Rondônia, sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
Últimas Notícias   Rondoniagora.com no Facebook Rondoniagora.com no Twitter Rondoniagora.com no Youtube

Artigos

Publicado em Sexta, 23 de Novembro de 2018 - 10h40

Mães vitoriosas

por Andrey Cavalcante


Mães vitoriosas

É de Abrahan Lincoln a observação: - "As mãos que embalam o berço governam o mundo". Não sei em relação aos demais. Mas sinto-me no dever de creditar à minha mãe, pelo tempo, cuidado, carinho e ensino a mim dedicados, considerável parcela do sucesso obtido em dois mandatos na gestão dos destinos da OAB Rondônia. Apesar dos atributos pessoais de meu sucessor eleito, o brilhante advogado Elton Assis, cuja retumbante vitória na eleição consolidou a aprovação e o reconhecimento da categoria ao nosso trabalho. Apesar da imensa contribuição de uma equipe de primeira linha, que participou comigo desses seis anos na titularidade da Presidência e sem a qual não seria possível a construção de nossos melhores sonhos. Nada, porém, me seria permitido conquistar sem o amparo, o conforto e o discernimento originais de uma mãe que soube imprimir, na personalidade do filho, os valores graníticos de uma conduta ilibada. É por isso imperioso, na satisfação de uma conquista das mais difíceis, de uma vitória consagradora e da gratificante sensação de dever cumprido que me iluminam o espírito, creditar à minha mãe o devido reconhecimento. Obrigado, minha mãe.

É claro que os méritos dessa espetacular aprovação da advocacia rondoniense devem ser também compartilhados com cada integrante de nossa equipe - a maioria dos quais integra a chapa vencedora, "Advocacia em 1º" Lugar" - pela dedicação e empenho na construção permanente de melhores condições de trabalho e benefícios para a categoria. Mas insisto em dizer que é no lar que ganhamos ou perdemos as mais importantes batalhas da vida. Por isso, é na família que devemos fazer nossos maiores investimentos. Nosso maior patrimônio e nossos maiores tesouros estão além dos bens que granjeamos e até do conhecimento que adquirimos. Estão em casa, na família de que viemos ou que construímos. Nenhum sucesso vale a pena se o preço a pagar é o sacrifício da família.

Recorro novamente a Lincoln para repetir um pensamento fundamental para o ordenamento da nova administração da OAB no período 2019/2022: "Você não vai conseguir fortalecer os fracos simplesmente enfraquecendo os fortes. Seria como tentar ajudar os assalariados arruinando os empregadores, ou promover a fraternidade alimentando o ódio”. Nossa vitória foi alicerçada no apoio de significativa parcela da advocacia rondoniense. Mas a OAB somente é historicamente forte a partir da união de propósitos de todos os advogados. Encontramos e enfrentamos adversários poderosos na campanha eleitoral. Mas não havia inimigos e absolutamente toda a advocacia tem que merecer tratamento baseado em princípios de urbanidade e respeito. Especialmente porque o ano de 2019 já se anuncia bastante conturbado na esfera institucional, tanto pela inexperiência dos novos dirigentes conduzidos pela população ao comando do Executivo e a significativa parcela do Legislativo, como pelo inconformismo de consideráveis setores com os resultados das urnas.

A advocacia nacional será com certeza novamente chamada a colaborar para a retomada do ponto de equilíbrio fundamental para o país em todos os setores da vida nacional. Da mesma forma que advertimos aqui as lideranças políticas de uma forma geral sobre a necessidade de prestar atenção às manifestações de sua clientela, ou as chamadas "vozes das ruas", voltamos a recomendar atenção às recomendações claramente manifestadas pela população. O brasileiro quer paz, quer respeito, honestidade, atenção e eficiência. Circula nas redes sociais um texto bastante elucidativo, atribuído a Sam Walton, fundador da maior Wal-Mart. Consta que ele abriu um programa de treinamento para seus funcionários com uma declaração surpreendente:

- "Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e espera pacientemente, enquanto o garçom faz tudo, menos anotar meu pedido. Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares. Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca usa a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal. Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento comercial, parece estar pedindo um favor, implorando por um sorriso ou esperando apenas ser notado. Você deve estar pensando que eu sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas. Pois está enganado: eu sou o cliente que nunca mais volta! ". A tarefa da OAB será esclarecer ao cidadão que a atividade política é fundamental para a consolidação dos ideais democráticos, dentro de princípios morais e éticos, honestidade e absoluto respeito à constituição e às leis. E ensinar aos políticos que, afinal, sua clientela é o eleitorado.


(Disponível em https://www.rondoniagora.com/artigos/maes-vitoriosas)
Rondoniagora.com





2016 © Rondoniagora.com - Jornal Rondoniagora é uma publicação de Central de Jornalismo, Produção, Marketing e Assessoria Ltda. Todo o noticiário, incluindo vídeos, não podem ser publicados, retransmitidos por broadcast, reescritos ou redistribuídos sem autorização escrita da direção, mesmo citando a fonte.

Avenida Guaporé, 4248 - Bairro Igarapé - Porto Velho - RO (69) 3225-9705

Desenvolvido por
Idalus Internet Solutions