Rondônia, terça-feira, 21 de agosto de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Quarta, 29 de Setembro de 2010 - 15h13

Identificação Digital e Polícia Rodoviária Estadual: duas importantes realizações para a população rondoniense

Walmir Miranda


Quando o governo rondoniense anunciou que dotaria o Estado de algo importantíssimo como a INDENTIFICAÇÃO DIGITAL houve quem duvidasse, que até o final de 2010 a dupla Ivo Cassol e João Cahúlla, tivessem tempo e recursos financeiros compatíveis para colocar em funcionamento esse serviço moderno, eficaz e seguro, apesar do apoio do Governo Federal.Também houve quem duvidasse que o projeto de criação e implantação da POLÍCIA RODOVIÁRIA ESTADUAL DE RONDÔNIA viesse a ser viabilizado até o final deste ano.

Face o período eleitoral, a coisa soava como promessa de campanha, e nada mais.

Essas duas realizações, sem dúvida, são de grande importância para o Estado, pelo que podem oferecer de contribuição ao contexto da melhoria da qualidade de vida da população, vez que, ambos os serviços trazem consigo benefícios à população, por se tratarem de serviços vitais para qualquer administração que se preze.
O tempo passou e mesmo diante da desconfiança de muita gente, inclusive, pouca divulgação foi dada à implantação do Serviço de Identificação Digital e da Polícia Rodoviária Estadual de Rondônia, - que inicialmente aproveita pessoal da Polícia Militar -, ambos os serviços já estão sendo disponibilizados para os mais de 1.500.000 habitantes rondonienses, bem como, a malha rodoviária estadual também passou a ter um policiamento específico e especializado para combater à pistolagem e o narcotráfico nos 52 municípios rondonienses.

É óbvio que isso são duas importantes realizações, por isso mesmo resultam em reflexos positivos para o Executivo estadual, queiram ou não os seus opositores, e quer estejamos ou não dentro de uma campanha eleitoral, cujo data de realização é o dia 03 de outubro vindouro (próximo domingo, das 8 às 17 horas).

O colunista foi informado que o Estado investiu cerca de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) para implantar à Identificação Digital, ou seja, colocar Rondônia no Registro de Identificação Civil, cujo benefício maior será a agilização do processo de emissão de informações para que à Polícia (Civil e Militar) cheque a situação de pessoas comuns da sociedade e, em particular, de pessoas que estejam em débito com a Justiça.

Rondônia, portanto, já está inserida no Cadastro Nacional gerenciado pelo RIC. E, também se tornou o primeiro estado da Região Norte a obter esse feito na área da Segurança Pública. E que grande conquista para a população.

Outro detalhe: o Registro de Identificação Civil agora passa a reunir os documentos dos cidadãos, dentro de um processo informatizado que, sobre modo, ajuda a evitar falsificações com uma rapidez impressionante.

O novo sistema de registro foi regulamentado em maio deste ano, mediante a publicação no Diário Oficial da União, do Decreto Federal No. 7.166, E, portanto, quando Rondônia já estava sob à administração do governador João Cahúlla.

Como já foi dito, o novo sistema passa a reunir os números de todos os documentos de registros dos cidadãos, tais como: CPF, Carteira de Trabalho, Carteira Nacional de Habilitação, Título de Eleitor, e Carteira de Identidade (Registro Geral). Tudo dentro de um processo integralmente informatizado, com o poder de processar milhões de dados em fração de segundos.

É Rondônia assegurando o seu presente e o seu futuro também.
*******************
POLÍCIA RODOVIÁRIA ESTADUAL

Os narcotraficantes que se cuidem, ou caiam fora, enquanto podem. As rodovias estaduais de Rondônia que vêm sendo exploradas por traficantes, contrabandistas de armas, ladrões de cargas e, também por pistoleiros, agora passaram a ter maior fiscalização com a implantação da Polícia Rodoviária Estadual (PRE-RO).

A Polícia Rodoviária Estadual formada por Policiais Militares foi criada
pelo Decreto No. 14.902, de fevereiro de 2010. Sua principal atividade será o combate permanente ao crime e a quadrilhas organizadas que agem dentro dos limites geográficos do Estado de Rondônia através da sua malha rodoviária, principalmente nas RO´s 421 (Ariquemes, 464 (Jarú), 010 (Ji-Paraná), 481 (Cacoal), 391 (Vilhena) e 435 (Cabixi).
Haverá estreita parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e com a Força Nacional.

PRE Vs. APREENSÕES

Os resultados já começam a aparecer. A Polícia Rodoviária de Rondônia já fez várias apreensões de traficantes que portavam drogas alucinógenas e motocicletas que seriam trocadas por cocaína na Bolívia.

Rondônia é o segundo estado da região Norte a criar a sua Polícia Rodoviária Estadual.

Também está definido que a PRE com apoio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER) irá ter Postos de Policiamento em áreas próximas às Balanças de Pesagens ao longo das rodovias: 464 (Theobroma), 481 (Nova Brasilândia / São Miguel do Guaporé), e 399 (entre a BR-364 e Colorado do Oeste).

E, se necessário, a PRE será acionada para evitar conflitos agrários e no combate à pistolagem. Com isso, o combate a criminalidade será aumentado, e as estatísticas deverão mostrar queda dos delitos, beneficiando a população como um todo.

É o que enfatiza o secretário da segurança de Rondônia, Evilásio Sena. “Essa é a nossa resposta a todos aqueles que pensam em se dar bem praticando crimes contra o nosso estado e a nossa população”.
************************

ZONA LESTE

Formada por mais de 20 bairros, nos quais habitam mais de 70.000 pessoas, a “Zona Leste” é o maior bolsão populacional da cidade de Porto Velho. Com certeza.

Entretanto, mesmo tendo um centro comercial forte, além de dezenas de milhares de eleitores, a “Zona Leste” continua padecendo pela ausência de algumas coisas que o poder público (municipal e estadual) teima em não enxergar.

Coisas como: um teatro, um cinema, boas praças e passeios públicos, Agências Bancárias, um Hospital de porte médio, um Pronto Socorro (com equipes médicas multiprofissionais), mais dois ou três Distritos Policiais, um Mercadinho Modelo, uma Unidade do Corpo de Bombeiros, Uma Farmácia Popular, e Praças Esportivas exploradas por Professores de Educação Física (para crianças, adolescentes e adultos), dentre outras coisas.

Talvez por isso existam tantos botequins, tanta prostituição, venda e consumo de drogas, além de muitos desocupados “zanzando” pela “Zona Leste”.

É o que moradores daquela área da Capital disseram ao colunista que subscreve estas mal traçadas linhas.

Para eles, “a partir das 21 horas é uma temerosidade andar pelas ruas da “Zona Leste”. O risco de assaltos é muito grande, e a proliferação de “bocas de fumo” também é uma constante, sobre modo, às proximidades dos estabelecimentos escolares, e nas áreas de maior movimento comercial, como a Rua Amador dos Reis”.

Para completar esse quadro desalentador surgem os invasores de terras alheias, que fomentam uma verdadeira “indústria de invasões” em Porto Velho, como por exemplo, uma que surgiu da noite para o dia no final da Av. Rio de Janeiro. Na área invadida, dezenas de barracos portam cartazes de dois políticos do Partido dos Trabalhadores (PT), como que numa espécie de “autodefesa”.

E, segundo estamos informados, a área invadida teria sido objeto de um leilão judicial (em causa trabalhista) em 1997.

Voltaremos ao assunto. Aguardem!
****************
ZONA SUL

Com mais de 90% de suas ruas, becos e vielas de terra batida, a “Zona Sul” de Porto Velho, também padece de suas mazelas, por esquecimento ou desleixo do poder público.

Ali não existem boas praças para as pessoas caminharem ou se exercitarem. Não existe cinema, clube ou discoteca. Também não existe um Mercadinho Modelo, agência bancária ou lotérica, Etc.

Apesar da “Zona Sul” ter milhares de moradores e ser formada por mais de uma dezena de bairros continua padecendo pela ausência dessas coisas.

A situação só não está pior porque existe uma Base de Policiamento Comunitário da Polícia Militar para dar segurança a população. Também, graças a isso, a criminalidade vem caindo para alívio das pessoas de bem que ali residem, principalmente dos comerciantes e empresários.

Com a resposta os canais competentes. Já que, quem paga seus impostos tem direito a uma melhor qualidade de vida. Ou não ?
***************

ELEIÇÕES

Está chegando à hora do “ajuste de contas” entre os eleitores e os políticos.

Óbvio que, os bons políticos (eles existem sim) estão tranqüilos e certos que poderão ter o seu trabalho reconhecido pela coletividade.

Porém, os que só “engordaram os seus cofres e suas contas bancárias” podem esperar pelo “pé-na-bunda” que irão receber. O povo sofre, mas é sábio. Sabe esperar a data certa, o momento certo, para “dar um basta” nas mordomias de maus políticos, que só souberam “trabalhar” em benefício próprio, e depois, quando das campanhas eleitorais aparecem nas portas alheias para pedir votos sob velhas e manjadas promessas, mentirosas e enganadoras. Quem viver, verá.

O dia 3 de outubro está chegando! Saravá, meu pai! O cacete vai comer!

E mais uma oportunidade para a população depurar o cenário político de Rondônia. Tomara que isso ocorra mesmo. Estamos torcendo por isso.

ATÉ A PRÓXIMA, PREZADOS LEITORES !!!

Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions