Rondônia, terça-feira, 21 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Quarta, 16 de Março de 2011 - 17h13

Dicas para os concursos do Banco do Brasil, TRT14 e TRF1 (parte 1)

Ridison Lucas de Carvalho


Nos próximos domingos (20/03, 27/03 e 03/04) estarão sendo realizadas as provas dos concursos públicos do Banco do Brasil, Tribunal Regional Federal da 1ª Região e Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, respectivamente.

Por coincidência, as 3 (três) seleções serão realizadas pela Fundação Carlos Chagas (FCC). Apesar de muitos não darem a devida importância, a primeira preocupação de um concurseiro é saber quem vai fazer a prova. Aí vem a pergunta: mas qual a diferença Sr. dos Mnemônicos, as provas não são todas iguais?

Eu respondo que a diferença é total!!!
As empresas que fazem provas de concursos públicos adotam linhas de seleção diferentes. Apesar de conteúdos semelhantes, cada uma tem sua forma de fazer a prova.

Assim, aí vai a primeira regra: estude o que a empresa quer que você saiba e na profundidade necessária. E o que a FCC quer?

Caríssimos leitores, o conteúdo programático do edital é a regra a ser respeitada, ESTUDE APENAS O QUE ESTÁ NO PROGRAMA, nem mais nem menos.

Quando estou em sala de aula, sempre alerto aos “futuros-servidores” (depende apenas deles) que tomem cuidado ao comprar apostilas na beira da rua. Não é novidade para vocês, mas tenho certeza que a primeira coisa que a maioria dos candidatos pergunta aos vendedores de apostilas é: qual o preço?

Concurseiro, não faça mais isso, pelo amor de Deus! Procure comprar aquele material que está de acordo com o edital e, de preferência, que seja indicado por uma pessoa experiente. Os R$10 ou R$15 economizados podem custar a sua aprovação. Aí quem pergunta é eu: vale a pena fechar a mão quando o objetivo é a realização de um sonho? Claro que não...

Nas próximas semanas tratarei de outros pontos importantes correlacionados aos das linhas anteriores.
Agora, dada a brevidade, vou falar de forma específica e objetiva da prova do Banco do Brasil S/A.

Como o tempo está curto, indico aos que irão fazer a prova do BB S/A que se preocupem em fazer questões de concursos anteriores realizados pela FCC, mas apenas sobre o que está no conteúdo programático.

Saliente-se que todo concurseiro precisa se conscientizar de que resolver questões de provas anteriores da entidade elaboradora das avaliações do concurso público não é apenas “importante”, haja vista que é muito mais que isso: é IMPRESCINDÍVEL, principalmente quando é a Fundação Carlos Chagas a realizadora do certame.

Visto isso, considerando a experiência em ter realizado dezenas de concursos públicos e também com diversas aprovações, passo a relatar um caso específico.

No ano de 2005 fui fazer as provas do TRT da 13ª Região (Paraíba), sendo que a empresa foi a FCC. Na época, minha esposa estava grávida da minha primeira filha e eu trabalhava em tempo integral (às vezes ficava pela noite) e, em função disso, não dispunha de muito tempo para estudar. Desse modo, quando saiu o edital, eu precisei fazer um projeto de estudos o mais objetivo possível.
Nesse passo, priorizei a resolução de questões anteriores da banca (FCC).

Bem, o resultado dessa minha metodologia foi que, dentre as 50 questões da prova (Técnico Judiciário), eu acertei 49, isto é, errei apenas 1. Ademais, pelo menos 90% da matéria cobrada no aludido certame eu tinha visto nas questões anteriores da FCC, isso sem exagero!!!

Atente-se que não quero aqui fazer auto-adulação, pelo contrário, o que desejo é salientar que, apesar das adversidades, eu pontuei significativamente na prova. Aí vem a pergunta: por que isso? Não é porque sou o gênio da lâmpada (eu não sou super dotado), nada disso, mas porque eu, ao resolver repetidamente as provas recentes e anteriores, anotando minhas dúvidas e conclusões, aprendi de cada matéria os pontos cobrados pela FCC e da forma como a referida entidade cobrava os assuntos na prova.

Em verdade, ao resolver questões anteriores da banca, você acaba fazendo um serviço de detetive, descobrindo quais os pontos principais, pegadinhas e etc.

Trouxe o exemplo para enfatizar: faça questões, não apenas como complemento de estudo, mas como parte fundamental do seu quotidiano de preparação.

Em que pese a prova do BB S/A estar próxima, experimente esse método e perceba a evolução do seu estudo, além do fato, por si só, de que a resolução de questões quebra a rotina mais tediosa (para a maioria) do estudo da teoria pura.     Não se esqueça, todavia, que a vida de concurseiro não é nenhum mar de rosas. Sem dedicação, abdicação e humildade ninguém chega a lugar nenhum.

Vou fechar esta matéria, pedindo encarecidamente a você que irá fazer a prova do Banco do Brasil S/A no domingo que acredite em si mesmo. Coloque na sua cabeça que a aprovação é possível... Sei que muita gente fica dizendo por aí que estudar não dá futuro, que isso é perda de tempo, que concurso é apenas pilantragem, fora que alguns amigos (pseudo-amigos em verdade) sempre nos colocam para baixo.

Passando ou não, tenha em mente que você entrou numa fila e a sua hora vai chegar, mas se parar ou desistir para o rabo da fila irá voltar...

Se tudo der certo, semana que vem prepararei 2 (duas) matérias e não apenas 1 (uma) com dicas e os primeiros mnemônicos para a prova do TRF1.

Vocês irão conhecer o “FDP do DJ DD”, a história da Perpétua da Tieta e outras coisas mais.

Agradeço aos depoimentos realizados na semana passada!
Que Deus ilumine a todos!

Sr. dos Mnemônicos


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions