Rondônia, sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Segunda, 10 de Novembro de 2014 - 08h54

Lúcia amplia conversação pela Mesa

Gessi Taborda


Lúcia amplia conversação pela Mesa

A deputada Lúcia Tereza deverá sair de sua Espigão d’Oeste para vir a Porto Velho aprofundar as conversações sobre a composição da nova mesa diretora da Assembleia para a legislatura que começa no próximo ano. Eleita para mais um mandato parlamentar, Lúcia faz parte da velha guarda da política rondoniense, tendo sido prefeita de Espigão por várias vezes. Depois de cumprir alguns mandatos na Assembleia, ela vai retornar agora com o respaldo de excelente votação nas eleições de outubro.
Perfeitamente legitimada para aspirar a presidência da Assembleia (seria, assim, a primeira mulher no comando da Casa), Lúcia crê que “outros colegas” também podem ter interesse nessa disputa. É exatamente por isso que a deputada eleita vai iniciar esta semana “uma conversa objetiva” com seus colegas sobre o assunto, visando avaliar o melhor projeto para “atender as necessidades do Legislativo e também da sociedade”.

ESPAÇOS VAGOS

Em política não há espaços vagos. Lúcia é uma das mulheres de maio experiência política no estado, não só como executiva e também como parlamentar. Ela sabe que a decisão sobre a futura mesa da Assembleia não vai ocorrer agora e que poderão surgir muitos nomes. Talvez, por isso mesmo, Lúcia toma a decisão certa de avisar que está interessada nessa disputa. Seu nome surgiu na semana retrasada nos bastidores políticos, “exatamente porque ela sempre foi uma política com bom trânsito nas diversas instituições e pode muito bem articular em favor do cargo de presidente da Assembleia”, disse um parlamentar reeleito que também está na mesma disputa. 

É ASSIM QUE FUNCIONA


De nenhum deputado, senador, governador ou qualquer político se ouvirá que tem compromisso com os doadores de sua campanha. Ninguém dirá que sente constrangimento ao votar determinada proposta porque ela interessa a quem bancou sua eleição. Porque é da regra do jogo que as empresas apostem nos candidatos com os quais têm maior afinidade ou sigam a máxima de não colocar todos os ovos na mesma cesta.
Analisando as prestações de contas dos candidatos, é impossível não questionar o que move uma empresa como o Grupo JBS/Friboi a investir mais de R$ 170 milhões na campanha e de ser a principal doadora de dezenas de candidatos a deputado federal.
Nada disso é ilegal. Ao contrário, só se sabe a origem dos recursos porque a lei exige a publicação dos dados na internet. Pior é o caixa 2, que continua existindo e a Justiça Eleitoral não consegue coibir.
Assim como existe a bancada evangélica, a da saúde e a ruralista, pode-se agrupar os parlamentares por outro critério: os que têm o selo Friboi, os preferidos das empreiteiras, os abençoados pelos bancos. Existe a “bancada da bala”, financiada pela indústria de armas, e outras tantas denominações definidas pela origem dos recursos de financiamento.
O que se questiona é a força do poder econômico na eleição. Está provado que a maioria dos eleitos integra a lista dos que tiveram as campanhas mais caras. Os gastos acabam sendo pagos pelo contribuinte, na forma de aumento no preço dos produtos ou no custo das obras.

JÁ COMEÇOU


Faltam detalhes à notícia publicada ontem no “Rondoniaovivo.com” e nem por isso ela não deixa de causar temor e perplexidade. Segundo tal “informe” um pastor da Igreja Batista de São Paulo teria sido preso essa semana por ter feito um sermão contra o homossexualismo. E olha que ainda não aprovaram o Projeto de Lei 122/2013, transformando a homofobia em crime. Essa é uma matéria que tem apoio da reeleita presidenta Dilma e de políticos ligados aos partidos de “esquerda”.
Após a aprovação desse monstrengo não duvido nada se alguém mande suprimir da Bíblia as passagens claras condenando o homossexualismo que, como diz lá, levou Sodoma e Gomorra à destruição. Ora, o livro sagrado considera anátema esse negócio de homem dormir com homem. Diante de tudo isso, se o tal PL for aprovado, pastores, padres ou qualquer religioso que pregar contra essa prática pode ser mandado para as masmorras que são boa parte das cadeias do Brasil.

BOMBANDO


As previsões sombrias divulgadas até mesmo na coluna para Rondônia no próximo ano não tem base na realidade. Foi isso que se depreendeu da mais recente entrevista do governador reeleito, garantindo que nosso estado está bombando. Tomara que assim seja. De acordo com o chefe do Executivo o orçamento nunca foi tão expressivo. A arrecadação do estado cresce mensalmente e, também por causa disso, não haverá problemas para o pagamento dos servidores, fornecedores, etc. Com receitas crescendo mês a mês, o governador poderá executar obras reclamadas pela população a muito tempo  e conceder, também, reajustes aos servidores públicos, recuperando perdas inflacionários e dando ganho real aos barnabés.

NA RUA

O Senado aprovou projeto de lei da senadora Ana Amélia (PP) que obriga autoescolas a treinarem os estudantes em ruas e avenidas. A proposta segue para a Câmara.

NAZISMO

Está no sul do Brasil a maior quantidade de simpatizantes do nazismo. De acordo com um monitoramento realizado na internet pela pesquisadora da Unicamp Adriana Dias, de 2002 a 2009, o número de sites que veiculam informações de interesse neonazistas subiu 170%, saltando de 7.600 para 20.502. No mesmo período, os comentários em fóruns sobre o tema cresceram 42.585%. No Rio Grande do Sul, 42 mil internautas baixaram mais de 100 arquivos de sites neonazistas, perdendo apenas para Santa Catarina, onde foram identificados 45 mil simpatizantes.

CADA VEZ PIOR

Porto Velho é uma cidade relativamente pequena. E nem por isso escapa de um trânsito onde a mobilidade é cada vez pior. Nem por isso os dirigentes públicos (especialmente o prefeito) demonstram qualquer interesse em propor alternativas ao modelo vigente.
O estado precisa dar uma guinada no modelo que incentiva mais o transporte individual do que o coletivo, para garantir mais qualidade nos deslocamentos dos rondonienses no cotidiano. Os modelos precisam conviver de forma harmônica, assegurando infraestrutura para quem opta por circular de carro e opções de qualidade para os usuários de transporte coletivo. Será que veremos isso na presente década?

VOCÊ FOI ENGANADO

Durante a campanha eleitoral Dilma Rousseff disse que não ia conter a inflação "achacando" o povo. Disse também, criticando o PSDB, que o aumento dos juros é para banqueiro lucrar e que o dela foi o único governo que diminuiu a conta de luz. Agora, em uma semana seu governo aumentou os juros, a conta de luz e a gasolina. E o número de extremamente pobres é o maior desde 2005! Você acha que foi enganado? Sim, você foi. E não por falta de aviso.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/artigos/lucia-amplia-conversacao-pela-mesa)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions