Rondônia, quinta-feira, 16 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Sábado, 13 de Fevereiro de 2010 - 14h03

É tempo de carnaval. De um lado a alegria, do outro baderna e irresponsabilidade

Walmir Miranda


O carnaval chegou com força total. O País inteiro vive esse clima contagiante, com dois lados bem distintos. Num está a alegria, a descontração, a irreverência. No outro, o que se vê é a baderna e a irresponsabilidade de maus foliões, que na verdade jamais se enquadram nos pressupostos reais do verdadeiro carnaval. Esses onde quer que compareçam só pensam em cometer excessos, e a partir daí, partem para a violência, além de outras coisas deploráveis. Tudo para tentar estragar a alegria dos outros. Porém, vistas de regra se dão muito mal e acabam em maus lençóis, quando não nas mãos da polícia.
Foi o que se viu no rastro de destruição deixado nas Avenidas Pinheiro Machado, Sete de Setembro e Rogério Weber, e na Rua Marechal Deodoro, após o desfile do tradicional "Galo da Meia Noite", cujo terreiro fica no Bairro Caiarí, no centro da Capital rondoniense.
Contrastando com a alegria dos brincantes de boa índole, os baderneiros quebraram hidrômetros, plantas, grades, lixeiras, dentre outras coisas. Além de terem feito xixi e cocô em áreas de diversos estabelecimentos comerciais e residenciais.
Na realidade, a falta de banheiros químicos ao longo do trajeto do desfile do "Galo da Meia Noite" foi uma coisa bastante criticada pelos foliões e pelo grande público que prestigiou o evento com mais de 25.000 brincantes. E sem essa de dizer que haviam 50.000 foliões na festa, porque não tinha mesmo.
Porém, o que importa é que o "Galo da Meia Noite" honrou a sua tradição e fez um desfile imponente, para comemorar seus dezoito anos de existência. Sua diretoria está de parabéns e seus aficcionados também, principalmente os brincantes que adquiriram os milhares de abadás.

BANDA DO VAI-QUEM-QUER DESFILA NESTE SÁBADO

Ainda falando de carnaval, hoje é o dia do desfile de um dos maiores blocos carnavalescos de rua da Região Norte do Brasil: A Banda do Vai-Quem-Quer!
Está tudo pronto para a grande festa. A confirmação é do "general da banda" Manelão, que há 30 anos dá essa contribuição ao povo de Porto Velho, de nosso estado e de outros recantos do País que vêm para cá viver essa tradicional emoção carnavalesca.
A banda deverá arrastar um público de 50 a 60 mil foliões ao longo de seu desfile. Disso não se tem a menor dúvida. É espécie de prova de carinho que a população tem por ela, merecidamente.
Manelão declarou a imprensa que dentro do "cordão de isolamento", que será protegido por seguranças, só ficarão os que estiverem com camiseta 2010. Isso é bom.
Ele também disse que a animação do desfile será feita por três grandes trios elétricos, de forma que o som será bom em toda a extensão da "passarela da alegria", ou seja, Av. Carlos Gomes, Rua Marechal Deodoro, Av. Sete de Setembro e Av. Rogério Weber. A saída e o ponto de chefada será a "Praça das Caixas D´Agua", no Caiarí.
Resta pedir que os brincantes não se excedam que obedeçam o que está estabelecido pelas autoridades, fiquem atentos à proteção policial e se alguém passar mal é só chamar o pessoal da Saúde que estarão na festa também. Só que, trabalhando pelo bem estar dos foliões. Nada de violência.
A ordem é brincar à vontade, com os pés e cabeça no lugar. Só assim o carnaval será realmente bom e bonito para todos.
Sendo assim, vamos desejar um bom desfile para todos, indistintamente.
E mais uma vez a coluna dar os sinceros parabéns ao trabalho e dedicação de Manelão e seus colaboradores diretos e indiretos.
Vamos, pois, prestigiar a BANDA DO VAI-QUEM-QUER! 

RETIROS ESPIRITUAIS DE CATÓLICOS E EVANGÉLICOS

Há que se respeitar, também, a vontade daquelas pessoas que, sendo avessas ao carnaval preferem passar a quadra momêsca em retiros espirituais promovidos por paróquias da Igreja Católica e pelas diversas denominações Evangélicos.
Como o Brasil é um Estado Democrático de Direito tem-se que respeitar esse ponto de vista e o comportamento de quantos preferem fazer uma pausa em suas vidas e meditar sobre as coisas ligadas a Deus, a seu filho Jesus Cristo e ao Divino Espírito Santo.
Nesses retiros além das palestras e testemunhos oferecidos aos presentes sobre o significado do Evangelho e dos rituais cristãos e evangélicos, com vistas a salvação eterna, as pessoas também se divertem. Só que de uma forma diferente. Fazem-no através de orações, cânticos e práticas recreacionais esportivas. Tudo em ambientes calmos e, via de regra, em contato com a natureza e suas exuberantes belezas.
A essa gente de bem também queremos expressar votos de um bom carnaval espiritual. Afinal de contas Deus é sempre foi e será a melhor companhia.

NOTÍCIA BOA: LIMINAR PROIBE COBRANÇA DE TAXA DE DIPLOMA

É verdade sim.
O Ministério Público Federal (MPF) em Rondônia obteve uma liminar, com cumprimento imediato que proíbe as faculdades particulares de cobrarem taxas adicionais para fornecer diplomas aos seus alunos.
No pedido à Justiça Federal, o MPF argumentou que as mensalidades pagas pelos estudantes já incluem as despesas operacionais para confecção do diploma universitário.
Ainda segundo o Ministério Público Federal, as faculdades particulares estavam repassando os formandos a “taxa de serviço” cobrada pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR), para Registro do Diploma junto ao Ministério da Educação (MEC).
Entretanto, uma resolução do Conselho Federal de Educação prevê que o diploma já está inserido no rol de serviços prestados e pagos por meio da mensalidade.
Uma boa notícia, portanto, para os universitários que já concluíram seus cursos ou que estão em vias de fazê-lo e que ainda irão receber os seus respectivos diplomas.

NOTÍCIA RUIM: SERVIDORES FEDERAIS NÃO TERÃO REAJUSTE SALARIAL

A prevalecer o que foi declarado recentemente à imprensa pelo secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, “não há previsão de aumento salarial para os funcionários federais em 2010”.
Entre os motivos apresentados por ele estão: as restrições impostas pela legislação eleitoral, vez que, este ano ocorrerão eleições majoritárias para Presidente da República, Senadores, Deputados Federais, Governadores e Deputados Estaduais.
Para Arno Augustin “as despesas não irão aumentar”.
Ele citou, também, a inevitável redução dos denominados gastos anticíclicos e as transferências para os estados e municípios.
Eis, portanto, uma péssima notícia para os “barnabés” federais, cujos salários estão corroídos pela inflação dos últimos anos.
Portanto, trata-se de uma notícia ruim para os servidores públicos federais, inegavelmente.

“OPERAÇÃO CAMALEÃO” (1)

A delegada de Polícia Lucilene Gottardo, que preside o inquérito da denominada “Operação Camaleão” confirmou que vinte (20) pessoas já estão presas. Cinco estão foragidas. E que as investigações prosseguem com vistas a se detectar a existência de outros envolvidos. Para ela existe a possibilidade de que 40 a 50 pessoas tiveram os seus documentos pessoais utilizados pela quadrilha de estelionatários que vinha sendo investigada acerca de um ano.
O prejuízo causado pelo bando de estelionatários pode chegar a milhões de reais através de cartões de crédito e cheques “derramados” na praça, através de compras de diversos produtos com os documentos alheios, que posteriormente eram surpreendidos com as cobranças feitas pelas financeiras e estabelecimentos bancários.

“OPERAÇÃO CAMALEÃO”     (2)

O inquérito apresenta em seu bojo quase mil folhas, após a operação ter sido desencadeada pela Secretaria da Segurança, Defesa e Cidadania (SESDEC), após uma das vítima ter registrado queixa na UNISO – Unidade de Segurança Pública, em Porto Velho.
A quadrilha prejudicava suas vítimas agindo da seguinte forma: 03 carteiros desviavam talões de cheques e cartões de crédito nas agências dos Correios. A seguir, 01 funcionário do DETRAN e 01 policial civil (de posse dos cartões) se utilizavam do Banco de Dados (INFOSEG) e consultava no sistema os nomes dos proprietários e detentores dos cartões de crédito, e ato contínuo, com as informações do CPF e RG das vítimas conseguiam desbloqueá-los junto às operadoras ou bancos. Após isso, o bando fazia compras milionárias na cidade de Porto Velho e arredores.
Só que a “casa caiu”. A quadrilha está quase toda na cadeira e lá deverá permanecer por uma larga temporada. E certamente, quando forem a julgamento, os seus integrantes receberão condenações pesadas da Justiça. Pelo menos é isso que a sociedade espera que venha a ocorrer.

PRISÕES PREVENTIVAS, TEMPORÁRIAS E BUSCA EM DOMICÍLIO

Foram cumpridos 34 Mandados Judiciais expedidos pelo juiz titular da 3ª. Vara Criminal. Foram presas vinte (20) pessoas, dentre as quais uma policial civil, um policial militar, servidores do DETRAN e dos Correios de Porto Velho.
A medida judicial, portanto, atingiu Flavio França de Matos (que está em lugar incerto e não sabido), Márcio Alessandro Dias de Oliveira (conhecido como GRILO), Nílson Ataíde Paixão dos Santos, Fábio Lopes de Farias (vulgo PACA ou JECK), Mesaque Rocha Lima (vulgo CEBOLINHA), Anderson Luiz Pinheiro Chaves, Andrésson Ferreira do Nascimento (também conhecido como "Andersson), Reinaldo da Paz Martins (vulgo SÚLA) que está foragido, Alenílson Anjo Parente (vulgo LENDA) que também está foragido, Gilian Lima de Souza (policial militar), Jónatas Soares de Oliveira (vulgo PEDRINHO), Vezeneide de Souza Geraldo (vulgo NÉIBE), William Douglas Soares, Cáio Cezar Souza Freitas, Maria Helena Cardoso dos Santos (policial civil), Ivaní Maria de Jesus (foragido), Geovani Boeri (foragido).
E mais: Américo Bentes das Neves Filho (vulgo Di PANO) que está foragido, Luciana Barbosa Pereira.
Com Prisão Temporária decretada: Rogério Corrêia de Léles, Ríchards Alessandro Marques Cunha (vulgo PERNA), Dinorá Rosa Lima, Lucidalva Maria da Cunha Torres, Alessandra Ribeiro Araújo Ferreira e Luciana Lobato da Silva.
 
LADROAGEM NA FOLHA PARALELA DE PAGAMENTO EM JI-PARANÁ

Era só o que faltava.
Agora é o município de Ji-Paraná que ganha as manchetes da imprensa estadual e nacional em razão da descoberta de roubalheira do dinheiro público, na Prefeitura Municipal, através de uma folha paralela de pagamento, que era depositada em uma agência bancária de Jarú.
O prefeito José Bianco (DEM) emitiu nota de esclarecimento, dizendo das medidas que foram tomadas de forma a sanear o setor e, que a funcionária Tahís Santos Dávila havia sido presa pela polícia por participar do “esquema” que teria “surrupiado” dos cofres municipais algo em torno de R$ 1.500.000,00 segundo prognósticos iniciais.
Detalhe: a prisão de Tahís ocorreu por determinação do juiz Valdecir Ramos de Souza, vez que, existem indícios bastante fortes da participação da mesma nessa ação criminosa contra o erário público, que estaria sendo praticado desde o ano de 2007.
Existe a expectativa que outras pessoas também possam estar envolvidas com esse tipo de roubalheira do dinheiro público em Ji-Paraná.
Mas por enquanto, o remédio é esperar o resultado das investigações da polícia.

PORTO VELHO: RUAS PARECEM “QUEIJO SUIÇO”

A população de Porto Velho a cada dia que passa vai perdendo a paciência com a administração do Prefeito Roberto Sobrinho (PT). Motivo: o estado deplorável das vias públicas nas áreas centrais e periféricas.
Dizem os munícipes que “não existe na cidade uma única rua que esteja totalmente asfaltada, bem iluminada, sinalizada, com calçadas e meio-fios, com abrigos na paradas de ônibus, com telefones públicos, pontos de estacionamentos para veículos”.
Pelo contrário, o que se vê são ruas, avenidas, becos e vielas totalmente tomados pela buraqueira, impedindo o fluxo de veículos e de pessoas, além de lamaçais e matagais. Algumas vias estão totalmente intrafegáveis.
Que o digam os moradores de diversos conjuntos habitacionais, na Capital, cujas ruas há muito deixaram de ter asfalto, face o abandona por parte do poder público, que a cada ano aumenta o valor do IPTU, porém não dá a devida contrapartida aos munícipes.
Aliás, isso é verdade sim.
É só andar pelo centro da cidade ou pelas periferias mais distantes para perceber que realmente os cidadãos têm razão de estarem reclamando dessa vexatória situação.
Para completar a buraqueira tem aumentado com as obras de colocação de rede de saneamento básico e de água tratada, através da empresa Andrade Gutierrez, que faz as obra do PAC na capital rondoniense. Onde tinha asfalto agora resta a buraqueira infernal e onde não tinha sobram imensas crateras e lamaçais que nem “sapos de chuteiras” conseguiriam ultrapassar.
Triste e vergonhosa realidade para uma Capital de Estado.
 
COMBATE À PROSTITUIÇÃO DE MENORES

O Juizado e Comissariado de Menores continuam apertando o cerco contra os que se envolvem com à prostituição infantil e infanto-juvenil em Porto Velho e nos demais municípios do Estado.
Nesse sentido continuam realizando verdadeiras blitz em casas noturnas, forrós, pagodes, hotéis, motéis, bares e “casas de tolerância”, além de pontos denunciados por populares como sendo de utilização para tal pratica criminosa como cercanias dos Portos do Caí Nágua e Graneleiro no Bairro da Balsa, Trevo do Roque, Avenidas Carlos Gomes, Avenida dos Migrantes, Avenida Jatuarana, Avenida Mamoré, imediações da Praça Madeira Mamoré, Av. Rio de Janeiro, Avenida Jorge Teixeira, dentre outras.
Quem quiser pode ajudar nesse trabalho se comunicando com o Comissariado de menores através dos fones (69) 3217-1264 e 3217-5024, ou pelo Fone - 100 (nacional).
Vale lembrar que, recentemente duas menores foram flagradas no interior de um motel da Capital e os seus acompanhantes conduzidos a polícia para as providências de práxis, ou seja, ajustar contas com a Lei.
Lembre-se: prostituição infantil ou infanto-juvenil é crime. Dá cadeia. Cuidado, portanto!

UM PRECEDENTE PERIGOSO

Já que estamos falando de menores, a coluna quer chamara a atenção das autoridades competentes para um precedente perigoso que está ocorrendo nos locais de grandes concentrações públicas em Porto Velho: crianças estão sendo usadas por adultos para "catar" latas de cervejas e refrigerantes.
O fato está ocorrendo de dia, à noite e de madrugada.
Causa dó e indignação ver os pequeninos portando sacos e sacolas em meio a multidão à procura de latinhas de cerveja e de refrigerantes, para serem revendidas por familiares ou estranhos em comércios de reciclagens na Capital do Estado.
Isso é ilegal. Isso é contra a Lei.
É só analisar o que diz o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
Isso é uma vergonha.
Os exploradores dessas crianças precisam ser detidos e levados às barras da Justiça.

EDUCADORES "ESTÃO DE LUTO" E ENVERGONHADOS

Em Porto Velho o impacto da prisão do professor José Clênio dos Santos, de 42 anos de idade, diretor de uma escola, ainda é muito grande. Os educadores portovelhenses além de envergonhados, estão vivendo uma espécie de "luto" pelo lamentável episódio.
É que José Clênio foi preso por ter sido denunciado por prática de abuso sexual contra dois menores (um de 12 e outro de 14 anos). Os menores disseram polícia que os crimes sexuais ocorriam no interior de uma residência de um conjunto habitacional situado no final da Rua José Vieira Cahúla, "Zona Leste" da Capital.
E mais: em algumas oportunidades o acusado pagava para que os menores também fizessem sexo anal com ele, ou seja, "alargassem o seu boca de macaco", ou seja, o seu anus. Quer dizer, Clênio abusava sexualmente dos menores e, também fazia os menores "abusarem dele".
O tarado agora está atrás das grades e com medo de vir a ser transformado em "mulher" pelos detentos onde se encontra recolhido.
Esse lamentável fato foi registrado no Plantão do Delegado de Polícia Civil Paulo Kakionis, que lavrou o flagrante, após o infrator ter sido preso por uma Rádio Patrulha da Polícia Militar. O fato ocorreu na primeira semana deste mês.
Algo extremamente ruim, que atingiu em cheio o setor educacional na capital rondoniense. Lamentavelmente.


ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!

**************************************************************************************************************************


Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions