Rondônia, domingo, 22 de julho de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Sábado, 20 de Agosto de 2011 - 10h53

Do outro mundo: maior obra do prefeito de Chupinguaia só serve para quem já morreu

Dimas Ferreira


"Uma alegria compartilhada se transforma em dupla alegria; uma dor compartilhada, em meia dor."
(Provérbio sueco)

VÊ SE PODE

Tempos atrás uma mulher estressada baixou na Secretaria de Assistência Social de Vilhena e ameaçou ligar para emissoras de rádio da cidade denunciando a “covardia” da primeira-dama, Lizangela Rover, que havia cancelado seu benefício do Bolsa Família. Educada, a bela consorte do prefeito Zé Rover (PP) explicou a razão da suspensão do pagamento: a madame morava em casa com portão eletrônico, internet e TV de plasma. Além disso, usava o recurso destinado a pessoas carentes para abastecer a moto. Francamente...

FORÇA, CRUZ!

Chega a ser comovente a luta do empresário Francisco de Assis Cruz contra tumores que surgiram repentinamente em seu corpo. Pioneiro em Vilhena, que por muitos anos dirigiu o Hotel Diplomata, um dos mais conhecidos da cidade, Cruz enfrenta com impressionante coragem o drama e aguarda, em sua cidade natal (Manaus-AM), os resultados da biópsia, que determinarão se os tumores são malignos. Aos 60 anos, mas aparentando uma década a menos, já que sempre foi desportista, o empresário tem contado com a solidariedade dos amigos neste momento delicado.

AQUI NÃO!

Crente de que registrará sem problemas sua candidatura no ano que vem, o ex-prefeito Melki Donadon quer trocar o anêmico PHS por um partido mais encorpado. O DEM sinaliza que o atual humanista é bem-vindo, mas o PMDB daria mais sustança à postulação de Donadon. Só tem um problema: o senador Valdir Raupp, papa da agremiação, já avisou à direção local da legenda que a porta deve ser fechada, “custe o que custar” para Melki. A mágoa do parlamentar com seu ex-pupilo remonta a 98, quando era governador e foi derrotado por Zé Bianco (DEM) com a ajuda do desafeto.

DISFARCE

Melki bem que tenta dar uma de Migué, como se não estivesse doidinho para voltar ao antigo posto. Mestre na arte de dissimular, Melki anunciou que estaria se retirando da corrida municipal e lançou, via imprensa, a candidatura do Melki Auro Éder Pereira. O clínico geral é maluco beleza, gente boa, mas não deve estar levando a sério a brincadeira. Até porque, antes da súbita afinidade entre eles, os dois já andaram quebrando o pau por aí.

JOGOU A TOALHA

Não tem conversa: o ex-deputado Ezequiel Neiva (PPS) avisou aos aliados que nem que a vaca tussa aceita disputar a Prefeitura de Cerejeiras. Mesmo sendo favorito a vencer com um pé nas costas a peleja do ano que vem, o dublê de político e policial militar abre mão do cargo. Alega que tem vocação mesmo é para legislador e, portanto, prefere esperar 2014 para tentar retornar à Assembléia. Israel Neiva, seu irmão, deve substitui-lo na empreitada, mas não tem o mesmo prestígio.

O AMOR TEM DESSAS COISAS

Jovem vilhenense, filha de um dos mais destacados líderes empresariais e políticos do Cone Sul, prepara-se para subir ao altar com o ex-marido da melhor amiga –que, aliás, dá a maior força ao romance. A pedido da própria moça, este colunista omite seu nome, mas antecipa uma promessa dela: a festa do enlace, que deve acontecer no ínicio do ano que vem, vai ser de arromba. Uma dica para os curiosos: a romântica e casadoira prenda tem uma filha e nasceu numa capital do sul do Brasil.

SE PREPARA, ZÉ

O prefeito Zé Rover tinha esperanças de não precisar enfrentar o até agora aliado Luizinho Gobel (PV) nas urnas no ano que vem, mas tudo indica que o confronto é inevitável. O parlamentar só não assume publicamente que vai para o combate porque teme apanhar antes da hora, mas aos mais chegados, já escancarou: só um desastre o tira da briga.

ASSOMBRAÇÃO

Criticado por ser ruim de compromisso e pior ainda de serviço, o prefeito de Chupinguaia, Vanderlei Palhari (PMDB) anda investindo num eleitorado inusitado: os mortos. Sim, senhores, o calvo mandatário apresentou, nesta semana, a obra mais vistosa de sua administração, que vem a ser uma capela mortuária. Se entre os vivos a moral do cacique chupinguaiense anda em baixa, quem sabe no outro mundo alguém reconheça seus esforços...

BRIGA DE FOICE

Em breve, dois grupos políticos da cidade estarão medindo forças para ver quem comanda a Aviagro, a poderosa entidade que reúne pecuaristas e que organiza a Expovil, maior feira agropecuária do Cone Sul. De um lado, concorrendo pela situação, está o ex-secretário de Meio Ambiente, Augustinho Pastore, ligado ao senador Ivo Cassol (PP). Da banda de lá, disputa o comerciante Elói Maria, cujos apoiadores são partidários do ex-senador Expedito Júnior (PSDB).

SEXO E DROGAS

Anunciado com um evento que mistura alegria e contato com a natureza, o festival de praia da cidade ribeirinha de Pimenteiras, que acontece entre os dias 1 e 7 de setembro, tem seu lado heavy metal: a moçada de toda a região baixa no acontecimento disposta a beber todas, cheirar todas e traçar todas. Vira e mexe, apesar dos esforços dos organizadores, os excessos descambam para tragédias.

PREDESTINADO

Arrojado desde o tempo em que “triava” café no sítio do pai, na pequena Migrantinópolis, o deputado Valter Araújo (PTB), presidente da Assembléia, é cotado para disputar a Prefeitura da capital, mas este escriba desconfia que seu alvo é outro: ele está cada vez mais entusiasmado com a idéia de encarar o milionário Acir Gurgacz (PDT) na disputa pela única vaga ao Senado em 2014.

 

||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||| ACONTECEU |||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||

Casal de vereadores bom de “Cama”

Em 1982, disputando o cargo de primeiro prefeito eleito pelo voto direto em Vilhena, o pioneiro Vitório Abrão organizou um comício no distrito de São Lourenço, que fica a 50 quilômetros da sede do município. Ao chegar ao lugarejo, o então candidato encontrou o agricultor Abílio Rocha, que era seu amigo, mas concorria a vereador na chapa adversária. Vitório foi elegante:
- Gostaria de chamar o Abílio ao meu palanque. Ele é do “outro lado”, mas tem liderança aqui...
Nordestino, de sotaque carregado e com uma visível dificuldade para pronunciar certas palavras, o convidado pegou o microfone e começou:
- Tô aperreado... Gosto do Vitório e disputo contra minha comadre, que também quer ser vereadora...
Referia-se à professora Ivone Mendes, que buscava um mandato na Câmara e estava no palanque. Prosseguindo, conclamou ao povo:
- Mas para evitar qualquer “mal querença”, peço que os homens desse distrito votem na comadre e as mulheres votem em mim...
E arrematou, mostrando a falha fatal na dicção:
- ... Porque eu e a comadre vamos fazer o diabo na “Cama”...
Ivone se espantou:
- Que é isso, compadre?
- Na “Cama” de Vereadores, comadre...
Mas a explicação não convenceu e o comício teve que ser interrompido até que a platéia parasse de rir.


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions