ex-senador, ex-deputado federal, ex-prefeito de Porto Velho, e atual Secretário-Chefe da Casa Civil, Odacir Soares, sob às bênçãos da executiva nacional do PSL, “destronou” Silvana Davis e assumiu o comando da sigla no Estado.
Odacir Soares com a experiência que possui certamente dará maior unidade e dinâmica ao PSL em Rondônia. Cacife não lhe falta para isso.
Aliás, o PSL, por pura incompetência administrativa de alguns ex-dirigentes, no entender de muitos, perdeu o único deputado estadual que possuía: Euclides Maciel. O parlamentar mudou de mala e cuia para o PSDB. Teve, inclusive, decisão favorável da Justiça quando dessa questão que foi amplamente divulgada pela mídia rondoniense. Lembram?

CENÁRIO POLÍTICO & DEFECÇÕES PARTIDÁRIAS (4)

A terceira defecção político-partidária surpreendeu muita gente. O então presidente do Diretório Municipal do PMDB de Porto Velho, Fernando Prado (empresário do setor de educação superior), percebendo que estava “sendo cozinhado em fogo brando” pelos supostos dinossauros pemedebistas deixou o partido que no Estado é conduzido pelo Senador Valdir Raupp, que inclusive o havia convidado para ingressar no PMDB e lhe confiara a tarefa de reorganizá-lo e unificá-lo com vistas as eleições do próximo ano, resolveu sair do partido.
Fernando Prado, que vinha desenvolvendo um bom trabalho no PMDB de Porto Velho. Porém, ante as insatisfações demonstradas pelos ditos “históricos” do partido, que não suportavam sua posição de presidente do Diretório Municipal cansou-se das intrigas internas, e mudou para o Partido Progressista, convidado que foi pelo governador Ivo Cassol.
Em 2006 quando ainda era um mero desconhecido na política rondoniense, Fernando Prado lançou-se candidato a deputado federal, pelo PMDB fazendo sua “estréia” perante as urnas e obtendo, surpreendentemente mais de sete mil votos.
Foram milhares devotos que ajudaram a dar consistência a legenda do PMDB naquelas eleições.
Fernando Prado esperava reconhecimento por parte dos integrantes de todos os segmentos do partido.
Porém, o que viu foi crescerem a inveja e as intrigas em torno de seu nome, fazendo-o desgastar-se a ponto de ter decidido sair do PMDB para ingressar no Partido Progressista pelo qual pretende disputar uma cadeira de deputado estadual.
Resta esperar para ver como o novo comando do PMDB porto-velhense irá conduzir o partido rumo a 2010. Se unido e forte, como quer Valdir Raupp, ou rachado e cheio de personagens decrépitos que há muito estariam superados e atrapalhando a vida desse grande partido político. Salvo raras exceções.

GRIPE SUINA: É DE CACOAL A 1ª. VÍTIMA FATAL

Informações provenientes do Centro de Medicina Tropical (CEMETRON), em Porto Velho, confirmam que a gripe suína fez sua primeira vítima fatal em Rondônia, que teria contraído a doença na área do município de Cacoal.
O Cemetron também confirmou à imprensa que, oito pessoas estão internadas, atualmente, com sintomas da gripe suína, das quais cinco são mulheres grávidas.
Todo cuidado é pouco. Cuidado!
Adultos e crianças que se sentirem atingidas por algum tipo de gripe devem procurar cuidados médicos imediatamente nos hospitais, clínicas, postos de saúde (públicos ou privados).
No Cemetron e no Hospital de Base existe todo um aparato, em alas internas específicas, para atender de forma diferenciada os portadores da gripe suína.
Portanto, não vacile. Lave as mãos e não partilhe com terceiros utensilhos como copos, talhares, além de outros objetos de uso pessoal

TRÂNSITO CAÓTICO E ASSASSINO

O poder público precisa continuar priorizando obras que viabilizem à melhoria e segurança do trânsito e, também, através de propulsão humana em Porto Velho, cuja frota é superior a 120.000 veículos (automóveis, caminhões, ônibus, motocicletas e similares).
Além disso, os porto-velhenses têm de lidar, diariamente, com mais de 150.000 bicicletas que trafegam nos setores centrais e periféricos.

Novas artérias viárias precisam ser construídas e devidamente preparadas, além daquelas já existentes, para absorver o impacto causado por todos esses veículos. Mensalmente, centenas de novos veículos estão sendo colocados nas ruas da Capital agravando essa desagradável situação.
Portanto, é fato que, existe a necessidade de serem criados novos pontos de escoamento para o tráfego nesta que é a mais importante cidade do Estado de Rondônia, e que possui mais de 400.000 habitantes.

Como resultado dessa situação tem-se na cidade de Porto Velho, todos os dias, uma média de trinta acidentes de trânsito. Isso, no final de cada mês representa cerca de novecentos (900) acidentes. Muitos dos quais com vítimas fatais, principalmente, de ciclistas e motociclistas.

Em muitas partes, os matagais e árvores ornamentais crescidas, não permitem que a sinalização (ainda existente) seja visualizada.
A administração municipal precisa encontrar solução urgente para esses problemas. Caso contrário mostrará que entre a publicidade veiculada na mídia e a realidade vivida pela população uma das duas não é verdadeira.

MOTORISTAS, MOTOCICLISTAS, CICLISTAS PRECISAM RESPEITAR O CÓDIGO DE TRÂNSITO

Entretanto, os motoristas, motociclistas, ciclistas e, também os pedestres precisam dar sua parcela de colaboração, para que o trânsito de Porto Velho mude para melhor e menos acidentes venham a ocorrer. Evitando-se, dessa forma, que vidas sejam ceifadas, pessoas resultem mutiladas, bem como, os incalculáveis prejuízos financeiros causados pelos acidentes.
É preciso que as leis de trânsito sejam respeitadas.
Que se evite dirigir embriagado, em alta velocidade, desrespeitando a sinalização.
É preciso, também, que os veículos não estacionem em locais inadequados ou em filas duplas. Isso prejudica a locomoção de pessoas expondo-as aos acidentes.
Os ciclistas devem passar por uma fiscalização mais rigorosa, da parte do policiamento de trânsito da Polícia Militar, vez que, também estão obrigados a respeitar o Código Nacional de Trânsito.
Como isso não está ocorrendo o que mais se vê pelas ruas da Capital são os ciclistas trafegando na contramão, “furando” sinais vermelhos, circulando em filas duplas ou triplas, sem faróis, sem buzina, sem olhos de gato nos pedais. Portanto, sem os apetrechos imprescindíveis aos seus veículos e a própria segurança de seus condutores.
A prefeitura também pode contribuir criando pelo menos mais quatro ou cinco ciclovias em Porto Velho, já que, atualmente, só existe a da Av. Raimundo Cantuária (por onde trafegam, diariamente, mais de 10.000 ciclistas).
Quanto aos mototaxistas...
Falaremos sobre eles em nossas próximas colunas. Muitos deles estão exorbitando no trânsito, na ânsia de ganhar dinheiro. Isso também está causando acidentes e mortes, quase que todos os dias. Diversos lares já estão enlutados por causa de imprudências que alguns mototaxistas cometeram. Lamentavelmente.

CRIMINALIDADE

Em que pese os esforços do Poder Executivo estadual para aumentar os contingentes das corporações de segurança de Rondônia (Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar), além dos Agentes Penitenciários, que de certa forma se inserem nesse contexto, os registros diários mostram que a criminalidade continua a crescer, tanto na Capital, como no interior do Estado.

Os bandidos estão “querendo deitar e rolar” sobre os direitos dos cidadãos no que tange à Segurança Pública. Direitos esses assegurados nas Constituições: Federal e Estadual.
Os assaltos à mão armada estão ocorrendo à luz do dia. Residências e estabelecimentos comerciais estão sendo invadidos por marginais que saqueiam, roubam, baleiam e matam inocentes, numa demonstração de completa banalização pela vida humana.
Os assassinatos se multiplicam, os estupros, os roubos de veículos e os sequestros relâmpagos, também.
Assaltos a pessoas idosas às proximidades de estabelecimentos bancários têm sido uma constante. Está virando rotina.

Outra coisa que está deixando a população assustada é a quantidade de delitos envolvendo narcotraficantes e consumidores de drogas alucinógenas.
Somente este ano dezenas de traficantes, vendedores e consumidores de drogas foram colocados atrás das grades em ações das polícias civil e militar.

CRIMINALIDADE & ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

Para considerável parte da população é uma pena que a administração municipal ainda não tenha encontrado uma forma de criar e operacionalizar a Guarda Municipal. Ela daria enorme contribuição à melhoria da segurança pública aos porto-velhenses, posto que, a simples presença de VIGILANTES nos estabelecimentos municipais pouco ou nenhum temor causa aos marginais.

AMADO RAHAL

Dentro em breve o Hospital de Base de Porto Velho estará realizando cirurgias de alta complexidade em pacientes com problemas de coluna vertebral, joelho e quadril. Convênio já foi assinado com o Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Rio de Janeiro (INTO).
O “HB” terá camas elétricas para Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), intensificador de imagens, mesas modernas para cirurgias, aparelhos respiratórios artificiais, monitores cardíacos, além de mais dois aparelhos de Raio-X. O INTO também fornecerá ao “HB” aparelhos importantes para tratamento de câncer.
Mais: em curtíssimo espaço de tempo entrarão em funcionamento os setores de quimioterapia, radioterapia e outros.
Essas boas notícias foram dadas a Coluna: Na Boca do Povo, pelo próprio Diretor Geral do Hospital de Base, Dr. Amado Rahal.
Ele ainda acrescentou: “A Policlínica Oswaldo Cruz será totalmente reformada, ampliada e melhorada para atenderas pessoas que precisarem de seus serviços na área médica. Tudo no mesmo local. Só que em instalações amplas, modernas e com mais conforto aos pacientes e funcionários ali lotados. O Hospital Infantil Cosme e Damião será construído junto ao complexo do Hospital de Base e terá equipamentos modernos. Já o “HB” terá a aplicação de recursos da ordem de R$ 18 milhões, autorizados pelo governado Ivo Cassol, recursos esses provenientes da compensação proveniente das Hidrelétricas que estão sendo construídas no município de Porto Velho” enfatizou Amado Rahal.

ASDEFRON

O que aconteceu?
Por que o prédio construído pelo governo do Estado para apoiar os deficientes físicos, através da Associação de Deficientes Físicos de Rondônia (ASDEFRON), na Av. Amazonas, agora está em mãos de terceiros?
O que foi feito dos recursos e equipamentos que teriam sido destinados a referida entidade?
E os seus ex-dirigentes? Onde estão? Eles precisam explicar essa deplorável situação para todos os deficientes da Capital e do Estado e, principalmente, para a população.
Ou tudo vai ficar na base do “faz de conta” mesmo?
Afinal trata-se da perda de uma ampla sede administrativa, construída em alvenaria, em ponto nobre de Porto Velho, e que custou milhares e milhares de reais dos cofres públicos.
Será que o Ministério Público pode intervir na questão?
É a pergunta que não quer calar, ante a visível irresponsabilidade de quantos estiveram à frente da diretoria da ASDEFRON.
Consta que, o prédio teria sido alvo de ações judiciais e dado como forma de pagamento de dívidas contraídas pela referida entidade, outrora tida como defensora dos deficientes físicos.
Isso é uma vergonha.

ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!

(Disponível em https://www.rondoniagora.com/artigos/comecam-as-saidas-de-personagens-das-siglas-com-vistas-as-eleicoes)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions