Rondônia, sábado, 18 de novembro de 2017
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Segunda, 17 de Março de 2008 - 19h13

DEUS E O HOMEM: REFLETINDO AS PALAVRAS DO LIVRO SAGRADO

Aurélio Wolff


DEUS E O HOMEM: REFLETINDO AS PALAVRAS DO LIVRO SAGRADO
Parabéns leitores
É com grande satisfação que constatamos a participação dos leitores pela coluna de comentários, o que vem tornar mais interessante os assuntos bíblicos abordados, lembrando sempre que todos podem participar, com suas opiniões, cuidando sempre para respeitar a maneira de crer de cada pessoa. É um bom exercício para o domínio próprio, a promoção da comunhão dos muitos filhos de Deus semeados como uma lavoura celestial. Abordaremos neste espaço vários temas e garanto que alguns poderão deixar muitos leitores libertos de conceitos religiosos que herdamos de muitas religiões.

O apóstolo Paulo escreveu: as igrejas que estavam na galácia , dizendo que foi para a liberdade que Cristo nos libertou ( Gl 5.1 ).

Permanecei pois livres...sendo guiados pelo mover do Espírito e não pela lei judaica. É muito bom estarmos vivendo os tempos do Novo Testamento e não mais estarmos no tempo do Velho Testamento. A velha aliança passou e hoje existe uma nova aliança em andamento, com um Sumo - Sacerdote celestial, e muitos filhos de Deus que também são sacerdotes, também o templo de grandes pedras foi substituído por um templo formado de pedras vivas para habitação de Deus ( Ef 2.22,Hb 3.6, 1 Co 6.19 ). Boa leitura.

Cristo é o primeiro


Na visão espiritual das profecias bíblicas é Cristo quem está sempre em primeiro plano, o resto é pano de fundo, e precisamos de sobriedade para não confundir o pano de fundo com o destaque em primeiro plano, senão ficaremos muito confusos acerca das profecias. Com a vinda e manifestação do Ungido, que é Cristo, ocorreu uma grande mudança de era, que poucos efetivamente compreenderam o seu significado, a despeito de já terem se passado mais de 2.000 anos desde os acontecimentos que marcaram tal grande mudança. Surgiram muitas doutrinas e teorias religiosas que direta ou indiretamente minimizavam de alguma forma o significado da pessoa de Jesus Cristo e o impacto que Ele teve e terá na mudança de era.

Deus em todos os lugares ao mesmo tempo


A Bíblia sempre rechaçou com veemência tipos de ensinamentos, como em Colossenses 2:8,9 "Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo; porquanto, nele, habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade.". Nos vesículos referenciados sobre este Ungido fica claro que Ele é o próprio Deus que entrou no tempo e na criação, se tornando uma de suas criaturas ao se tornar carne(Jo 1:14). Este mesmo Deus que é onipresente (pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo) é eterno. É bom lembrar que o inicio da existência do tempo e consequentemente da criação não implicou no fim da existência da eternidade, que sempre houve antes que tudo existisse. Para nós, criaturas é até difícil conceber o que seja estar dentro e fora do tempo, mas para Deus isto não é problema. Ele pode até falar com Ele mesmo, estando ao mesmo tempo na eternidade e na criação.

O primogênito de toda a criação


Muitos dos erros de ensinamentos no meio cristão se deveram à presunção de achar que poderiam captar pela mente e cultura humana todo o significado desta pessoa maravilhosa que é Cristo. Fica aqui um desafio aos teólogos e filósofos. Tentem explicar a argumentação de Colossenses 1:15-20 "Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; pois, nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele. Ele é antes de todas as coisas. Nele, tudo subsiste. Ele é a cabeça do corpo, da igreja . Ele é o princípio, o primogênito de entre os mortos, para em todas as coisas ter a primazia, porque aprouve a Deus que, nele, residisse toda a plenitude e que, havendo feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele, reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, quer sobre a terra, quer nos céus."'. De acordo com este trecho, porque Jesus Cristo, tendo nascido há uns 2000 anos atrás, é na verdade o primogênito (que veio primeiro ou antes) de toda a criação?

Vida para o espírito , alma e corpo


De qualquer maneira há muito a falar sobre esta tão extraordinária pessoa, que não haveriam livros suficientes para expressar tudo o que este maravilhoso Cristo é (Jo 21:25). Assim, além de procurar impressionar o leitor com o fato de que Ele é tanto um homem (1 Tm 2:5) quanto Deus (Cl 2:9), vamos tratar de forma resumida sobre a Sua missão. Ele deixou claro que veio para salvar o mundo (Jo 12:47) e para que tivéssemos vida em abundância (Jo 10:10). É importante ressaltar que existem 3 palavras no grego que são sempre traduzidas como vida no protuguês, mas que apesar de receberem a mesma tradução têm significado diferente. São psiqué, biós e zoe, significando vida da alma, vida física ou biológica e vida divina, respectivamente. Em joão 10:10 a palavra vida no original é zoe, vida divina. Ele veio para que pudéssemos nos tornar participantes da própria natureza divina (2 Pe 1:4, 1 Jo 3:2), o que implica em uma transformação de vida nunca vista no universo. Como imaginar o que seja uma criatura nascer com uma vida (Natural), e depois passar por um processo de transformação (experiência da cruz) esta se torna em uma nova criatura, com outra natureza (2 Co 5:14-17). É como se fosse possível mudar o DNA de um ser vivo adulto, de modo que este mude até de forma e de natureza!! Como expressar esta maravilha em nossa pobre cultura humana?

Tão grande salvação


Jesus Cristo é este maravilhoso homem, que também é Deus, disse em João 12:23,24: "Respondeu-lhes Jesus: É chegada a hora de ser glorificado o Filho do Homem. Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto.". Por isto, antes de que Ele fosse crucificado e glorificado, a Bíblia o considerava o Filho Unigênito do Pai (Jo 1:14,18), mas depois de Sua glorificação Ele passou a ser considerado o Filho Primogênito dentre muitos (Romanos 8:29). Observe o leitor que tal filiação a nós concedida (Jo 1:12) não é uma mera adoção de pobres órfãos, como dá a entender algumas traduções equivocadas, mas é uma filiação que nos torna filhos não só legítimos, mas genuinamente com a natureza do Pai. Nenhum processo de adoção em cartório pode fazer isto. Por isto esta é uma tão grande salvação (Hb 2:3).

Um reino onde todos são sacerdotes


Através de Jesus Cristo, Deus planeja estabelecer um reino eterno nesta terra que jamais passará (Daniel 2:44,45), comprando, com o preço de Seu próprio sangue (Atos 20:28; 1 Pe 1:18,19), uma nação de sacerdotes, de toda tribo, língua e nação (Ap 5:9,10). Por isto Jesus disse a Pilatos que o Seu reino não é deste mundo (Jo 18:36), mas é celestial! Neste longo período de tempo transcorrido entre o fim das 69 semanas e a última semana de Daniel 9:26,27, que ninguém sabe quanto tempo será, senão só o Pai (Mateus 24:36), é o período da Igreja. Neste período o Espírito do Senhor está trabalhando e operando na Igreja até que obtenha os Seus vencedores (Ap 2:7, 11, 17, 26; 3:5,12) e por fim a Sua Igreja ataviada para Ele (Jo 3:29; 2 Co 11:2; Ef 5:25-27, 32; Ap 21:9). Esta Igreja na verdade é o Seu Reino Celestial crescendo ainda em meio a velha criação, até que um dia se tornará a grande montanha profetizada em Daniel, e por fim será a Nova Jerusalém e a Nova Criação, ocasião em que toda a velha criação será exterminada (2 Pe 3:10; Ap 21:1). Portanto, todas as profecias sobre os acontecimentos futuros apenas dão alguns detalhes de eventos e acontecimentos que irão transcorrer até que a o Reino dos Céus se estabeleça nesta Terra, e finalmente a Nova Criação venha a substituir a velha.

Um exército esta sendo treinado hoje


Assim o Senhor, por meio de Seu Espírito nesta era da Igreja, está arregimentando, formando e treinando o Seu exército celestial para que no dia de Sua segunda vinda a esta Terra o acompanhem na destruição da iniquidade que hoje impera no mundo (Ap 19:11-21; Joel 2:1-11, 20; 3:9-16), o que ocorrerá na famosa batalha de Armagedom (Zacarias 14:1-7, 12-15; Mateus 24:15-21, 28, 29; Ap 16:13-16). Como profetiza Joel, este exército será tão poderoso que as armas que o engenho humano possa construir não terão eficássia alguma contra ele (Joel 2:8) e diante de seu mover treme a Terra, se abalam os céus e até os astros retiram o seu resplendor (Joel 2:10). Tal exército poderoso é constituido daqueles que passaram da morte para a vida (Jo 5:24) e amadureceram até a plena estatura de Cristo (Ef 4:12,13), vivendo e se movendo pela vida divina em ressureição que agora está neles (Lc 20:34-36).

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions