Rondônia, domingo, 16 de dezembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Sexta, 26 de Junho de 2009 - 17h02

IML é desatenção do poder público

Walmir Miranda



INSTITUTO MÉDICO LEGAL (1)

Funcionando há mais de 30 anos no mesmo local, ou seja, num prédio pequeno e de aspecto horrível, sem as mínimas condições de conforto para os profissionais que ali trabalham o Instituto Médico Legal (IML), situado à Rua das Flores, às proximidades da Delegacia de Acidentes de Trânsito (DAT) e do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) é o retratado de uma inexplicável desatenção do poder público estadual. Pelo menos é isso que alguns de seus profissionais acham, bem como, considerável parte da população portovelhense.


INSTITUTO MÉDICO LEGAL (2)

O órgão que está subordinado à Secretaria de Estado da Saúde (SESAU), não tem nenhuma autonomia financeira, ou seja, não possui orçamento próprio, para se adequar à realidade dos tempos atuais em termos de serviços pertinentes à sua natureza, embora, reconhecidamente, o IML de Rondônia possua uma equipe de excelentes profissionais.
A situação é tão vexatória que, nem mesmo a Diretoria do IML estaria tendo direito a SUPRIMENTO DE FUNDOS para pequenas despesas.
Quem for ao referido órgão verificará que os diferentes setores do IML funcionam em espaços pequenos e abafados, onde com zelo e respeito aos seres humanos (inclusive aos cadáveres que ali são submetidos a necropsias) os profissionais que lá trabalham fazem exames e laudos que lhes são pertinentes por Lei. Sobre modo, dentro do que preceitua o Código de Medicina.


INSTITUTO MÉDICO LEGAL (3)

Também vale ressaltar que, os equipamentos existentes no IML de Rondônia, em Porto Velho, são antigos, ou seja, do tempo em que o diabo ainda era criança.
Faltam laboratórios específicos para uma série de serviços técnicos.
Mas apesar dessa realidade vexatória, os médicos, comissários e demais servidores do IML continuam trabalhando no atendimento a população, principalmente, nas necropsias, exames de embriagues, exames toxicológicos, exames de lesões corporais, dentre tantos outros, com exemplar dedicação. 
Dentro desse quadro há que se lamentar que, um órgão tão importante continue sem à devida atenção do poder público estadual e federal.
É bom recordar que, num passado não muito distante, o governo federal teria destinado recursos para que o Estado de Rondônia construísse um moderno prédio às instalações do IML. Porém, inexplicavelmente, (segundo uma fonte que pediu para não ser identificada), a grana voltou ao tesouro da União, porque o executivo estadual não quis assumir, à época, a responsabilidade de dar a contrapartida de 30% do custo total da obra.


INSTITUTO MÉDICO LEGAL (4)

Este ano surgiu a promessa de que o executivo estadual poderia construir novas instalações para o IML de Rondônia, que há mais de três décadas vem sendo considerado como espécie de “primo pobre” da Sesau. Mesmo diante da importância que o Instituto tem perante o contexto da saúde pública gratuita para a população.
E, como a esperança é a última que morre, os profissionais lotados no IML estão, mais uma vez, na torcida para que à promessa se materialize, pois somente assim, a sociedade poderá contar com um órgão de tamanha importância devidamente aparelhado para o bom cumprimento das suas atividades. Atividades essas que são inerentes à razão de sua existência.

BURACOLÂNDIA

É como os munícipes passaram a chamar muitas partes da cidade de Porto Velho. Os transtornos causados a população são inúmeros.
Tanto nas áreas centrais, quanto nas periferias, a buraqueira é infernal.
Pedestres, ciclistas e motoristas continuam se acidentando a todo instante em razão disso.
O quadro se torna mais horrível em decorrência de várias obras iniciadas antes das eleições e que permanecem inacabadas.  
Como reflexo dessa vexatória realidade urbana o prefeito Roberto Sobrinho recebeu, recentemente, estrondosas vaias na “Zona Leste” e no Bairro da Embratel (campo de futebol do 13).
É que, paciência também tem limite.
Já há quem diga que o PT precisa redimensionar, urgentemente, seus planos na Capital rondoniense com vistas às eleições de 2010. Caso contrário, a “vaca” que já está escorregando em direção ao brejo, poderia se “atolar todinha”...
Cabe também perguntar: por que a prefeitura não toma providências enérgicas contra os proprietários de terrenos baldios, que estão espalhados por toda a cidade, cheios de mato, lixo e construções caindo aos pedaços, só servindo de abrigos para os marginais?  


SUCESSÃO ESTADUAL

O caldeirão político continua aumentando sua ebulição em relação à sucessão de Ivo Cassol ao governo do Estado em 2010.
Nomes surgem a todo instante.
Já começam a se destacar: Valdir Raupp (PMDB), Marinha Raupp (PMDB), Confúcio Moura (PMDB) e Suely Aragão (PMDB).
Pelo Partido Democrata, destaca-se José Bianco (prefeito de Ji-Paraná).
Pelo Partido da República, o nome mais forte é o do senador Expedito Júnior.
Também surgem nomes como: Carlos Magno (ex-prefeito de Ouro Preto do Oeste), José Cahúlla (vice-governador), Melki e Natan Donadon.
Pelo Partido dos Trabalhadores: Fátima Cleide, Eduardo Valverde e Roberto Sobrinho, seriam em princípio os postulantes ao Palácio Presidente Vargas.
Pelo PSB, o nome é Mauro Nazif.
Somar-se-iam, também, a esses nomes, os integrantes do “bloco dos candidatos teimosos e criquís”, onde poderiam despontar: Edgar Azevedo (o que gosta de cair de ultraleve), Adilson Siqueira (estrela maior do PSOL em Rondônia).
E com certeza os “partidos nanicos” também terão suas “estrelas” buscando as luzes da ribalta.
Quem viver, certamente verá. É só uma questão de tempo. 


DR. AMADO RAHAL

O diretor geral do Hospital de Base de Porto Velho, um dos maiores da região Norte do Brasil, tascou em alto e bom som: “a prefeitura municipal é culpada pela lotação constante do HB e do Hospital João Paulo II”.
Para Amado Rahal, já está passando da hora da prefeitura construir e administrar um Hospital Municipal, e dessa forma contribuir para o desafogamento da superlotação que impera no “HB” e “JP-II”.
Disse também: “não basta ficar criticando o governo e tentando desviar a atenção da população da responsabilidade que o município tem para com à população de Porto Velho e arredores, em termos de serviços gratuitos de saúde. O governo apesar das dificuldades que enfrenta está fazendo a parte que lhe compete, e ajudando a minimizar o sofrimento daquelas pessoas que necessitam de serviços de saúde. Todos os meses os estabelecimentos mantidos pelo Estado praticam milhares de atendimentos aos munícipes, principalmente, junto as pessoas de pequeno poder aquisitivo. Os atendimentos vão desde simples consultas até cirurgias de alta complexidade. Portanto, a prefeitura precisa construir o seu hospital, equipá-lo e dotá-lo de bons profissionais para melhorar os serviços nessa área em Porto Velho. De críticas e acusações vazias a população já está cheia”.


INCENDIÁRIOS NA CADEIA

A população está respirando aliviada. Graças às ações eficazes que colocou em prática através da Delegacia de Defesa do Patrimônio, a Polícia Civil já prendeu nove integrantes do bando que praticou incêndios em ônibus urbanos de Porto Velho, recentemente.
O bando ao que tudo indica era mesmo liderado pelo marginal conhecido como “Ravengar”, tido como “o terror” do bairro Mariana, na Zona Leste da Capital. Foi ele também que teria efetuado disparos contra o prédio do Ministério Público, além de ter utilizado menores nas “operações” criminosas que resultaram na destruição de três ônibus em Porto Velho. A polícia agora está no encalço de marginal conhecido como “Pega Leve” que age na Zona Sul portovelhense.
O secretário de segurança, Cel. PM Sena e o Diretor Geral da Polícia Civil, Dr. Moriou elogiaram mais esse bom trabalho dos policiais da Delegacia de Defesa do Patrimônio, sob o comando dos delegados Paulo Kakiones e Hazael Martins.    

Confira os atos secretos divulgados por comissão de sindicância do Senado

AnoMêsBoletins
1996Dezembro1348
1998Março1639 
1999Março1860, 1866
 Novembro2017, 2021
 Dezembro2040
2000Junho2141S1, 2142
 Julho2143
 Setembro2186
 Outubro2211
2001Julho2357
 Agosto2379, 2392
 Setembro2400, 2406, 2408
 Outubro2425, 2431
 Novembro2438
 Dezembro2463
2002Janeiro 2469 
 Março2499, 2505
 Abril2518 
 Agosto2593 
 Outubro2624 
 Dezembro2667 
2003Janeiro 2674, 2678, 2687, 2688, 2688S2, 2688S3
 Março2708, 2709, 2716S2, 2716, 2717, 2718
 Abril2728, 2732, 2737
 Maio2751 
 Agosto2806 
 Setembro2842 
 Outubro2849, 2849S1, 2854, 2854S1
 Novembro2878 
 Dezembro2909 
2004Janeiro2910, 2929
 Fevereiro2942 
 Março 2954
 Maio2988, 2990, 2994 
 Julho 3029, 3036 
 Agosto 3058 
 Setembro 3080 
 Novembro 3125 
 Dezembro 3138, 3145, 3146 
2005Fevereiro 3178 
 Março 3197 
 Abril 3210, 3214, 3216, 3222 
 Maio3227, 3233, 3237 
 Junho 3259, 3264 
 Agosto 3306 
 Setembro 3326 
 Novembro 3362, 3365 
 Dezembro 3372, 3373, 3374, 3378, 3380, 3381 
2006 Janeiro 3404, 3405, 3407 
 Fevereiro 3413, 3419, 3424
 Março 3433, 3452 
 Abril 3453 
 Maio 3474, 3475, 3484 
 Junho 3494, 3498, 3504, 3506, 3511, 3511S2, 3512S2 
 Julho 3519, 3521, 3521S1, 3523, 3524, 3532 
 Agosto 3539, 3541, 3543, 3551 
 Setembro 3557, 3558, 3561 
 Outubro 3583, 3590, 3597 
 Novembro 3600, 3603, 3612S1, 3612S2, 3614, 3615, 3616 
 Dezembro 3619, 3620, 3621S2, 3622S1, 3627, 3629S1, 3631S3, 3631S4, 3631S5, 3634S1, 3636S1 
2007 Janeiro 3638S2, 3646S1, 3648S1, 3649S1, 3652S1, 3637S2, 3638S1 
 Fevereiro 3658S10, 3660S1, 3661S2, 3662S1, 3669S1, 3669S2, 3669S3, 3669S4 
 Março 3675S1, 3675S2, 3678S1, 3680S1, 3680S2, 3682S1, 3683S1, 3687S1, 3688S1, 3689S1, 3696S2 
 Abril 3699S2, 3703S1, 3706S1, 3711S1 
 Maio 3720S1, 3720S2, 3721S1, 3727S1, 3730S1, 3734S1
 Junho 3738S1, 3741S1, 3748S1, 3752S1, 3753S1, 3754S1, 3754S2 
 Julho 3758S2 
 Agosto 3783S1, 3786S1, 3788S1, 3789S1, 3790S1, 3791S1, 3799S1 
 Setembro 3802S1, 3805S1, 3805S2, 3820S1, 3824S1 
 Outubro 3831S1, 3832S1, 3834S1, 3835S1
 Novembro 3855S1, 3860S1 
 Dezembro 3864S1, 3865S1, 3867S1 
2008Janeiro 3881S1, 3885S1, 3889S1 
 Fevereiro 3907S1, 3914S1, 3916S1, 3916S2, 3917S2 
 Março3921S1, 3923S1, 3926S1, 3926S2, 3927S1, 3929S1, 3934S1, 3935S1, 3936S1, 3937S2 
 Abril 3944S1, 3945S1, 3949S1, 3952S1, 3953S1, 3954S13954S2, 3956S1
 Maio 3961S1, 3964S1, 3965S1, 3965S2, 3970S1, 3973S1, 3973S2, 3974S1, 3975S1, 3975S2, 3976S1 
 Junho 3982S2, 3982S3, 3992S1, 3993S1, 3993S2 
 Agosto4021S14030S1, 4034S1, 4035S1, 4036S1 
 Setembro4042S2, 4044S1, 4046S1, 4048S14049S1, 4054S1, 4062S1
 Outubro4063S1, 4065S1, 4066S1, 4067S2, 4069S1, 4069S2, 4072S1, 4074S1, 4074S2, 4075S1, 4076S14078S1, 4078S2, 4079S2, 4080S1, 4082S1, 4082S2, 4083S1 
 Novembro4086S1, 4087S1, 4089S1, 4091S1, 4091S2, 4092S1, 4092S2, 4093S1, 4094S1, 4096S1, 4097S1, 4098S1, 4099S1, 4100S1, 4101S1, 4102S1, 4103S1 
 Dezembro4105S14106S1, 4107S1, 4116S1, 4117S1, 4119S1, 4120S1 
2009 Janeiro 4124S1, 4128S1, 4129S1, 4133S1, 4133S3, 4135S14137S1, 4138S1, 4139S1 

Fonte: Comissão de Sindicância do Senado


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/artigos/iml-e-desatencao-do-poder-publico)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions